Open House Porto explora os "espaços para respirar" em meio à cidade

Open House Porto explora os "espaços para respirar" em meio à cidade

Após uma pausa de um ano, imposta pela pandemia de coronavírus, o Open House Porto (OHP) regressa numa versão adaptada que pretende celebrar a relação dos cidadãos com o espaço público. Entre os dias 3 e 4 de julho, o público poderá visitar e conhecer 16 espaços de Matosinhos, Porto, Vila Nova de Gaia e, pela primeira vez, Maia, que estreia no evento.

Este ano, a seleção dos espaços ficou a critério da organização da Casa da Arquitectura e de instuições parceiras, que abordaram o tema espaços para respirar. Com curadoria da arquiteta Graça Correia e do historiador Joel Cleto, a 6ª edição do OHP é simultaneamente condicionada e inspirada pela pandemia, e pretende não apenas celebrar esse território redescoberto por muitos durante os meses de confinamento, mas também realçar a importância da existência de espaços públicos de qualidade no meio urbano.

A pandemia gerou um novo olhar dos cidadãos sobre o espaço público em todas as suas dimensões, sejam as avenidas, praças, jardins, públicos e privados, sejam os parques urbanos ou as marginais amplas, transformando-os nos únicos espaços de fuga acessíveis à claustrofobia do confinamento.

Open House Porto explora os "espaços para respirar" em meio à cidade - Imagem 2 de 4
Piscina das Marés. Foto © Romullo Fontenelle / Flagrante

A expressão “ar livre” ganhou, portanto, um sentido mais literal no tempo que agora vivemos, e assistimos a um verdadeiro renascimento da importância destes territórios e a uma renovada apropriação por parte de todos os que passaram a incluí-los nas suas rotinas de vida.

Na companhia de especialistas, quatro espaços exteriores em cada uma das quatro cidades do Open House Porto serão visitados, num roteiro que percorre quintas, jardins, parques, mas também espaços urbanos enraizados na malha urbana. Todas as visitas serão gratuitas e, pela primeira vez, contam com a presença de especialistas de diversas áreas de formação, que oferecerão olhares diversos e aprofundados sobre os espaços visitados.

Open House Porto explora os "espaços para respirar" em meio à cidade - Imagem 4 de 4

O roteiro é acompanhado pelos Programas Caleidoscópio e Plus, que propõem um conjunto de atividades abertas e destinadas a todos os públicos. Conheça, a seguir, os lugares que serão visitados.

Maia
1. Quinta da Gruta (Jardins)
2. Parque Urbano de Moutidos
3. Quinta dos Cónegos (Jardins)
4. Zona Desportiva da Cidade – Parque Maia

Matosinhos
5. Piscinas das Marés
6. Quinta da Conceição (Jardim e Piscina)
7. Marginal de Matosinhos
8. Quinta de Santiago (Jardim)

Porto
9. Parque da Cidade
10. Parque das Águas (Mata, Estufa/Black Box e “Casade Alice”)
11. Jardim Botânico da Universidade do Porto
12. Jardins do Palácio de Cristal

Vila Nova De Gaia
13. Parque da Quinta das Devesas
14. Parque de S. Paio
15. Jardim Do Morro
16. Parque Da Lavandeira

Open House Porto explora os "espaços para respirar" em meio à cidade - Imagem 3 de 4
Mapa dos espaços visitados

Saiba mais sobre o Open House Porto 2021 na página oficial do evento.

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Open House Porto explora os "espaços para respirar" em meio à cidade" 01 Jul 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/964155/open-house-porto-explora-os-espacos-para-respirar-em-meio-a-cidade> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.