O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Os próximos bancos de dados super-eficientes poderão ser submarinos

Os próximos bancos de dados super-eficientes poderão ser submarinos

Os próximos bancos de dados super-eficientes poderão ser submarinos
Os próximos bancos de dados super-eficientes poderão ser submarinos, Banco de dados prestes a ser lançado ao mar. Screenshot via Microsoft
Banco de dados prestes a ser lançado ao mar. Screenshot via Microsoft

De lulas gigantes a tesouros submarinos, o oceano tem uma maneira de esconder segredos melhor do que qualquer outro lugar na Terra - então por que não esconder suas informações pessoais lá também?

Esse cenário pode se tornar realidade em breve, de acordo com um anúncio da Microsoft em que a empresa afirmou que vem testando há um ano e meio um protótipo de banco de dados que fica completamente submerso na água. A ideia foi desenvolvida pelo engenheiro Sean James, que argumenta que colocar as grandes fazendas de servidores debaixo d'água poderia reduzir drasticamente os custos de construção e refrigeração, além de fornecer uma fonte confiável de energia renovável e até mesmo melhorar seu desempenho.

Apelidado de "Projeto Natick", o protótipo do sistema está localizado 9 metros abaixo da superfície da água na costa da Califórnia. Os servidores foram isolados em um tambor de aço de 2,4 metros de diâmetro; os vários tubos que atravessam o tambor permitem a transferência de calor dos processadores para a água do oceano, ao passo que os chips internos são refrigerados usando nitrogênio líquido.

Após o período de teste inicial, a equipe descobriu que os servidores estavam funcionando ainda melhor do que o previsto, mesmo durante a execução de um software comercial genérico. Os engenheiros também observaram que a vida marinha em torno da cápsula foi capaz de se adaptar rapidamente à sua presença com impacto mínimo, e que o conjunto de servidores poderia até servir como habitat para algumas espécies de criaturas do mar.

Banco de dados debaixo d'água. Screenshot via Microsoft
Banco de dados debaixo d'água. Screenshot via Microsoft

Embora o Projeto Natick seja alimentado por cabos externos que se conectam à terra, a equipe espera que futuras versões possam aproveitar a energia natural das ondas para fornecer um sistema de energia renovável perpétua.

Com testes tão positivos, a Microsoft planeja continuar a desenvolver o sistema nos próximos anos. Um objetivo a longo prazo é produzir cápsulas ficar no fundo do mar por períodos de até cinco anos sem manutenção.

O próximo passo será a expansão do programa para a costa da Flórida e norte da Europa, para ver como o sistema reage a diferentes ambientes marinhos.

Saiba mais sobre o Projeto Natick aqui.

Via IEEE Spectrum.

Sobre este autor
Cita: Lynch, Patrick. "Os próximos bancos de dados super-eficientes poderão ser submarinos" [The Next Hyper-Efficient Data Centers May Be Located Underwater] 12 Mar 2017. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/866784/os-proximos-bancos-de-dados-super-eficientes-poderao-ser-submarinos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.