O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Pedagogias Radicais: Tibor Weiner e a Escola de Arquitetura da Universidade do Chile (1943-1963)

Pedagogias Radicais: Tibor Weiner e a Escola de Arquitetura da Universidade do Chile (1943-1963)

Pedagogias Radicais: Tibor Weiner e a Escola de Arquitetura da Universidade do Chile (1943-1963)
Pedagogias Radicais: Tibor Weiner e a Escola de Arquitetura da Universidade do Chile (1943-1963), Scheme of relationships and scheme of circulation.Student work by Miguel Lawner at Tibor Weiner’s Architectural Analysis class, circa 1946. Image Courtesy of Miguel Lawner
Scheme of relationships and scheme of circulation.Student work by Miguel Lawner at Tibor Weiner’s Architectural Analysis class, circa 1946. Image Courtesy of Miguel Lawner

A educação vem mudando rapidamente ao redor do mundo. Nas últimas décadas, um grande número de pequenas iniciativas locais enfocadas no indivíduo, incentivando a criatividade, curiosidade e diversidade, tem rompido com o modelo tradicional secular de educação. Temos visto também um número crescente de iniciativas online que estão expandindo o acesso ao conhecimento a pessoas que antes não tinham —o único requerimento é um computador com internet. E o melhor: a maioria delas é gratuita. Mas e em relação à educação em arquitetura? Será que ela tem experimentado a mesma transformação?

Em parceria com Radical Pedagogies, um projeto de pesquisa colaborativo plurianual em curso, liderado por Beatriz Colomina com uma equipe de estudantes de Doutorado da Escola de Arquitetura da Universidade de Princeton, publicaremos uma série de casos paradigmáticos da educação em arquitetura. Neste artigo, Daniel Talesnik (candidato a doutor em história e teoria da arquitetura na Columbia University) apresenta o primeiro caso radical na América Latina: a reforma liderada por Tibor Weiner na Universidade do Chile, influenciado pelos princípios da Bauhaus.

Em 1946, estudantes da Escola de Arquitetura da Universidade do Chile propuseram uma reforma radical no currículo. Em 1933 e 1939, houveram dois movimentos fracassados de reforma, também liderados por estudantes, que tentaram substituir o ensino baseado no modelo das Belas Artes oferecido pela escola por um novo ensino mais próxima à realidade social e necessidades do Chile. Embora os líderes estudantis tivessem uma noção clara das reformas que queriam, a assistência de alguém que tivesse experiência de primeira mão na implementação dessas ideias era crucial. Os estudantes foram assessorados pelo arquiteto húngaro Tibor Weiner, que se havia se formado em Budapeste e havia sido aluno de pós-graduação de Hannes Meyer na Bauhaus . Weiner acompanhou Meyer a Moscou em 1931 e desembarcou em Chile em 1939.

Student work by Miguel Lawner at Tibor Weiner’s Architectural Analysis class, circa 1946. Chronological development of activities. Image Courtesy of Miguel Lawner
Student work by Miguel Lawner at Tibor Weiner’s Architectural Analysis class, circa 1946. Chronological development of activities. Image Courtesy of Miguel Lawner

O novo plano de estudos que foi implementado no primeiro semestre de 1946 era mais simples e direto que o plano de estudos da Bauhaus de Meyer, se baseando livremente nele. Os estudos estavam organizados em dois ciclos, análise e síntese, que coincidiam com o ateliê elemental (dois anos) e o ateliê central (três anos). A etapa final compreendia uma seminário de pesquisa e um projeto final (um ano). Em paralelo, as aulas do currículo eram organizadas em quatro blocos: filosófico, sociológico, técnico, e plástico. As coincidências com o plano de estudos da Bauhaus eram claras, em ocasiões levando o mesmo nome das disciplinas, como nas aulas de higiene, sociologia, e tecnologia dos materiais. Alguns dos conteúdos dos cursos de ciências e ciências sociais da Bauhaus foram replicados, porém uma grande diferença era que o plano de Meyer não incluía aulas de história.

Embora o projeto educacional chileno tenha acontecido dezesseis anos depois da saída de Meyer da Bauhaus, a proposta foi inovadora no contexto sul-americano, já que institucionalizava análises sistemáticas, que traziam consigo um impulso tecnológico, um câmbio estético, e uma consciência social dentro da educação arquitetônica. Nesse contexto, analisar significava examinar um ambiente habitado existente, ou um sítio para um novo projeto, através de estudos de circulação, atividades, relações sociais, clima, etc. A linguagem gráfica estava influenciada pela ciência; os diagramas e gráficos eram parte de uma busca objetiva de soluções arquitetônicas. Mais ainda, os textos e conclusões analíticas tinham consciência social e política. A reforma de 1946 consolidou a aproximação analítica que já havia permeado o discurso chileno, mas agora era a base de um plano de estudos formal. Este esforço pode ser lido como uma tentativa de reconectar a arquitetura do Movimento Moderno nos formatos que havia sido importada na América Latina com uma agenda social. A reforma tentou correlacionar imagem e projeto, um método com um propósito.

Na reforma, "análise" era tanto um método como o nome do curso principal (ateliê e teoria juntos) que foi ensinada a alunos de primeiro e segundo ano em 1946-47 diretamente por Weiner antes de sua volta em 1948 para Hungria. Como uma estratégia de pesquisa e como uma ferramenta de exploração arquitetônica, a "análise" foi o principal legado educacional que deixou Weiner no Chile. A ferramenta que proporcionava a "análise arquitetônica" que Weiner ajudou a consolidar continuou sendo um método factível para enfrentar qualquer problema arquitetônico. Essa aproximação informou os projetos socialmente comprometidos dos graduados depois da reforma, e ao mesmo tempo, impulsionou nas décadas seguintes uma série de graduados a participar ativamente na vida política do país.

Students and colleagues at Tibor Weiner's farewell at Los Cerrillos Airport, Santiago de Chile, 1948. Image Courtesy of Miguel Lawner
Students and colleagues at Tibor Weiner's farewell at Los Cerrillos Airport, Santiago de Chile, 1948. Image Courtesy of Miguel Lawner

"Radical Pedagogies" é um projeto de pesquisa colaborativo plurianual em curso, liderado por Beatriz Colomina com uma equipe de estudantes de Doutorado da Escola de Arquitetura da Universidade de Princeton. Até o momento, o projeto envolveu três anos de seminários, entrevistas, pesquisa de arquivo, conferências de convidados, e quase 80 colaboradores de mais de duas dezenas de países. Nele e em projetos de pesquisa similares conduzidos pelo programa de Doutorado de Princeton, história e teoria da arquitetura são ensinadas e praticadas como um experimento em e de si mesmas, explorando o potencial para colaboração naquilo que é normalmente tido como um campo de empenho individual.

A terceira edição da exposição, titulada "Radical Pedagogies: Reconstructing Architectural Education", está atualmente em exibição no 7° Festival WARSAW UNDER CONSTRUCTION organizado pelo Museum of Modern Art in Warsaw. Versões anteriores foram apresentadas na 3ª Trienal de Arquitetura de Lisboa (2013) e na 14° Bienal de Arquitetura de Veneza, com curadoria de Rem Koolhaas (2014), onde foi premiada com uma Menção Especial.

Sobre este autor
Daniel Talesnik
Autor
Cita: Talesnik, Daniel. "Pedagogias Radicais: Tibor Weiner e a Escola de Arquitetura da Universidade do Chile (1943-1963)" [Radical Pedagogies: Tibor Weiner and the School of Architecture of University of Chile (1943-1963)] 15 Out 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Fracalossi, Igor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/775224/pedagogias-radicais-tibor-weiner-e-a-escola-de-arquitetura-da-universidade-do-chile-1943-1963> ISSN 0719-8906