O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Clássicos da Arquitetura: Conjunto Habitacional Matta Viel / Bresciani Valdés Castillo Huidobro

Clássicos da Arquitetura: Conjunto Habitacional Matta Viel / Bresciani Valdés Castillo Huidobro

Clássicos da Arquitetura: Conjunto Habitacional Matta Viel / Bresciani Valdés Castillo Huidobro
Clássicos da Arquitetura: Conjunto Habitacional Matta Viel / Bresciani Valdés Castillo Huidobro, Cortesía de Leonardo Suárez
Cortesía de Leonardo Suárez

Localizado em frente ao atual Parque O'Higgins, o conjunto projetado pelo escritório Bresciani Valdés Castillo Huidobro (BVCH) em 1952 é um dos modelos mais importantes de habitação social promovido pelo setor público no Chile, já que se implanta harmoniosamente no tecido urbano, responde adequadamente às diferentes escalas do conjunto - volume e apartamentos -, e acima de tudo, resulta em uma obra entendida e apropriada por aqueles que a habitam.

via Archivo Eliash - Moreno de Arquitectura Moderna en Chile via Archivo Eliash - Moreno de Arquitectura Moderna en Chile via Archivo Eliash - Moreno de Arquitectura Moderna en Chile via Archivo Eliash - Moreno de Arquitectura Moderna en Chile + 34

Num primeiro momento, e na escala do bairro, esta proposta procurou adaptar-se ao contexto, respondendo à existência imediata do Parque Cousiño (atual Parque O'Higgins) com o qual desejava estabelecer uma relação direta, organizando seus quatro blocos em forma de pente, de tal forma a configurar três pátios que se vinculassem visualmente ao parque adjacente.

via Archivo fotográfico Héctor Valdés
via Archivo fotográfico Héctor Valdés

Um primeiro volume: o bloco A, suporta o conjunto e por sua vez enfrenta a rua de San Ignacio, caracterizada por casas com fachada contínua, o que afeta a decisão de projetar um grande volume (largo e alto) que contém a maior parte das unidades habitacionais. Da mesma forma, a condição diagonal da avenida veicular é salva aqui com o recuo sutil do volume de cada sub-blocos de 13,2 metros de largura. Em sua totalidade, consiste em cinco andares construídos, um a mais do que os permitidos pela norma, tendo que gerar um descompasso em relação ao nível do solo, o que implica entrar no primeiro departamento pelo nível -1.

Vereda Avenida Viel. Image via CA 68, 1992
Vereda Avenida Viel. Image via CA 68, 1992

Os outros três volumes: blocos B - C - D, são compostos de apartamentos simples no primeiro nível, e duplex no segundo e quarto andares, concretizando um programa muito mais leve que o anterior. Destaca-se aqui a particularidade do volume B, voltado para a avenida Matta, no primeiro andar, com a distribuição de estabelecimentos comerciais em toda sua extensão.

Bloco A
Bloco A

Em sua totalidade, o conjunto projeta seis tipos de apartamentos, somando um total de 94 unidades: 52 apartamentos de sete ambientes e 42 apartamentos de cinco ambientes, diferenciando entre simples e duplex.

Blocos B-C-D
Blocos B-C-D

Por outro lado, em toda a escala, evidencia-se a proposta de espaços comuns, em que se destaca a presença de pátios abertos e cobertos com plantas livres, circulações elevadas, circulações cobertas, passeios e decorações artesanais e artísticas. Esse diálogo entre os elementos pré-fabricados, típico de uma inovação construtiva, e os elementos artesanais, símbolos de uma tradição que em sua articulação compõem e caracterizam o projeto.

Entorno imediato e implantação
Entorno imediato e implantação

Essa interação entre o espaço privado e o espaço público, constrói o que poderíamos chamar de espaço comum, capaz de acolher os habitantes e dar espaço às suas ações, promovendo a vida comunitária e a interação social.

Sistema de circulações e pátios
Sistema de circulações e pátios

Por um lado, você tem o pátio coberto do bloco C, chamado por seus habitantes como "o telhado" ou "a esplanada". Este espaço, além de ser o centro geométrico do conjunto, apóia reuniões e atividades de entretenimento, como brincadeiras infantis, jogos de futebol, pingue-pongue, local de convívio, religiosas e diversas reuniões de integração, destacando sua flexibilidade e flexibilidade. condição de espaço semi-fechado.

Cortesía de Amanda Gonzalez
Cortesía de Amanda Gonzalez
Cortesía de Leonardo Suárez
Cortesía de Leonardo Suárez

Além disso, três outros pátios abertos são configurados a partir do arranjo dos quatro blocos, sendo por sua vez divididos pelos eixos de circulação cobertos. Embora no início estes locais não procurassem ser parques temáticos, sendo concebidos sob princípios de grande extensão e flexibilidade, ao longo do tempo foram caracterizados pela comunidade, adquirindo certa condição inerente a cada uma das situações que neles se desenvolvem. É assim que é possível diferenciar entre o pátio 1, o local das quadras e festividades comunitárias, o pátio 2, o local da piscina (fechado em 1990) e o pátio 3 ou "a pequena floresta".

Cortesía de Amanda Gonzalez
Cortesía de Amanda Gonzalez

Como um todo, a soma de áreas verdes e recreação assumiu um caráter de parque interior, que tem sido valorizado pelos moradores ao longo das décadas; não só pelo enorme potencial de integração comunitária, mas também pela tranquilidade que proporciona ao conjunto, imerso num entorno agitado.

Cortesía de Amanda Gonzalez
Cortesía de Amanda Gonzalez

Outro elemento importante que contribui para essa integração são as circulações cobertas dentro do conjunto. Estes delimitam a via de acesso aos departamentos, articulando os diferentes blocos, bem como constituindo um local de passeio, um espaço público dentro do complexo.

Cortesía de Amanda Gonzalez
Cortesía de Amanda Gonzalez

São estas circulações cobertas que recebem os habitantes dos diferentes acessos ao conjunto, marcados por áreas de maior superfície que podem ser entendidas como um limiar que marca a transferência da rua para o interior da casa.

Cortesía de Amanda Gonzalez
Cortesía de Amanda Gonzalez

Por sua vez, a rota implantada em toda a unidade também é replicada nas sacadas dos balcões que dão acesso aos apartamentos em altura. É possível identificar para estes, um corredor que foi alargado, conformando um pequeno terraço compartilhado para dar suporte a situações domésticas, como sair para respirar e sentar para conversar com os vizinhos, apreciando as vistas que a altura permite.

Escadas Blocos B-C-D
Escadas Blocos B-C-D

Por outro lado, em termos de moradia - e falando a partir de uma escala doméstica - os diferentes apartamentos têm um alto grau de conforto e habitabilidade, alcançado por tamanhos que foram manuseados com cuidado e uma disposição programática simples e clara.

Planta Original apartamento simples Bloco C
Planta Original apartamento simples Bloco C
Planta Original apartamento duplex G Bloco B-C-D - 1º nível
Planta Original apartamento duplex G Bloco B-C-D - 1º nível

Além de dar espaço às atividades da família, os apartamentos também favoreciam a vida em comunidade.

Planta Original apartamento simples Bloco C-D - 1º nível - tipo a
Planta Original apartamento simples Bloco C-D - 1º nível - tipo a

Finalmente, mergulhando em uma escala menor, os detalhes arquitetônicos são apreciados no encontro de materiais, caracterizados pelo ajuste entre novos elementos, como o uso de concreto armado e elementos pré-fabricados, e alguns materiais tradicionais como madeira, alvenaria de tijolos e pedra.

Blocos B-C-D fachada sul
Blocos B-C-D fachada sul
Cortesía de Amanda Gonzalez
Cortesía de Amanda Gonzalez

* As informações gráficas e escritas deste artigo foram compiladas do livro de Conjunto Habitacional Matta Viel, puesta en valor del patrimonio arquitectónico y vida en comunidad. Santiago, Chile : Consejo Nacional de La Cultura y Las Artes, Gobierno de Chile. Para mais informações, visite o seguinte link: Patrimonio Matta Viel.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Bresciani Valdés Castillo Huidobro
Escritório
Cita: Mariman Ramos, Cynthia. "Clássicos da Arquitetura: Conjunto Habitacional Matta Viel / Bresciani Valdés Castillo Huidobro" [Clásicos de Arquitectura: Conjunto Habitacional Matta Viel / Bresciani Valdés Castillo Huidobro] 06 Jul 2018. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/897737/classicos-da-arquitetura-conjunto-habitacional-matta-viel-bresciani-valdes-castillo-huidobro> ISSN 0719-8906