Dominique Perraut sobre a Notre-Dame: "deve renascer no coração de uma cidade que pulsa como uma metrópole"

Dominique Perraut sobre a Notre-Dame: "deve renascer no coração de uma cidade que pulsa como uma metrópole"

Um dos mais importantes nomes da arquitetura contemporânea francesa, Dominique Perrault, compartilhou em uma entrevista todas as suas preocupações depois que um incêndio destruiu grande parte da estrutura de madeira da mais famosa obra de arquitetura religiosa do mundo, a Catedral de Notre Dame de Paris. Mundialmente conhecido por seu projeto para a Biblioteca Nacional da França, Perrault participou de centenas de diferentes projetos na França e no mundo, incluindo um estudo realizado em 2015 em parceria com o presidente do Centro de Monumentos Nacionais da França, Philippe Belaval, para garantir a sobrevivência da Île de la Cité como o principal elemento urbano do centro de Paris. O ArchDaily está publicando a entrevista de Perrault na íntegra, enfatizando a sua postura em relação ao trágico incêndio da Catedral de Notre Dame.

"Notre-Dame é o coração da cidade de Paris, o maior tesouro da Île de la Cité e um dos maiores símbolos culturais do mundo ocidental, o qual, está passando pelo mais trágico momento de toda a sua história. Imagens que chocaram o mundo, chamas que silenciaram pessoas de todas as culturas, nações e credos, momentos que fizeram parar os nossos corações, uma lembrança que, assim como a vida, a arquitetura é de fato um artefato frágil e efêmero. A Notre-Dame de Paris está se tornando em um novo ícone, um símbolo de que a preservação de nosso patrimônio construído, é de fato, indispensável. Como uma ferida que arde dentro de cada um de nós, este monumento em chamas também está elevando à máxima potência a dimensão emocional da arquitetura e seu valor cultural, sua força vital e simbólica que por centenas de anos alimentou a criatividade de artistas, escritores e a fé de milhões e milhões de pessoas ao redor do mundo.

Notre-Dame é uma jóia da arquitetura, um objeto único em pleno coração da Île de la Cité, um monumento que nasceu na cidade romana de Lutetia e chegou até a cidade de Paris do século XXI, um universo em si. Enquanto a igreja se consumia em chamas, arquitetos do mundo todo, pessoas que constroem e reconstroem nossa história todos os dias, começaram a se perguntar: e agora?

No estudo desenvolvido para a Île de la Cité em 2015, Perrault procurou descobrir os meios através dos quais poderíamos nos certificar que o assentamento original da cidade de Paris em um ilha no meio do Sena pudesse persistir como o principal elemento urbano de uma das maiores e mais antigas cidades do mundo. Por isso e por tantas outras razões este incêndio mexeu profundamente com o arquiteto francês. No estudo de 2015, a Catedral de Notre Dame havia sido identificada como o mais importante elemento para a garantia do futuro da Île de la Cité.

Com o corpo ainda quente apesar de desprovido de vida, começamos a pensar e falar em um projeto de reconstrução. O futuro de Notre-Dame é um assunto extremamente delicado, mas em nenhum momento devemos nos deixar abater pela irreversível perda daquele magnífico telhado medieval de madeira. A arquitetura é uma herança que se sedimenta aos poucos, que se contrói em diferentes camadas que se depositam uma sobre as outras ao longo dos séculos. A Catedral de Notre-Dame nunca, nem mesmo por um momento, foi uma obra de arquitetura intocável. Ela foi construída e reconstruída ao longo dos séculos. Inevitavelmente ela será reconstruída e realmente não importa como, desde que a sua essência permaneça.

Portanto, por se tratar de um desafio sem precedentes, devemos rever completamente a nossa relação com o passado e a herança do nosso patrimônio construído, e acima de tudo, acreditar em sua capacidade de resiliência. A Notre-Dame deve renascer das cinzas, deve ser reconstruída como tantas outras catedrais ao redor do mundo um dia foram reerguidas. O projeto de reconstrução deverá garantir a preservação e a proteção de seu legado, deverá trazê-la de volta a vida mas sabendo que não estamos mais na idade média, uma arquitetura que través da beleza, transcenda uma simples reconstrução.

Finalmente, a energia única deste lugar fará com que a sua presença seja ainda mais contundente, uma ressonância mais ampla, transfigurando a sua própria arquitetura. O futuro deste monumento está em jogo. A Notre-Dame e a sua Île de la Cité deverão mais uma vez renascer no coração de uma cidade que agora pulsa como uma metrópole. Este será de fato um desafio fascinante para todos nós."

Dominique Perrault, Arquiteto, membro do Institut de France

16/04/2019

Sobre este autor
Cita: Baldwin, Eric. "Dominique Perraut sobre a Notre-Dame: "deve renascer no coração de uma cidade que pulsa como uma metrópole"" [Dominique Perrault on Notre Dame: "The Heart of the Heart"] 23 Abr 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/915462/dominique-perraut-sobre-a-notre-dame-deve-renascer-no-coracao-de-uma-cidade-que-pulsa-como-uma-metropole> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.