O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Austrália
  5. Jost Architects
  6. Residência St Kilda / Jost Architects

Remodelaçao

Apresentado por the MINI Clubman

Residência St Kilda / Jost Architects

  • 17:00 - 21 Julho, 2015
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Residência St Kilda / Jost Architects
Residência St Kilda / Jost Architects, © Andrew Wuttke & Project Client
© Andrew Wuttke & Project Client

© Andrew Wuttke & Project Client © Andrew Wuttke & Project Client © Andrew Wuttke & Project Client © Andrew Wuttke & Project Client + 23

© Andrew Wuttke & Project Client
© Andrew Wuttke & Project Client

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto consta de uma revitalização completa de uma pequena residência. A aplicação dos requisitos funcionais e estéticos padrões de uma pequena família dentro das suas considerações financeiras, originou uma reforma completa. Apesar das dúvidas, os clientes e a equipe do projeto reconheceram uma oportunidade para criar uma moradia única, que abarca a história do edifício e responde aos desafios com entusiasmo.

© Andrew Wuttke & Project Client
© Andrew Wuttke & Project Client

O conselho de Patrimônio definiu que a residencia originalmente pré-fabricada, em péssimo estado, construída em 1850, não deveria ser ignorada, por isso ela foi cuidadosamente mantida. Uma parte prazerosa do projeto para todos os envolvidos foi aprender sobre a vida passada da moradia, algo que frequentemente não se leva em consideração (não intencionalmente), ao concentrar os esforços sempre na "nova parte" do projeto. Cada peça elaborada foi marcada com números romanos para que pudessem ser colocadas juntas, depois de terem sido enviadas e entregadas ao lugar, e para serem derrubadas e trasladadas caso fosse necessário. Existiam camadas de revestimentos construídas, tanto dentro como fora, como o papel de parede de 1870 ou as telhas laminadas de aço. Houve muitas teorias sobre a função original do edifício, um armazém geral, um alojamento para agricultores e viajantes ou potencialmente um bordel, devido a história desta profissão no subúrbio em que se está localizado.  

Planta Baixa
Planta Baixa

O primeiro desafio foi superar o tamanho limitado do local - 238m2 - a fim de adaptá-lo aos requisitos do projeto, que pedia uma planta aberta com sala de estar, jantar, cozinha, sala de jogos, banheiro, lavanderia, dormitório principal com banheiro privado e closet, além de mais três dormitórios e uma área ao ar livre. Isto foi criado através de uma construção que rodeia o "pátio posterior" em "U". Materiais e acabamentos foram selecionados para serem resistentes e não necessitarem de manutenção, abrigando a criatividade entusiasta das crianças pequenas, sem deixar de ser compreensivo com as sensibilidades adultas. O objetivo do grupo era criar um espaço muito contemporâneo com características clássicas.

© Andrew Wuttke & Project Client
© Andrew Wuttke & Project Client

Uma propriedade abandonada se transformou em um lar moderno. Nos espaços, os materiais clássicos e modernos coexistem - tais como as mesas de acrílico branco e o piso de borracha alaranjado com o papel de parede original de 1870 e as placas de madeira reciclada. Ao invés de criar dissonância, os contrastes trabalham muito bem juntos, formando uma estética simples e minimalista com um contraste controlado de cor e texturas.

© Andrew Wuttke & Project Client
© Andrew Wuttke & Project Client

O resultado, após ser comparado com o edifício original, praticamente em decomposição, é impressionante e surpreendente. É simples e interessante, conserva sua antiguidade colorida, e ao mesmo tempo progressista e funcional, levando em conta as limitações do espaço.

© Andrew Wuttke & Project Client
© Andrew Wuttke & Project Client

As discussões consideráveis durante o processo de desenho e documentação, que incluem a execução de determinadas ações sustentáveis,  foram baseadas na lista de prioridades considerando o custo-benefício como é o caso dos projetos mais pequenos. 

Corte
Corte

As considerações incluem materiais sustentáveis e duradouros, tais como o acrílico, o piso de borracha, o revestimento de madeira reciclável, uso de calefação hidráulica e a omissão do ar-condicionado. O planejamento e a coordenação estrutural trataram de minimizar o uso de aço, favorecendo a estrutura de madeira através de armações em balanço. Mas, em última instância, o que se destacou em términos de sustentabilidade foi a aplicação do sentido comum da norma, as boas técnicas de desenho térmico passivo.

© Andrew Wuttke & Project Client
© Andrew Wuttke & Project Client

O projeto substitui um triste e desfragmentado edifício por uma residencia agradável. A estética simples da fachada oculta algo emocionante, criando uma curiosidade aos transeuntes através da mistura da história e revitalização.

© Andrew Wuttke & Project Client
© Andrew Wuttke & Project Client

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
Cita: "Residência St Kilda / Jost Architects" [St Kilda House / Jost Architects] 21 Jul 2015. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/770563/residencia-st-kilda-jost-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.