O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. "Minima Moralia" oferece um espaço de trabalho acessível e flexível

"Minima Moralia" oferece um espaço de trabalho acessível e flexível

"Minima Moralia" oferece um espaço de trabalho acessível e flexível

Com o aumento do preço dos imóveis e da educação, Londres está passando de uma cidade que recebe indivíduos criativos a uma cidade que os incapacita. Tomaso Boano e Jonas Prišmontas acreditam que a "criatividade não deveria estar ligada ao status social" e o modo de impedir isso é através da criação de espaços acessíveis. Como resposta, criaram o "Minima Moralia"; uma estrutura compacta e modular de aço com infinitas possibilidade de personalização.   

Boano e Prišmontas conceberam o Minima Moralia como um tipo de "acupuntura urbana" que ocupam espaços abertos desocupados com estruturas ativas e bem projetadas. Ao fazer isso, ela preenche uma lacuna entre os espaços públicos e privados e amplia a pesquisa sobre tipologias de habitação e trabalho. 

Masterplan. Cortesia de Tomaso Boano & Jonas Prišmontas
Masterplan. Cortesia de Tomaso Boano & Jonas Prišmontas

Diversos protótipos Minima Moralia foram construídos no London Festival of Architecture, cada um ocupado por um diferente campo de criatividade. Um arquiteto, um carpinteiro, um estilista, cada um usou o espaço de modo diferente, ocupando-o apenas com o que era necessário para seus ofícios.

Estúdio do arquiteto.  Cortesia de Tomaso Boano & Jonas Prišmontas
Estúdio do arquiteto. Cortesia de Tomaso Boano & Jonas Prišmontas

Ao passo que isso serviu para mostrar os diferentes modos como os módulos poderiam ser arranjados, também ofereceu aos visitantes uma visão dos diferentes espaços de trabalho.

Oficina do carpinteiro. Cortesia de Tomaso Boano & Jonas Prišmontas
Oficina do carpinteiro. Cortesia de Tomaso Boano & Jonas Prišmontas

Estas "revelações" ocorrem através de uma série de aberturas, como uma cobertura removível, uma janela móvel ou uma claraboia. As aberturas de dobrar se erguem para revelar o espaço interno aos visitantes, ao passo que a claraboia proporciona iluminação durante o dia e um portal para as estrelas à noite. 

As estruturas Minima Moralia ficaram em exposição no Dalston Roof Park e Londres durante todo o mês de junho. Para mais imagens da instalação, veja a galeria a seguir.

Para mais informações, acesse o site do Minima Moralia e do London Festival of Architecture Program.

News via Tomaso Boano & Jonas Prišmontas.

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Lauren Crockett
Autor
Cita: Crockett, Lauren. ""Minima Moralia" oferece um espaço de trabalho acessível e flexível" [The "Minima Moralia" Provides Affordable, Customizable Studio Space] 11 Jul 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/791036/minima-moralia-oferece-um-espaco-de-trabalho-acessivel-e-flexivel> ISSN 0719-8906