O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Programa de Habitação Rural e Desenvolvimento Social em Sibayo, Peru: Arquitetura tradicional para a melhoria das comunidades

Programa de Habitação Rural e Desenvolvimento Social em Sibayo, Peru: Arquitetura tradicional para a melhoria das comunidades

Programa de Habitação Rural e Desenvolvimento Social em Sibayo, Peru: Arquitetura tradicional para a melhoria das comunidades
Programa de Habitação Rural e Desenvolvimento Social em Sibayo, Peru: Arquitetura tradicional para a melhoria das comunidades, Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social
Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social

preservação da arquitetura vernacular, além de materializar a importância de manter a identidade cultural dos povos, representa uma oportunidade para o desenvolvimento das comunidades economicamente vulneráveis. Isto é demostrado graças ao esforço conjunto de organizações não governamentais, entidades estatais e habitantes do distrito de Sibayo, em Arequipa (Peru), que propuseram junto a uma importante equipe de arquitetos, converter este pequeno povoado em um modelo para o turismo vivencial comunitário. 

Continue lendo a seguir. 

Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social Processo construtivo. Imagem Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social + 18

O Valle del Colca (Arequipa) está localizado em um tramo de 120 Km do rio Colca, entre os 1.800 e 4.241 m de altitude, onde se assentam 16 povoados com uma população de 20.000 habitantes. Seu valioso patrimônio cultural contrasta com as condições de pobreza da sua população, dedicada principalmente a agricultura de subsistência e a criação de llamas andinas. 

Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social
Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social

Com o objetivo de melhorar as condições de vida da sua população, a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) apoiou os municípios de Colca a implementar um modelo alternativo de desenvolvimento baseado na conservação, valorizada e gestionada de forma responsável e sustentável em relação aos seus recursos culturais e naturais. A equipe técnica encarregada deste trabalho foi formada pelos arquitetos José Carrión Carrillo, Juan De la Serna Torroba, Jorge Luis Chávez Marroquín, Fiorela Cano Quintanilla, Rocío Cayllahua Yucra e Jessica María Dulanto Martínez.

Setores que recebem intervenção. Imagem Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social
Setores que recebem intervenção. Imagem Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social

Entre 2010 e 2014, a AECID, a Municipalidade Distrital de Sibayo (MDS) e o Ministério de Moradia, Construção e Saneamento (MVCS) executaram no povoado de Sibayo (3.847 m de altitude) o Programa de Moradia Rural e Desenvolvimento Social com o objetivo de incluir econômica e socialmente as famílias em situação de pobreza através da melhora das suas moradias precárias. Aplicando o conceito de moradia produtiva, cada morada é dotada de serviços básicos e condições de habitabilidade e de um novo ambiente para uso produtivo - alojamento turístico ou atelier artesanal - que contribui para melhorar o orçamento familiar. 

Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social
Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social

As famílias beneficiadas são selecionadas pela MDS e ONGDs colaboradoras, sendo condição prévia sua participação na execução, para o qual recebem capacitação na construção tradicional e os materiais. Cada moradia é dotada de serviços básicos e de um módulo de serviços higiênicos, e ampliada 35 m2 distribuídos de acordo com as necessidades de cada família. A intervenção respeita ao máximo a arquitetura do local, utilizando materiais e técnicas tradicionais que contribuem para conservar sua identidade cultural. Também incorpora melhorias sismo-resistentes  e estratégias bioclimáticas para otimizar as condições de conforto frente a climatologia extrema. 

Processo construtivo. Imagem Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social
Processo construtivo. Imagem Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social

O custo por moradia é de 9.000 dólares,  distribuídos em 49% AECID, 37% beneficiários e 14% MDS. 

Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social
Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social

Paralelamente, entre 2010 e 2014, AECID, World Monuments Fund (WMF) e a MDS executaram os trabalhos de aprimoramento da igreja colonial San Juan Bautista (século XVII), com a participação dos próprios moradores, homens e mulheres capacitados em construção tradicional, alvenaria, carpintaria, restauração de bens móveis, etc. Estes trabalhos permitiram incorporar Sibayo no circuito turístico de Colca.

Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social
Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social

Programa de Moradia Rural e Desenvolvimento Social melhorou a vida de 36 famílias, das quais, 12 possuem serviços de alojamento turístico. A aposta destas famílias no turismo vivencial chamou a atenção do Ministério de Comércio Exterior e Turismo (MINCETUR) que incluiu, em 2012, Sibayo no seu programa De mi Tierra, um Producto, que promove como destino, povoados com um recurso turístico e grande potencial exportador. Durante 2013 e 2014,  o MINCETUR apoiou reforma da Plaza de Armas e das principais ruas, a melhora dos serviços turísticos e lançou Sibayo como destino modelo de turismo vivencial comunitário. 

Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social
Cortesia de Programa Vivienda Rural y Desarrollo Social

Arquitetos:  José Carrión Carrillo, Juan De la Serna Torroba, Jorge Luis Chávez Marroquín, Fiorela Cano Quintanilla, Rocío Cayllahua Yucra e Jessica María Dulanto Martínez
Localização: Distrito de Sibayo, Valle del Colca, Arequipa, Peru
Ano do projeto: 2010-2014
Organizações Envolvidas: Agencia Española de Cooperación Internacional para el Desarrollo (AECID), Municipalidade Distrital de Sibayo (MDS), Ministerio de Vivienda Construcción y Saneamiento (MVCS)

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Fabio Rodríguez Bernuy
Autor
Cita: Rodríguez Bernuy, Fabio. "Programa de Habitação Rural e Desenvolvimento Social em Sibayo, Peru: Arquitetura tradicional para a melhoria das comunidades" [Programa de Vivienda Rural en Sibayo, Perú: arquitectura tradicional para la mejora de las comunidades] 21 Jan 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/780455/programa-de-moradias-rurais-e-desenvolvimento-social-em-sibayo-peru-arquitetura-tradicional-para-a-melhoria-das-comunidades> ISSN 0719-8906