Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

7 Filmes para assistir do Festival de Cinema de Arquitetura de Roterdã

7 Filmes para assistir do Festival de Cinema de Arquitetura de Roterdã

Nos últimos anos, festivais de cinema de arquitetura surgiram em todo o mundo, oferecendo aos críticos, teóricos e todos os pensadores de arquitetura um meio adicional para expressão e discussão da disciplina.A relação simbiótica entre arquitetura e cinema deriva do efeito da arquitetura em seu ambiente construído e de seu impacto social / cultural determinante.

À medida que o público internacional cresce e surgem novos gêneros, os festivais de cinema de arquitetura passaram a abranger mais do que apenas a visualização de filmes; programas, palestras e discussões são organizadas, aumentando o impacto intelectual dos filmes apresentados. O Festival de Cinema de Arquitetura de Roterdã (Architecture Film Festival Rotterdam - AFFR) está comemorando sua décima edição em outubro, explorando o conceito de “construir a felicidade” em uma época em que procuramos construir um mundo mais sustentável - um desafio tanto para os projetos históricos quanto contemporâneos.

Abaixo, reunimos os destaques do Festival, com temas como Jean Nouvel, paisagens pós-industriais e grandes reformas de galerias.

1. Mole Man

Do criador: Mole Man conta a comovente história de Ron Heist, um homem de 66 anos com autismo, que trabalha em uma edificação no quintal de seus pais desde 1965. Construído sem cimento ou pregos, o prédio tem cinquenta quartos até agora. A estrutura pode suportar seu próprio peso devido à maneira cuidadosa como foi construído. Embora o processo contínuo de construção mantenha Ron feliz e satisfeito, sua família e amigos estão começando a se preocupar com ele. O que vai acontecer com ele quando sua mãe de 90 anos falecer?

2. Do More with Less

Do criador: “Um filme que fala sobre os fundamentos da arquitetura: como criar projetos interessantes com recursos limitados e uso limitado de materiais.Muitos jovens arquitetos da América Latina são forçados, por necessidade, a trabalhar em tais circunstâncias, mas vêem isso não como uma limitação, mas como um desafio. Do More With With Less oferece uma visão otimista e inspiradora da arquitetura e incentiva a não perder tempo e colocar a mão na massa!”

3. Frey: The Architectural Envoy

Do criador: “Ele foi um dos arquitetos que moldaram o estilo otimista e modernista em Palm Springs nos anos 1950 e 60. Nascido na Suíça, Albert Frey trabalhou na Villa Savoye com Le Corbusier, mas sua paixão por novos materiais e estruturas ousadas não foi completamente reconhecida até ele ir para os Estados Unidos. Sua estética simplificada atraiu muitas estrelas de Hollywood que queriam construir uma casa em Palm Springs. O filme é a primeira metade de um retrato em duas partes de Albert Frey. Espera-se que a segunda parte seja lançada na primavera de 2019.”

4. Jean Nouvel: Reflections

Do criador: “O arquiteto vencedor do prêmio Pritzker, Jean Nouvel, está no auge de uma carreira já lendária. Aos 70 anos, ele circula pelo mundo, cuidando de projetos monumentais como o Louvre Abu Dhabi, o Museu Nacional do Catar e o Museu Nacional da China. Entre os arquitetos mais inovadores, instigantes e rebeldes de sua geração, Nouvel reflete sobre seu trabalho, bem como sobre sua filosofia de projeto”.

5. Kevin Roche: The Quiet Architect

Do criador: Ele trabalhou com Maxwell Fry e Eero Saarinen, ganhou o Prêmio Pritzker, e sua imensa obra reflete os últimos 70 anos da história americana. Escultural, icônico, com um poderoso talento para o drama, e sempre – em convergência com suas raízes irlandesas – com uma estreita comunicação com a natureza. Este documentário longa metragem sobre Kevin Roche, de 96 anos, oferece uma visão geral intrigante de uma obra excepcional de um arquiteto, com foco na natureza versátil de uma época em que os Estados Unidos ainda eram otimistas.

6. Planeta Petrila

Do criador: “A mina de carvão na cidade romena de Petrila é mais do que uma mina. Para os habitantes da cidade, é a vida deles, sua fonte de renda e o ponto crucial da comunidade. Mas a mina está fechando e as regulamentações europeias determinam a demolição total. O ex-mineiro e artista Ion Barbu decide reunir esforços para impedir a destruição da mina. Ele usa sua arte para manter vivo o espírito da mina, resultando em imagens absurdas. "A Europa é apenas um continente. Petrila é um mundo."

7. Portrait of a Gallery

Do criador: “A National Gallery em Dublin é o museu mais importante da Irlanda. Assim como o Rijksmuseum de Amesterdã, ela foi recentemente reformada e câmeras registraram os trabalhos por três anos. Como aparentemente é comum, as renovações sofreram atrasos e a obra acabou sendo muito mais cara do que o estimado e projetado. Como um país lida com sua herança cultural nacional? Filme para pessoas que amam a Nova National Gallery.”

Via Architectural Film Festival Rotterdam

Sobre este autor
Cita: Lindsay Duddy. "7 Filmes para assistir do Festival de Cinema de Arquitetura de Roterdã" [7 Architecture Films to Watch from the Architecture Film Festival Rotterdam] 20 Out 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Moreira Cavalcante, Lis) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/904238/7-filmes-para-assistir-do-festival-de-cinema-de-arquitetura-de-roterda> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.