O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Restauro do Museu da Língua Portuguesa utiliza materiais reciclados do incêndio

Restauro do Museu da Língua Portuguesa utiliza materiais reciclados do incêndio

Restauro do Museu da Língua Portuguesa utiliza materiais reciclados do incêndio
Restauro do Museu da Língua Portuguesa utiliza materiais reciclados do incêndio, © Rodrigo Soldon, via Flickr. Licença CC BY-ND 2.0
© Rodrigo Soldon, via Flickr. Licença CC BY-ND 2.0

Intervenção feita sobre um bem histórico de forma a manter sua identidade e aspectos característicos de época, a arte da restauração tem como objetivo restabelecer a obra original ao máximo, preservando seu valor e sua identidade. 

Na restauração do Museu da Língua Portuguesa, na Estação da Luz, em São Paulo, madeiras com mais de 70 anos ganham nova vida para a recuperação das esquadrias e fachadas atingidas pelo incêndio de dezembro de 2015. O trabalho de reparação da ambiência arquitetônica do edifício – um marco da época de ouro das ferrovias no Brasil – vem mobilizando uma equipe de restauradores, auxiliares de restauro, mestres de carpintaria e mestres estucadores, que se dedicam diariamente ao resgate das formas originais.

Mais de 300 esquadrias estão sendo restauradas ou refeitas. Foi instalada uma marcenaria no primeiro andar do edifício, onde o material parcialmente carbonizado, peroba do campo rosa e amarela, é restaurado e reutilizado na obra. O desafio é recuperar o edifício, dentro das técnicas atuais de restauro, preservando todos os seus aspectos históricos.

Cerca de 85% da madeira necessária para a recuperação das esquadrias é reutilizada do material já existente no edifício: dos 20m³ de madeira necessários para a restauração, 17m³ são reaproveitados da sustentação da cobertura do prédio. A sustentabilidade é premissa para todas as etapas do projeto. Entre as ações para a obtenção do selo LEED estão a redução do consumo de energia, coleta de água de chuva para irrigação, gestão de resíduos durante a obra e o uso de madeira certificada. 

A previsão é que as obras das fachadas e esquadrias terminem em outubro. Na próxima etapa, tem início a reconstrução da cobertura do edifício, com previsão de duração de 10 meses. 

Histórico da reconstrução

Apenas 48 horas após o incêndio, foram iniciadas as ações emergenciais na Estação da Luz e no Museu da Língua Portuguesa, com o objetivo de preservar o conjunto arquitetônico, protegendo as áreas descobertas das chuvas e retirando os escombros. Em janeiro de 2016, foi firmado convênio entre a Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, a Fundação Roberto Marinho e a organização social IDBrasil, com o objetivo de reconstruir o Museu da Língua Portuguesa.

Sobre este autor
Cita: Romullo Baratto. "Restauro do Museu da Língua Portuguesa utiliza materiais reciclados do incêndio" 04 Set 2017. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/878921/restauro-do-museu-da-lingua-portuguesa-utiliza-materiais-reciclados-do-incendio> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.