O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Estruturas E Instalações
  4. Coreia do Sul
  5. Carlos Castanheira
  6. 2018
  7. Saya Park / Álvaro Siza + Carlos Castanheira

Saya Park / Álvaro Siza + Carlos Castanheira

Saya Park / Álvaro Siza + Carlos Castanheira
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG

Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG + 55

  • Colaboradores

    Rita Ferreira, Diana Vasconcelos, Luíza Felizardo, Nuno Rodrigues, Filipa Guedes
  • Consultoria

    HDP – Paulo Fidalgo (Estrutura)
  • Texto

    Carlos Castanheira
  • Maquetes 3D

    Germano Vieira
  • Mais informações Menos informações
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG

Pavilhão de Arte

Existem projetos que nascem tanto fora de seu lugar como para ele.

Existem projetos que criam o lugar para eles mesmos.

O Pavilhão de arte  modificou o local da colina e também se adaptou a ele. E todos nós também nos adaptamos à beleza deste projeto.

Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG

Houve uma forte vontade de construir essa ideia particular nesse terreno e todos os desafios foram superados.

O caminho da floresta também se faz entre altos muros de concreto, de textura bruta, mas elegante na forma.

Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG

Nós atravessamos um volume isolado, destinado para estudo e informação: a biblioteca.

Entramos no Pavilhão de Arte como se entrássemos em uma escultura que nos absorve e nos permite sentir o espaço, a luz, a sombra, o tempo e também o que veio antes e o que está além.

Ao chegar no final da rota, somos apresentados a uma visão externa do infinito.

Dentro do espaço, procuramos nosso próprio infinito interno e pessoal.

Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Cortes - Pavilhão de Arte
Cortes - Pavilhão de Arte
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG

Na arquitetura, o espaço é o tempo.
Na arquitetura, a luz é definida como forma.
Na arquitetura, o percurso surpreende.
Na arquitetura, materiais brutos transmitem elegância.
Na arquitetura, a função está lá.
Na arquitetura, a sombra revela a beleza.

Capela

Saya Park não tinha uma capela.

Havia muitos símbolos para meditação e introspecção, permitindo aos visitantes experimentar momentos de beleza ao ar livre.

Um espaço de beleza interno era necessário.

Capela © Fernando Guerra | FG+SG
Capela © Fernando Guerra | FG+SG

O edifício da capela implanta na encosta, abrindo-se para o leste e permitindo a luz do novo dia.

Compartilha a localização com outros espaços de grande simbolismo e significado emocional.

Sua geometria é pura, porque sua função também é pura.

Quando entramos, somos banhados pela luz que penetra através de uma pequena abertura. Mas seu efeito, sua grandeza, é surpreendente.

Plantas e Cortes - Capela
Plantas e Cortes - Capela

Destinado à adoração cristã, nos abre para a espiritualidade.

Espaço, tempo e meditação são grandes maravilhas que se encaixam neste pequeno edifício.

Como eles fazem na Alma.

Capela © Fernando Guerra | FG+SG
Capela © Fernando Guerra | FG+SG

Observatório

Atravessamos o Saya Park através de uma floresta de pinheiros.

Na paisagem imediata; somos absorvidos pela natureza.

As vistas são filtradas através de ramos retorcidos e vegetação baixa.

Observatório © Fernando Guerra | FG+SG
Observatório © Fernando Guerra | FG+SG

Uma torre construída de concreto aparente fica em uma pequena colina.

Está situada acima do vale, tentando torná-la mais estreita.

A curiosidade nos atrai para a torre, para subir e alcançar o topo.

No caminho, passamos pelas janelas que dão vista para o exterior; vislumbres fugazes.

Plantas e Corte - Observatório
Plantas e Corte - Observatório

No topo, uma varanda se abre para o sul. Nós olhamos e estamos ofuscados.

O vale profundo é esmagado pela escala das montanhas e sua história.

A descida provoca introspecção quando voltamos à terra.

Observatório © Fernando Guerra | FG+SG
Observatório © Fernando Guerra | FG+SG

O acabamento quase cru do concreto aparente contrasta com a pureza da forma.

Apesar de sua aparência simples, a essência da torre é complexa.

Sua função é a essência da arquitetura.

Plantas e Corte -  Observatório
Plantas e Corte - Observatório

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Saya Park / Álvaro Siza + Carlos Castanheira" [Saya Park / Álvaro Siza + Carlos Castanheira] 12 Nov 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/905656/saya-park-alvaro-siza-plus-carlos-castanheira> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.