Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Artigos
  3. ‘Bizarre Columns’: a desconstrução da coluna, por ENORME Studio

‘Bizarre Columns’: a desconstrução da coluna, por ENORME Studio

‘Bizarre Columns’: a desconstrução da coluna, por ENORME Studio
‘Bizarre Columns’: a desconstrução da coluna, por ENORME Studio, Cortesía de Paco Alfaro
Cortesía de Paco Alfaro

Coluna [Sust. f. do lat. columna] Elemento de suporte vertical e alongado, generalmente de seção circular, que serve para decorar e dar suporte a outros elementos estruturais. 

Cortesía de Paco Alfaro
Cortesía de Paco Alfaro

De acordo com Vitruvius e Pausanias, a columna é um elemento arquitetônico derivado originalmente dos troncos utilizados em construções primitivas como pequenas casas e edifícios religiosos. No Egito e na Pérsia, eram comumente encontradas em palácios e templos. Na arquitetura românica, além de sua razão construtiva, eram utilizadas com uma finalidade didática, uma narrativa espacial das Sagradas Escrituras. Durante a baixa idade média estes elementos construtivos passaram a ser agrupados, construindo feixes e ogivas que deram forma à arquitetura gótica. Elas evoluíram e se transformaram até chegar ao Renacimento e depois ao Neoclassicismo, passando a simbolizar uma razão quase nostálgica. Em última instância, as colunas tornaram-se elementos ampla e pedantemente decorados durante o Plateresco, o Barroco e o Rococó, até finalmente, serem desprovidas de todo e qualquer tipo de ornamento e devolvidas a sua simples e primária razão estrutural imposta pela nova ordem definida pela modernidade.

© Javier de Paz García
© Javier de Paz García

Dispostas e alinhadas sobre o piso de uma catedral ou elevadas em um pedestal em frente a um templo romano, comumente são compostas por base, fuste e capitel, denominadas como pilar ou pilastra quando sua seção é retangular ou assumindo tantas tipologias diferentes como nenhum outro elemento arquitetônico: fasciculadas, geminadas, historiadas, ofídicas, rostradas, salomônicas. Colunas são elementos tão específicos e ao mesmo tempo, tão paradoxalmente reinterpretados. Talvez este seja o momento de reinveta-las mais uma vez, de desintegrar os seus conceitos e varrer seus últimos significados para sempre, de romper com qualquer conceito racional, de construir um discurso autônomo, de transformar o diálogo em um monólogo. Para Carmelo Rodríguez do ENORME Studio, este é o momento de transcender questões históricas e conceitos objetivos para abrir um novo debate, fascinante e cativante, este é o verdadeiro objetivo de seu projeto Bizarre Columns.

© Javier de Paz García
© Javier de Paz García

Através de uma profunda e extensa pesquisa histórica, reflexões sobre o caráter destes elementos e a compreensão de sua evolução ao longo do tempo, Carmelo pode então definir o indefinível, transformar a razão em fantasia; algo tão fora dos padrões normativos que nenhuma elemento existente era capaz de definir. Carmelo nos apresenta não apenas um, mas dois destes elementos: Doricahhh e Jonicahh. Duas imagens, duas luminárias que dão luz a estes conceitos, criando novas imagens que compõe e outorgam significado ao seu analítico estudo sobre as colunas. ‘Bizarre Columns’ nos re-introduz ao elemento mais paradoxal da história da arquitetura: as colunas estão de volta, e elas voltaram com tudo.

© Javier de Paz García
© Javier de Paz García

Duas luminárias que exploram todo o potencial pitoresco das históricas colunas dóricas e jônicas, reinterpretando-as e transformando os mais tradicionais elementos arquitetônicos da história da humanidade em peças exclusivas de design. Redefinindo o próprio conceito, Carmelo converte colunas uma vez talhadas na pedra em elementos construídos em acrílico fluorescente, se apropriando de elementos convencionais como uma lâmpada fluorescente e uma incandescente para dota-las de um novo significado, um exercício de Classicismo Free Style.

“Estas colunas são da ordem Free Style, como no passado foram as ordens dórica, jônica ou como tantas outras ordens compostas. Estes novos elementos contemporâneos, assim como seus predecessores, foram criados em busca de um novo significado. Tudo aquilo que é novo surge por esse desejo de significar” - Jencks, Charles. “Free Style Orders”, 1982. p.110. 

BIZARRE COLUMNS

2019 Jonicahhh / @carmelo_rc @enormestudio FURNITURE COLUMNS Drawing by @pacoalfaroanguita #bizarrecolumns #furniturecolumns #jonicahhh #lightingdesign #design #designlovers #designporn #freestyleclassicism https://www.instagram.com/p/BvmoBz_FIRZ/?utm_source=ig_tumblr_share&igshid=1g7hv9kxjd21b

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Fernández, Borja. "‘Bizarre Columns’: a desconstrução da coluna, por ENORME Studio" [‘Bizarre Columns’: la deconstrucción de la columna por ENORME Studio] 25 Abr 2019. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/915459/bizarre-columns-a-desconstrucao-da-coluna-por-enorme-studio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.