Pagina inicial

Conheça a história por trás da nova identidade da nossa marca

Saiba mais

Jaime Montava Miró

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

Metodologia BIM e a criação de edifícios inteligentes

Simplesmente colocar a palavra "inteligente" antes de qualquer tipo de termo arquitetônico ou tecnológico, ou qualquer termo nesse sentido, parece convertê-lo em algo novo e futurístico. Alguns exemplos, como cidade inteligente, indústria inteligente ou comércio inteligente nos mostram que o adjetivo já é mais comum do que pensamos e que não parece mais tão estranho. O edifício inteligente também é um conceito inovador usado no mundo arquitetônico de hoje. A dificuldade de discutir esse conceito, como todo termo inovador e ambíguo, é encontrar uma definição clara dele. Já há muito escrito sobre isso, e não encontraremos uma definição absolutamente clara, mas de forma geral, poderíamos definir um edifício inteligente como: "Uma construção que busca a plena eficiência energética em seu uso, atingindo este objetivo graças a integração e gestão e controle automatizados de todos os seus sistemas. "

Em quais países o BIM é obrigatório para projetos públicos?

Quando falamos em metodologia BIM, nos referimos a uma forma de trabalho nova e muito avançada tecnologicamente. Por outro lado, se prestarmos atenção, vemos que sempre falamos em tempos futuros, como: "daqui a 10 anos todo mundo vai ..." ou "essa é a metodologia de amanhã". No entanto, sempre surgem dúvidas sobre se essa metodologia é obrigatória e, mais importante, quando se tornará obrigatória. Pois bem, neste artigo iremos analisar de forma resumida como o BIM é atualmente tratado em todo o mundo.

Quais são os perfis de profissionais BIM mais demandados em grandes escritórios de arquitetura?

Atualmente, perfis técnicos especializados no uso da metodologia BIM são altamente procurados, sobretudo na área de arquitetura. Mesmo nestes tempos de pandemia, as ofertas de emprego têm permanecido relativamente estáveis, devido à flexibilidade proporcionada por esta metodologia e à possibilidade de trabalhar em colaboração a partir de locais remotos. No entanto, quando pensamos em procurar um novo emprego, nos deparamos com várias perguntas: Em que estou especializado? Quais são as áreas mais procuradas? Que tipo de perfil profissional de BIM é mais comum?

Como modelar pisos, lajes e forros em BIM usando Revit?

Pisos, lajes, forros. Falando de forma genérica, são praticamente todos os elementos horizontais que encontraremos na construção de um edifício. Essas três partes são modeladas de forma muito semelhante no Revit e, por esta razão, ao aprender este software, quase sempre aparecem uma após a outra. A ordem é geralmente uma ordem bastante lógica e, portanto, semelhante: começando primeiro com os pisos, depois com os forros e, por fim, as coberturas. Tudo isto depois de modelar as paredes exteriores e interiores do nosso edifício.

Como modelar rampas e escadas em BIM usando o Autodesk Revit?

Uma das grandes dificuldades encontradas nas metodologias "clássicas" de desenho de planos é quanto à projeção de rampas e escadas. Sempre foi uma questão relevante ter que calcular a inclinação de uma rampa, ou quanto terão que medir o piso e o degrau da escada que liga dois andares de um edifício a ser projetado. Eles estão em conformidade com os regulamentos atuais em meu país? Ou em conformidade com os padrões do projeto? Serão bem calculados?

Pois bem, este é um dos grandes avanços que encontramos com a modelagem de projetos na metodologia BIM e, principalmente, com o software Revit. Devemos saber que esses elementos provavelmente serão uma das partes da modelagem que mais nos trará dificuldades durante a fase de projeto.