O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Clássicos da Arquitetura: Banco de Crédito do Peru / Arquitectónica International Corporation

Clássicos da Arquitetura: Banco de Crédito do Peru / Arquitectónica International Corporation

Clássicos da Arquitetura: Banco de Crédito do Peru / Arquitectónica International Corporation
Clássicos da Arquitetura: Banco de Crédito do Peru / Arquitectónica International Corporation, Cortesia de CAP
Cortesia de CAP

A nova sede do Banco de Crédito do Peru, destinada para a direção central da instituição, é um marco da arquitetura peruana do século XX por seu vínculo com a modernidade. Emerge como uma arquitetura poderosa devido a sua monumentalidade sofisticada e localiza-se afastada da cidade, em um bairro de classe média e alta La Molina, na junção dos Andes e a cidade. A escala monumental de 5 andares impõe-se à escala do bairro, que conta com habitações de 2 a 3 andares.

Cortesia de CAP © Melissa Martínez Cortesia de CAP Cortesia de CAP + 36

© Gleen Goicochea
© Gleen Goicochea
© Delia Esperanza
© Delia Esperanza

O edifício foi projetado e construído pela empresa americana Arquitectónica entre os anos 1988 e 1990. Bernardo Fort-Brescia e Laurinda Spear, o casal de arquitetos principais, conseguiram vender uma ideia importante para o edifício emblemático do escritório no Peru. A imagem do edifício revela a intenção que trata de exportar a fórmula Koolhaas/Miami/modernidade mediante a combinação de materiais: ladrilhos de vidro, volumes aleatórios, exuberância, objetos soltos fora do volume, etc. O grande aporte de Arquitectónica é "ter definido uma modernidade distinta: contundente, buscando alcançar o lúdico monumentalizado, expressando-o em uma época onde o historicismo reinava, os volumes eram fechados, opacos e tristes...", assinala Queirolo.

Cortesia de CAP
Cortesia de CAP

Há duas ideias chave na concepção da implantação e forma: a primeira ideia não arquitetônica é o fato de parecer-se a um meteoro aterrissando no solo (nas colinas) como aplicando o reino da animação em um edifício; e a segunda, uma provocadora imagem para a realidade peruana de um suposto claustro colonial típico da arquitetura de Lima que faria chegar "finalmente" a sofisticação a Lima. Ainda assim, o banco tem muito mais referências à Villa Savoye de Le Corbusier do que a uma casa de Lima. Uma arquitetura mais autóctone se distingue evidentemente na artesania desenvolvida pelo arquiteto Chuy através dos detalhes nos acabamentos.

Planta Baixa - Térreo. Image Cortesia de CAP
Planta Baixa - Térreo. Image Cortesia de CAP
Fachada Noroeste. Image Cortesia de CAP
Fachada Noroeste. Image Cortesia de CAP

O volume outorga às três fachadas do terreno áreas verdes, continuando com o caráter verde do lugar. Em vez de nivelar uma área do lote para construir, os arquitetos optaram por aproveitar a topografia variada e, assim, enfatizar a oposição entre a forma tão geométrica do volume e a topografia acidentada da encosta sobre a qual o edifício se estabeleceu. Sem tocar o chão, descansando em pilotis na frente eles são pé-direito duplo, revelando uma fachada corbusiana com enormes colunas cilíndricas reminiscentes da arquitetura de Mussolini do Danteum ou o Eur de Roma.

Entrada. Image © Melissa Martínez
Entrada. Image © Melissa Martínez
Cortes. Image Cortesia de CAP
Cortes. Image Cortesia de CAP
© Melissa Martínez
© Melissa Martínez

A construção é de forma quadrada, com uma planta de 110 x 110 metros, com um dos lados removido para permitir que penetre ao espaço central, uma colina existente. Gera-se o contraste e a discrepância deliberada, entre a intenção de simetria do volume, em um anel quadrado e a ruptura do mesmo em um de seus lados. Responde à colina e à ruptura que conforma este volume no terreno e assim se abre para a colina para deixá-lo entrar. Há um efeito de caráter cenográfico de interrompendo a edificação em todos os quatro níveis, e tratando as fachadas em facetas quebradas como se a "quebrar" tivesse sido produzida por um deslizamento. Em conjunto, a abertura conseguida visualmente conecta o pátio com o morro ao fundo.

© Delia Esperanza
© Delia Esperanza
© Melissa Martínez
© Melissa Martínez

Espacialmente, ao longo de todo o espaço, há dois acentos que rompem principalmente o volume puro. Por um lado, um efeito de caráter cenográfico com a ruptura e a ponte, ainda que, por outro lado, há um efeito sobre o seu interior constituído por um átrio cilíndrico de planta elíptica. O volume cilíndrico merece menção especial, pois gera uma experiência cinematográfica. A elipse que serve como entrada ao edifício e vestíbulo principal desde o térreo à cobertura através de 5 níveis, destaca-se na construção de volume. Este espaço cilíndrico convida e envolve desde o princípio. Aspecto de uma versão moderna, em aço e blocos de vidro, de uma escadaria monumental colocada num espaço de planta elíptica. A maneira abrupta para alcançar a escada evoca o efeito do portal da Biblioteca Laurentina de Florença.

© Delia Esperanza
© Delia Esperanza
© Delia Esperanza
© Delia Esperanza
© Melissa Martínez
© Melissa Martínez
Cortesia de CAP
Cortesia de CAP

Um projeto que, inspirado por reminiscências do passado peruano em contraposição à modernidade, resulta ser um jogo de volumes e formas, de rupturas e materiais, contrastes e sobreposições que refletem a sensação de uma época.

Cortesia de CAP
Cortesia de CAP
  • Arquitetos

  • Localização

    Centenario 156, La Molina. Lima, Peru
  • Arquitetos Responsáveis

    Bernardo Fort-Brescia, Laurinda Spear
  • Diretor de Projeto

    Martin Wander
  • Chefe de Produção no Peru

    Enrique Chuy
  • Área

    48000.0 m2
  • Ano do projeto

    1988

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Arquitectónica International Corporation
Escritório
Cita: Bayona, Delia. "Clássicos da Arquitetura: Banco de Crédito do Peru / Arquitectónica International Corporation" 07 Ago 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Souza, Eduardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/877185/classicos-da-arquitetura-banco-de-credito-do-peru-arquitectonica-international-corporation> ISSN 0719-8906