O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Projeto do Mês: Cassino Ovalle e Hotel Keo

Projeto do Mês: Cassino Ovalle e Hotel Keo

Projeto do Mês: Cassino Ovalle e Hotel Keo
Projeto do Mês
Projeto do Mês: Cassino Ovalle e Hotel Keo, Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Turner Arquitectos

Geografia e clima são duas condicionantes importantes que determinam a maneira de habitar um território. Quando somamos o caráter cultural de uma região, entende-se, como diria Carl Sauer, uma "paisagem cultural" como resultado do assentamento do homem e sua adaptação ao território. Quando a arquitetura adota esta sensibilidade e se refugia no que o entorno oferece, as condições de habitabilidade parecem mais confortáveis e duradouras. 

Este mês queremos destacar como Projeto do Mês o Cassino Ovalle e Hotel Keo do Turner Arquitectos, que adota uma estética pertinente com a geografia e com a paisagem cultural do entorno onde está implantado. Para entender melhor as decisões sobre o projeto, fizemos os seguintes questionamentos aos arquitetos.

O entorno onde está implantado o edifício nos pareceu muito potente, gostaríamos de saber mais sobre como vocês traduziram o contexto cultural da região para o desenho proposto e quais estratégias de conforto foram utilizadas frente ao clima extremo.

Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Jadue Livingstone
Cortesia de Jadue Livingstone

As numerosas viagens que fizemos durante o processo do projeto e construção, de Santiago até Valle del Limarí, foram feitas pela Estrada 5 norte. Nestes 400 km de viagem se observa como a paisagem de clima mediterrâneo da zona central chilena se torna cada vez mais árida e radical a medida que se avança ao norte. Para o oriente, rumo a Ovalle, os acidentes geográficos se acentuam, formando impressionantes planaltos áridos, onde os seres humanos vem buscando abrigo há séculos

Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Turner Arquitectos

O contexto geográfico e cultural que caracteriza o Valle del Limarí é tão potente que por mais comercial que fosse o programa, a obra deveria conversar com seu entorno e formar um "assentamento" onde seus visitantes estivessem protegidos do clima e da paisagem áridos, mas ao mesmo tempo que pudessem entender a cultura e a topografia local estando dentro do edifício. 

Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Turner Arquitectos

Na descrição do projeto em termos formais é simples porque replica a situação geográfica da região de Ovalle, onde está implantado. Assim, como a água da fez, algum dia, as grotas e barrancos próprios do lugar, propusemos um grande volume regular onde fomos talhando uma fenda diagonal, para onde se abrem todos os programas. O processo na fachada externa do volume, ao contrário, foi feito de forma pontual e precisa, protegendo o usuário do clima extremo.

Cortesia de Jadue Livingstone
Cortesia de Jadue Livingstone
Cortesia de Jadue Livingstone
Cortesia de Jadue Livingstone

Este hermetismo proposto é uma resposta ao programa como estratégia de segurança e controle dentro do complexo? Quais foram as exigências e restrições quando o projeto é um Hotel-Cassino?

Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Turner Arquitectos

O Cassino, por definição, necessitava altos padrões de segurança e hermeticidade para favorecer o jogo, portanto o volume que abrigasse esse programa deveria ser bem fechado. Para desenhar o hotel, spa e o restante dos recintos, tivemos plena liberdade para propor orientações, grau de abertura e materiais. Apesar disso, repetimos o mesmo conceito hermético, ainda que em menor grau, para os outros programas, pois acreditamos que era a melhor forma de proteger o visitante e fazer com que ele se sinta dentro de cavernas esculpidas nas bordas da fenda principal

A forma de unificar a multiplicidade de programas consistiu, por uma parte, eleger materiais predominantes comuns a todos os volumes. As pedras, o concreto aparente e o aço estão presentes em todos os edifícios, tanto nas fachadas como em seus interiores. E, por toda parte, existe uma fenda ou caverna central que constitui o principal passeio de pedestre e o ponto de encontro do projeto.

Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Turner Arquitectos

O respeito pelo entorno material próximo parece ser parte importante de sua aproximação formal, assim, podem aprofundar sobre como a cultura indígena influenciou na realização do edifício e como foi o processo de construção?

Dentro da paleta de cores e materiais presentes na região, decidimos usar os mais característicos. O uso predominante de pedras para delimitar plantações, estábulos e outros terrenos, nos levou a pensar em um grande embasamento de pedra comum em vários edifícios. De outro forma, quisemos resgatar o lado positivo desta aridez e aspereza próprias da paisagem da região, utilizando materiais e revestimentos com texturas grossas em tons de cinza, que, usados da forma correta, conseguem "esquentar" o ambiente. É por isso que mantivemos todos os concretos aparentes e criamos as texturas usando formas feitas com madeira bruta. 

Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Turner Arquitectos

Também fizemos uma investigação sobre os padrões geométricos presentes na admirável cerâmica diaguita. Desenhamos diversos estudos para a fachada, buscando uma maneira de estampar esses padrões, tratando de usar, não como reprodução exata, mas de forma a desestruturar e desordenar os vãos resultantes dos apartamentos do hotel, que geralmente produzem fachadas monótonas e sem movimento. Assim, as formas em zigue-zague do padrão diaguita escolhido permite a leitura do volume inteiro, sem marcas de paredes ou lages. 

Cortesia de Turner Arquitectos
Cortesia de Turner Arquitectos
Sobre este autor
AD Editorial Team
Autor
Cita: AD Editorial Team. "Projeto do Mês: Cassino Ovalle e Hotel Keo" 13 Nov 2016. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/798974/projeto-do-mes-cassino-ovalle-e-hotel-keo> ISSN 0719-8906