Ampliar imagem | Tamanho original
O Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, o MoMA, está pronto para ser reinaugurado depois de mais de quatro meses de portas fechadas. O projeto de reforma e expansão desenvolvido pelo escritório novaiorquino de arquitetura Diller Scofidio + Renfro, em colaboração com a Gensler, oferecerá aos visitantes deste marco histórico americano uma experiência mais acolhedora e confortável, privilegiando uma relação mais aberta e direta do Museu com o seu contexto urbano no centro de Manhattan. Depois da reinauguração, os visitantes do MoMA terão acesso a uma área trinta por cento maior em relação à antiga estrutura, uma adição de aproximadamente 15330 metros quadrados. O projeto geral de reforma foi concebido para otimizar e modernizar os atuais espaços programáticos do museu, proporcionando maior flexibilidade além de ampliar o antigo lobby, transformando-o em um amplo e iluminado espaço de pé-direito duplo que se abre generosamente para o espaço público, atravessando todo o edifício para conectar as ruas 53 e 54, convidando os visitantes a descobrir uma infinidade de novos percursos e espaços. No coração do edifício, novos espaços incluindo um laboratório de criatividade foram concebidos para oferecer mais oportunidades para que os visitantes possam se conectar com o museu e interagir com o massivo acervo de um dos maiores e mais importantes museus de arte moderna do mundo. A antiga loja do Museu foi relocada um nível abaixo daquele que ocupava anteriormente para que possa ser vista a partir do nível da rua através de uma impressionante parede cortina, enquanto que o café, implantado no sexto pavimento, conta com um amplo terraço ao ar livre de frente à  53rd Street. Com todas estas novidades, o novo MoMA se transforma em um espaço mais acessível, transparente e democrático, aproximando a arte do grande público da cidade de Nova Iorque. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar