Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

M·Cube / MVRDV

M·Cube / MVRDV
© Seth Powers
© Seth Powers

© Seth Powers © Seth Powers © Seth Powers © Seth Powers + 22

Shopping  · 
Dongcheng, China
  • Arquitetos Autores deste projeto de arquitetura MVRDV
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Hunter Douglas Architectural (Europe)
  • Arquiteto responsável

    Jacob van Rijs
  • Sócio responsável

    Wenchian Shi, Fokke Moerel
  • Equipe de projeto

    Jose Ignacio Velasco Martin, Aser Giménez, Marta Pozo, Cai Zheli, Wing Yun, Helen Tai, Arjen Ketting, Antonio Coco, Leo Stuckardt, Jonathan Schuster, Bowen Zhu and Rune Veile
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

  • Co-autor

    Xinjiyuan Construction Company Engineering Design LTD.
  • Paisagismo

    Urbis Landscape
  • Consultoria de fachada

    Meinhardt Facade Technology, Pequim, CN
  • Fornecedor de revestimento cerâmico

    Hunter Douglas Architectural Terracotta
  • Iluminação

    LPA, Toquio, JP
  • Interiores

    AGC Design, HK
  • Construtora

    Gartner (Permasteelisa Group), Xangai, CN
Mais informações Menos informações
© Seth Powers
© Seth Powers

Descrição enviada pela equipe de projeto. O mais recente projeto do MVRDV na China acaba de ser inaugurado. Conhecido como KWG·M·CUBE, o shopping center de mais de 40 mil metros quadrados foi encomendado aos arquitetos holandeses para se tornar o mais novo ícone da arquitetura contemporânea. Com um volume multifacetado que dialoga com o contexto e se adequa às condições ambientais locais, o edifício foi acabado com um revestimento cerâmico perolado, que reflete um amplo espectro de cores de acordo com as condições de iluminação.

Masterplan
Masterplan
Cortesia de MVRDV
Cortesia de MVRDV

Localizado junto ao principal anel viário urbano de Pequim, o KWG·M·CUBE foi implantado ao lado da Estação Central de Trens de Pequim e muito próximo ao Templo do Céu e a Cidade Proibida. Tirando partido desta localização extremamente privilegiada, o cliente solicitava um edifício de arquitetura sofisticada, que fosse capaz de expressar o espírito de sua época em contraste com os edifício históricos do entorno. Por outro lado, os órgãos competentes da cidade de Pequim argumentavam à favor de um edifício que respeita-se a paisagem histórica e fosse discreto frente à movimentada rua onde está inserido.

O MVRDV foi então contratado para projetar este edifico considerando estas duas demandas divergentes. O resultado desta tarefa se materializa em um volume de sete pavimentos que atinge a altura máxima permitida por lei, ou seja, 36 metros - um edifício excepcionalmente alto para um shopping center. A forma do edifício resulta de um processo de lapidação, recortes em ângulos variados para melhor orientar as fachadas segundos os elementos as quais fazem frente, construído uma linguagem que procura adaptar-se ao contexto mas sem abrir mão de sua originalidade. Estas operações permitiriam ainda que os arquitetos do MVRDV incluíssem uma série de terraços ao ar livre em cada um dos níveis, os quais estão simbolicamente orientados para os principais pontos de referência da cidade - como a Cidade Proibida e o Templo do Céu.

© Seth Powers
© Seth Powers

A envoltória do edifício foi executada em fachada cerâmica perolada que reflete as diferentes condições de iluminação natural ao longo do dia, passando de tons de cinza até um espectro colorido, criando uma dinâmica sutil e não apelativa para se destacar e chamar a atenção dos transeuntes. Produzidos artesanalmente na China, esses azulejos foram feitos aplicando-se três camadas de esmalte, as quais foram queimadas em diferentes temperaturas.

© Seth Powers
© Seth Powers

“Projetamos o KWG·M·CUBE para ser um edifício dinâmico, com elementos que reproduzem distintos padrões de cores e tonalidades. Dependendo de como está o clima, a fachada pode variar de um cinza apagado até um brilhante arco-íris”, diz Jacob van Rijs, diretor e co-fundador do MVRDV. “Nesta região histórica de Pequim há sérias restrições à arquitetura, por isso muitos dos edifícios próximos foram construídos em tons de cinza e bege. Nós, por outro lado, procuramos encontrar uma solução que nos permitisse adaptar-se a estas demandas mas que pudesse também, como o cliente desejava, ter o seu brilho próprio. O resultado disso satisfaz ambas as demandas concorrentes e cria um objeto arquitetônico atraente, aonde a diferença entre exuberância e modéstia é apenas uma questão de perspectiva.”

© Seth Powers
© Seth Powers

O tratamento da superfície que envolve o edifício também responde as necessidades iluminação natural e eixos visuais do programa do shopping. Enquanto algumas áreas da superfícies necessariamente precisavam ser fechadas ou cegas, outras acabaram completamente permeáveis de modo a permitir a iluminação natural de forma difusa no interior do edifício, por isso há momentos onde os elementos cerâmicos criam um certo tipo de padrão quadriculado vazado. Em outros momentos, como junto aos lobbies e cafés, os azulejos dão lugar a enormes aberturas de vidro que permitem a conexão visual direta entre o interior e o exterior. 

Fachada
Fachada
Fachada
Fachada
Fachada
Fachada

Para acomodar os sete pavimentos do shopping center, o MVRDV propôs dividir o programa do M-Cube em dois elementos: nos primeiros três pavimentos foi implantado o shopping center em si, aonde encontram-se principalmente as lojas e espaços comerciais, enquanto que os níveis superiores abrigam os restaurantes, bares e cafés. Para permitir o funcionamento independente de cada uma das partes do programa, elevadores segregam o fluxo do edifício atendendo a cada uma das atividades independentemente. Para completar essa sobreposição programática, um amplo terraço jardim na cobertura foi criado para que os visitantes possam relaxar e admirar o panorama completo de Pequim.

© Seth Powers
© Seth Powers

O MVRDV venceu o concurso de projeto para o KWG·M·CUBE realizado pela KWG Group Holdings em fevereiro de 2012 e trabalhou no projeto em conjunto com os consultores de fachadas Meinhardt Façade Technology, a empreiteira Gartner Permasteelisa Group além dos fabricantes de azulejos NBK e HDTC.

© Seth Powers
© Seth Powers

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: Pequim, China

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Escritório
Cita: "M·Cube / MVRDV" [M·Cube / MVRDV] 24 Out 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Libardoni, Vinicius) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/904587/m-star-cube-mvrdv> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.