Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Reforma e Ampliação do MoMA / Diller Scofidio + Renfro

Reforma e Ampliação do MoMA / Diller Scofidio + Renfro

© Iwan Baan © Brett Beyer © Iwan Baan © Iwan Baan + 40

Nova Iorque, Estados Unidos
  • Arquitetos responsáveis

    Diller Scofidio + Renfro em colaboração com Gensler
  • Diretor do projeto de Expansão, MoMA

    Jean Savitsky
  • Gerente de construção

    Turner Construction Company
  • Consultor de varejo

    Lumsden Design
  • Projeto de iluminação

    Tillotson Design Associates (public spaces), Renfro Design Group (gallery spaces)
  • Complementares

    Jaros Baum & Bolles (JB&B)
  • Estrutura

    Severud Associates
  • Fachada

    Heintges Consulting Architects & Engineers P.C.
  • Sustentabilidade

    Atelier Ten
  • Segurança

    DVS Security
  • Acústica e Audio-Visual

    Cerami Associates
  • Circulação vertical

    Van Deusen Associates (VDA)
  • Projeto de teatro

    Fisher Dachs Associates (FDA)
  • Teatro Audiovisual

    Boyce Nemec Designs
  • Impermeabilização

    Vidaris
  • Foodservice

    Cini-Little International, Inc
  • Sinalização

    Gensler/Wkshps
  • Fabricante de aço - escada

    Dante Tisi, DAMTSA
  • Fabricante de aço - escada comercial e balcão

    M Cohen
  • Fabricante de aço - marquise

    Frener+Reifer, Germany
  • Marcenaria

    MillerBlaker
Mais informações Menos informações
© Brett Beyer
© Brett Beyer

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, o MoMA, está pronto para ser reinaugurado depois de mais de quatro meses de portas fechadas. O projeto de reforma e expansão desenvolvido pelo escritório novaiorquino de arquitetura Diller Scofidio + Renfro, em colaboração com a Gensler, oferecerá aos visitantes deste marco histórico americano uma experiência mais acolhedora e confortável, privilegiando uma relação mais aberta e direta do Museu com o seu contexto urbano no centro de Manhattan.

© Brett Beyer
© Brett Beyer

Depois da reinauguração, os visitantes do MoMA terão acesso a uma área trinta por cento maior em relação à antiga estrutura, uma adição de aproximadamente 15330 metros quadrados. O projeto geral de reforma foi concebido para otimizar e modernizar os atuais espaços programáticos do museu, proporcionando maior flexibilidade além de ampliar o antigo lobby, transformando-o em um amplo e iluminado espaço de pé-direito duplo que se abre generosamente para o espaço público, atravessando todo o edifício para conectar as ruas 53 e 54, convidando os visitantes a descobrir uma infinidade de novos percursos e espaços. No coração do edifício, novos espaços incluindo um laboratório de criatividade foram concebidos para oferecer mais oportunidades para que os visitantes possam se conectar com o museu e interagir com o massivo acervo de um dos maiores e mais importantes museus de arte moderna do mundo. A antiga loja do Museu foi relocada um nível abaixo daquele que ocupava anteriormente para que possa ser vista a partir do nível da rua através de uma impressionante parede cortina, enquanto que o café, implantado no sexto pavimento, conta com um amplo terraço ao ar livre de frente à  53rd Street. Com todas estas novidades, o novo MoMA se transforma em um espaço mais acessível, transparente e democrático, aproximando a arte do grande público da cidade de Nova Iorque.

© Brett Beyer
© Brett Beyer

A expressão arquitetônica do projeto desenvolvido pela Diller Scofidio + Renfro em conjunto com a Gensler, se resume a uma restrita paleta de materiais utilizados com sensibilidade e esmero, respeitando as principais características do projeto original e suas subsequentes reformas e ampliações. Formalmente, o projeto procura ressaltar as qualidades deste histórico e icônico edifício, promovendo soluções práticas para antigos problemas e preenchendo as lacunas deixadas ao longo das inúmeras reformas realizadas ao longo das últimas décadas. Através de uma série de intervenções estratégicas, o projeto de ampliação e reforma do MoMA reflete algumas importantes características do modernismo do século XX: simplicidade, flexibilidade e leveza. A síntese disso é uma intervenção minimalista, um uso honesto dos materiais e uma conexão perspicaz com a estrutura existente.

Planta - 1º pavimento
Planta - 1º pavimento

Frente a rua 53, uma nova marquise em balanço dá as boas vindas aos visitantes, convidando-os a entrar neste generoso espaço público que finalmente se conecta com a rua 54 no outro extremo do edifício. De forma complementar, uma segunda entrada de serviço foi implantada no saguão leste, liberando a entrada principal para o livre acesso e circulação do público em um espaço concebido para ser uma extensão da rua, equipado para receber instalações e exposições gratuitas que estarão ao alcance de todos. As galerias do térreo assim como a loja do museu podem ser acessadas através de outras duas entradas complementares na fachada oeste do edifício.

© Iwan Baan
© Iwan Baan

A nova loja de museu, com mais de 550 metros quadrados, embora implantada no primeiro subsolo encontra-se diretamente conectada, física e visualmente, com o espaço público do museu no nível da rua. Uma nova grande abertura permite que a loja seja vista a partir da calçada da rua 53, criando uma relação dinâmica entre o público do museu e as pessoas que transitam pelo centro de Manhattan. Esta abertura no nível da rua permite uma maior visibilidade e conexão do museu com o espaço público sem, no entanto, interferir negativamente no programa e na operação do edifício. Os visitantes que desejam apenas visitar à loja podem acessá-la diretamente tanto a partir da Night Entry e do West Connector Lounge quanto pela Blade Stair sem precisar passar pelo controle de acesso do museu.

© Iwan Baan
© Iwan Baan

Novos espaços expositivos foram abertos no térreo, somando um total de mais de 350 metros quadrados de galerias gratuitas, incluindo a Projects Gallery, uma galeria de pé direito duplo projetada para receber exposições das mais variadas escalas e projeções de filmes. Um sistema auxiliar de luminárias LED permitem configurar diferentes tipo de iluminação de acordo com as necessidades específicas de cada evento.

© Iwan Baan
© Iwan Baan
© Brett Beyer
© Brett Beyer

A marquise que marca a nova entrada do MoMA junto à rua 53 é uma lâmina metálica de doze metros de comprimento composta por chapas de aço e nervuras ocultas e mais de 40 toneladas, flutuando oito metros acima do chão suspensa por uma série de cabos metálicos.

© Iwan Baan
© Iwan Baan

O projeto de reforma do MoMA é consciente do valor histórico deste monumental conjunto de edifícios, construído ao longo dos anos deste a inauguração do projeto original concebido por Goodwin e Stone em 1939, e suas consequentes reformas de Philip Johnson em 1964 e Yoshio Taniguchi em 2004. Compreendendo o passado e em busca de novas soluções para os desafios do presente e do futuro, os arquitetos da Diller Scofidio + Renfro e Gensler nos apresentam o novo MoMA do século XXI, com o Estúdio de Criatividade e a Daylight Gallery como seus principais elementos programáticos. O Estúdio é uma estrutura do tipo box-in-box, isolada acusticamente e com uma parede interior de vidro que serve para filtrar a luz e permitir uma maior privacidade no interior do laboratório de criatividade. Os elementos arquitetônicos que definem os novos espaços do edifício - o saguão, a escada suspensa, a Street Level Gallery e os espaços comerciais no subsolo - foram construídos em painéis de vidro sem montantes, fixado diretamente na estrutura do edifício proporcionando aberturas contínuas e sem interrupções, maximizando a visibilidade e transparência de um museu cada dia mais aberto e democrático. Destes painéis de vidro que conformam a fachada do edifício frente a rua 53, quatro deles podem ser abertos no nível da Street Level Gallery, facilitando a carga e descarga de obras junto a Projects Room Gallery.

© Iwan Baan
© Iwan Baan

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: 11 W 53rd St, Nova Iorque, NY 10019, Estados Unidos

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Reforma e Ampliação do MoMA / Diller Scofidio + Renfro" [Museum of Modern Art Renovation / Diller Scofidio + Renfro] 17 Out 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/926707/reforma-e-ampliacao-do-moma-diller-scofidio-plus-renfro> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.