Guia de arquitetura de Tel Aviv: 6 edifícios da Bauhaus na cidade branca

Guia de arquitetura de Tel Aviv: 6 edifícios da Bauhaus na cidade branca

Fundada por Walter Gropius em 1919, a Bauhaus passou rapidamente da gloria à angustia. Perseguida durante boa parte dos anos vinte pelo recém fundado partido nazista, a escola foi finalmente fechada em 1933 e seus membros perseguidos e exilados. Muitos dos seus mais talentosos e visionários integrantes migraram para outros países da Europa e América. Tel Aviv foi uma das cidades à receber um considerável contingente de professores da extinta Bauhaus. Fundada em 1909, a recém criada cidade de Tel Aviv estava começando a se desenvolver e atrair interesse da comunidade internacional, firmando-se como um terreno sedutor onde os antigos membros da Bauhaus poderiam aplicar seus novos conceitos. Desde 2003 a cidade de Tel Aviv é reconhecida pela UNESCO como Patrimônio Mundial da Humanidade, a qual conta atualmente com mais de 4.000 edifícios construídos no estilo Bauhaus. No ano passado, como parte das comemorações dos 100 anos da fundação da instituição, a prefeitura da Cidade Branca – em parceria com o governo alemão – inaugurou o White City Center com o principal objetivo de promover a preservação e a salvaguarda da arquitetura bauhausiana na cidade. O White City Center conta hoje com uma série de exposições onde os visitantes podem descobrir e aprender mais sobre a história da Bauhaus e as principais características deste icônico estilo. Se você estiver pensando em ir à Israel, o Bauhaus Center também merece uma visita. Todas às sextas-feiras o instituto organiza uma série de visitas guiadas pela cidade por um valor simbólico. Aqui apresentamos nossa seleção dos seis principais edifícios da Bauhaus que você não pode deixar de visitar quando for à Tel Aviv.

Casa Ehrlich / Ze’ev Haller

Herzl St 79

Courtesy of The White City Center
Courtesy of The White City Center

Projetada por Ze'ev Haller e construída em 1933 para o magnata da indústria metalúrgica Zadok Ehrlich, a Casa Ehrlich é um dos principais exemplos da arquitetura em estilo Bauhaus. Construída sobre o alinhamento da rua, ao invés de ser implantada de forma isolada no lote – como a maioria dos edifícios da Bauhaus de Tel Aviv –, a Ehrlich House é um excelente exemplo de esquina arredondada, um elemento recorrente na arquitetura bauhausiana. As faixas cinzas pintadas na fachada foram utilizadas por Haller para enfatizar a horizontalidade do edifício, a qual é acentuada por suas generosas e salientes varandas. Outros importantes edifícios projetados por Haller em Tel Aviv são a Casa Bruno, a Casa Delfiner e a Casa Horsnstein.

Casa Reisfeld / Pinchas Bijonsky

96 Ha-Yarkon St.

© Amnon Bar Or - Tal Gazit Architects
© Amnon Bar Or - Tal Gazit Architects

Projetada e construída em 1935 pelo arquiteto Pinchas Bijonsky, a Casa Reisfeld foi conhecida como um dos endereços mais caros e exclusivos de Tel Aviv. Entretanto, a partir da década de 1980 o edifício entrou em um processo de decadência e a maioria dos antigos inquilinos mudaram-se para outras regiões da cidade. Em 2009, através de um esforço coletivo, os arquitetos dos escritórios Bar Orian e Amnon Bar Or/Tal Gazit desenvolveram um projeto de renovação da histórica estrutra da Rua Ha-Yarkon número 96. Depois de alguns anos, suas deslumbrantes formas arredondadas voltaram a brilhar na capital de facto de Israel, um dos mais belos exemplos da arquitetura estilo Bauhaus.

Cinema Hotel / Yehuda Magidovitch

Zamenhoff St 1

© Mike Gregory
© Mike Gregory

Se tivéssemos que recomendar um lugar para ficar quando se visita a cidade de Tel Aviv, este lugar é o Cinema Hotel. Além de estar localizado no Círculo de Dizengoff, no coração da capital israelense, o Cinema Hotel encontra-se muito próximo das principais atrações da cidade além é claro, de ser um dos mais importantes e famosos edifícios em estilo Bauhaus de Tel Aviv. Como o próprio nome diz, este edifício não foi concebido para ser um hotel, mas um cinema, de fato, um dos primeiros cinemas da cidade. O Esther Cinema, como era chamado, foi projetado pelo arquiteto Yehuda Magidovitch, o mais prolífico entre os arquitetos da capital. Com suas amplas varandas e linhas horizontais, o Cinema Hotel ainda hoje é uma das mais importantes estruturas modernas da cidade de Tel Aviv.

Casa Max-Liebling, White City Center / Dov Karmi

Idelson St 29

Courtesy of The White City Center © Yael Schmidt
Courtesy of The White City Center © Yael Schmidt

A Casa Max-Liebling é um projeto assinado pelo arquiteto Dov Karmi e construída em 1936 por Tony e Max Liebling. Karmi nasceu em 1905 em Zhvanets em uma região então ocupada pelo Império Russo. Ele ficou conhecido com um grande admirador da obra de Le Corbusier, tornando-se um férreo defensor das janelas em fita e construções de linhas horizontais acentuadas. Outra característica importante de sua obra são as varandas, como um precursor deste elemento em Israel, Karmi passou a explorar volumetrias sólidas para criar um interessante jogo de luzes em sombras nas fachadas dos seus edifícios. Como reconhecimento a sua contribuição à arquitetura moderna em Israel, Dov Karmi foi o primeiro de seus colegas à receber o Israel Prize para a Arquitetura. Em 2015, a Casa Max-Liebling foi restaurada e transformada como sede do então criado White City Center.

Casa Engel / Ze’ev Rechter

Lilienblum St 12

Courtesy of The White City Center
Courtesy of The White City Center

Considerado como o pai da arquitetura moderna israelense, Ze'ev Rechter ainda hoje é uma das mais influentes figuras no contexto arquitetônico do país. Nascido na Ucrânia, Ze'ev chegou a Tel Aviv aos 20 anos e cinco anos depois já havia construído seu primeiro edifício na recém fundada cidade de Tel Aviv. Depois de passar um tempo estudando em Roma e na França, onde teve um primeiro contato com a obra dos mais influentes arquitetos modernistas da Europa, ele retornou à Israel com novas idéias e como resultado disso, em 1934 ele contrói a Casa Engel, a qual ficou conhecida como o primeiro edifício em Tel Aviv a ser construído sob pilotis. Além disso, o sistema de janelas em fita recuadas da fachada apresentava um novo conceito de arquitetura muito mais adequado ao clima quente e úmido do país.

Hotel Norman / Yoav Messer 

Nachmani St 23-25

Courtesy of The White City Center
Courtesy of The White City Center

Um dos hotéis mais luxuosos e conhecidos da cidade de Tel Aviv, o Hotel Norman é – na verdade – uma mistura de dois edifícios construídos ao longo dos anos 1920. Enquanto o primeiro, é um edifício eclético de influência renascentista e oriental, o segundo é por excelência um ótimo exemplo do estilo Bauhaus. Yoav Messer foi o responsável pelo projeto de reforma de ambas estruturas, as quais serviram como residências particulares por dezenas de anos e hoje encontram-se abertas e acessíveis tanto aos moradores de Tel Aviv quanto aos milhões de turistas que visitam Israel todos os anos.

  • Casa Max-Liebling, White City Center 
  • Cinema Hotel 
  • Casa Engel 
  • Hotel Norman 
  • Casa Reisfeld  
  • Casa Ehrlich 

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: The White City Center. "Guia de arquitetura de Tel Aviv: 6 edifícios da Bauhaus na cidade branca" [Tel Aviv City Guide: 6 Bauhaus Buildings to See in the White City] 08 Fev 2020. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/932712/guia-de-arquitetura-de-tel-aviv-6-edificios-da-bauhaus-na-cidade-branca> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.