Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. MUDA-Architects vence concurso para "a mais bela livraria de Chengdu"

MUDA-Architects vence concurso para "a mais bela livraria de Chengdu"

MUDA-Architects vence concurso para "a mais bela livraria de Chengdu"
MUDA-Architects vence concurso para "a mais bela livraria de Chengdu", Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects

Em julho de 2018, sob o nome de "a mais bela livraria de Chengdu", foram anunciados os resultados do concurso. Com um total de 486 pessoas inscritas e 249 planos conceituais recebidos, MUDA-Architects se destacou dos 20 finalistas e ganhou o primeiro prêmio no concurso de projeto.

MUDA-Architects utiliza este projeto para refletir o temperamento urbano e estilo de vida único de Chengdu através do projeto da livraria, demonstrando respeito ao ambiente natural do Lago Xinglong, desenhando um projeto ecológico visando a "integração da paisagem e simbiose urbana".

Cortesia de MUDA-Architects Cortesia de MUDA-Architects Cortesia de MUDA-Architects Cortesia de MUDA-Architects + 18

Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects

O projeto está localizado no lado leste da área da baía do lago Xinglong, com um retângulo de 12m X 39m como uma fundação plana. MUDA-Architects leva a ideia de "um livro caindo do céu" como o ponto de partida da narrativa, e a forma arquitetônica é tirada da forma do "livro". Através desta metáfora, MUDA-Architects espera que as pessoas possam verdadeiramente entrar neste edifício e completar uma jornada de autodescoberta num ambiente pacífico. O ponto mais baixo da cobertura tem 3 metros de altura, um canto do edifício é elevado a 16 metros e o outro canto de 7,5 metros, formando um telhado com simbolismo espiritual. Quando o vento bate levemente na água, a superfície do lago ecoa com o teto curvilíneo.

O edifício está se expandindo linearmente de acordo com as condições do local, permitindo-se estar conectado ao lago aberto. A escolha de uma plataforma hidrofílica que se estende para fora da água e uma janela de vidro que se abre na elevação perto do lago mostram respeito à natureza. O espaço e o ambiente natural juntos produzem uma interação positiva, o edifício responde ao ambiente natural de uma maneira quase "translúcida": prados, árvores, água, grama e a superfície suave e refletida do lago.

Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects

Entrando na livraria da entrada principal, as dimensões do espaço ainda não são totalmente expostas - apenas o primeiro plano, vários degraus e duas paredes de exposição. Antes que as pessoas possam observar toda a área central do edifício, eles podem espreitar a vista do lago dotado de natureza através da janela à esquerda. A área de entrada da exposição não é projetada para livros, mas sim para permitir que as pessoas se acalmem antes de continuarem na área de leitura.

Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects

Passando pela área de exposição e caminhando alguns degraus abaixo, a área afundada de leitura está escondida atrás da parede. Os leitores podem entrar no estado de leitura mais confortável posicionando-se de pé, inclinados ou nos degraus. Quando o tempo está bom, a parede de cortina de vidro ao lado do lago pode ser expandida. Com as janelas abertas, uma fileira de mesas e cadeiras juntas formam uma área de café e leitura. Esta é a área mais próxima do lago, com a brisa sussurrante e as aves, os leitores podem curtir a leitura com a natureza.

Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects

A meditação leva em conta a necessidade do auto-diálogo. Este é um longo espaço semelhante a um corredor, a parede exterior abre com diferentes tamanhos e formas de furos que permitem a penetração da luz natural. A mudança do tempo pode ser sentida com a alteração do ângulo de luz. Enquanto isso, a parede interna tem uma abertura horizontal e fina, ao mesmo nível dos olhos das pessoas, permitindo que vejam o lago diretamente pela janela, como se estivessem fora do prédio e na paisagem natural.

Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects

A sala de conferências e a área de logística estão localizadas no final do edifício e podem ser acessadas da periferia do prédio. Esse design garante a privacidade e a conveniência do espaço, e a área de leitura também não será afetada.

Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects

Sem corredores sinuosos, todo o espaço dá ao leitor possibilidades ilimitadas e grande liberdade física e mental. MUDA-Architects usa linguagem arquitetônica para propor a relação entre homem e livros, homem e natureza, e homem e espaço. Dentro deste edifício, montanhas, lagos e coisas são equivalentes às pessoas, nós recuperamos o interesse um do outro enquanto esquecemos de nós mesmos;

Cortesia de MUDA-Architects
Cortesia de MUDA-Architects

Notícias via: MUDA-Architects

  • Nome do Projeto:Xinglong Lake Bookstore Design
  • Localização: Chengdu, China
  • Área: 500 m²
  • Gerente de Projeto: Lu Yun
  • Equipe de Projeto: Lu Yun, Zhao Guojun, Ni Dandan, Li Yue, Lin Jiayi, Liu Xiaoqiao, Li Rang, Liu Hanning

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Winnie Wu. "MUDA-Architects vence concurso para "a mais bela livraria de Chengdu"" [MUDA-Architects Won "the Most Beautiful Bookstore in Chengdu" As the Result of A Bookstore Design Competition ] 22 Ago 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/900553/muda-architects-vence-concurso-para-a-mais-bela-livraria-de-chengdu> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.