Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Estúdio mexicano Escobedo Soliz vence o prêmio Emerging Voices 2020

Estúdio mexicano Escobedo Soliz vence o prêmio Emerging Voices 2020

Todo ano a Architectural League de Nova Iorque seleciona oito escritórios com sede nos Estados Unidos, Canadá ou México para serem reconhecidos através do prêmio Emerging Voices, cujas práticas emergentes tenham o potencial para influenciar as disciplinas da arquitetura, da paisagem e do desenho urbano. Este ano o escritório mexicano vencedor foi Escobedo Soliz, formado por Lazbent Pavel Escobedo Amaral e Andrés Soliz Paz.

O juri considera tanto os projetos, quanto as realizações acadêmicas. Cada um destes escritórios representa o melhor de sua classe e sua prática aborda temáticas para além dos limites da profissão. Junto com o escritório mexicano, também foram reconhecidos os escritórios Marc Blouin, Catherine Orzes (Blouin Orzes architectes, Montreal, Quebec), Andrew Wells e Brandon Dake (Dake Wells Architecture, Springfield and Kansas City, MO), Casper Mork-Ulnes (Mork Ulnes Architects, São Francisco, CA e Oslo, Norway), Olalekan Jeyifous (Nova Iorque, NY), Miriam Peterson e Nathan Rich (Peterson Rich Office, Nova Iorque, NY), Christopher Marcinkoski e Andrew Moddrell (PORT, Chicago, IL e Philadelphia, PA), assim como Bryan Young (Young Projects, Nova Iorque, NY).

Casa Ridge / Mork-Ulnes Architects. Image © Bruce Damonte
Casa Ridge / Mork-Ulnes Architects. Image © Bruce Damonte

Individualmente, cada um dos vencedores do Emerging Voices deste ano foi selecionado pela coerência de seu corpo criativo de trabalho. Coletivamente, o conjunto de trabalho dos oito vencedores, desde pesquisas intensivas em materiais, à produção variada de identidades comunitárias e urbanas, até edifícios inovadores realizados com limitações econômicas e ambientais, fala dos diversos desafios que a disciplina arquitetônica enfrenta hoje em dia.
- Paul Lewis, membro do juri e presidente da Architectural League.

Casa Black and Tan / Dake Wells Architecture. Image © Architectural Imageworks, LLC
Casa Black and Tan / Dake Wells Architecture. Image © Architectural Imageworks, LLC

O processo seletivo em duas fases do júri incluiu vencedores anteriores da Emerging Voices e outros profissionais do design de toda a América do Norte que analisaram o trabalho de aproximadamente 50 empresas. O júri da primeira fase incluiu Brian Bell, Fernanda Canales, Jeffrey Day, Anne Marie Duvall Decker, Sarah Herda, Johanna Hurme, Joyce Hwang, Sharon Johnston, Brian MacKay-Lyons, Tom Maul, Rozana Montiel e Stephen Mueller, bem como aqueles que mais tarde serviram como jurados da segunda fase: Stella Betts, Mario Gooden, Mimi Hoang, Lisa Iwamoto, Dominic Leong, Paul Lewis, Matt Shaw e Lisa Switkin. O júri da segunda rodada, realizada em Nova Iorque, selecionou oito vencedores de uma lista de finalistas.

Para mais informações visite a página oficial da Architecture League.

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos
Sobre este autor
Cita: Arellano, Mónica. "Estúdio mexicano Escobedo Soliz vence o prêmio Emerging Voices 2020" [La oficina mexicana Escobedo-Soliz triunfa en el Emerging Voices de la Architectural League 2020] 10 Fev 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Brant, Julia) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/933448/estudio-mexicano-escobedo-soliz-vence-o-premio-emerging-voices-2020> ISSN 0719-8906

Mais entrevistas em nosso Canal de YouTube

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.