O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. 30 anos sem Artigas

30 anos sem Artigas

30 anos sem Artigas
30 anos sem Artigas, Fonte da imagem: Acervo pessoal Vilanova Artigas
Fonte da imagem: Acervo pessoal Vilanova Artigas

Ontem, 12 de janeiro, completaram-se 30 anos da ausência do grande Vilanova Artigas, sem dúvida um dos mais importantes arquitetos da história do Brasil. Artigas foi – e ainda é – uma das maiores referências da chamada Escola Paulista, desempenhando a partir dos anos 50 um papel chave na prática e ensino da arquitetura.

Para relembrar a data, compartilhamos a seguir um belíssimo texto escrito por Rosa Artigas, filha do arquiteto, e publicado ontem na página Vilanova Artigas no Facebook.

“Hoje faz 30 anos que João Batista Vilanova Artigas faleceu. Sua morte aconteceu num momento de consolidação de mudanças importantes no Brasil e no mundo que, em certo sentido, pareciam inaugurar uma nova era. Vínhamos de 20 anos de ditadura militar no Brasil e ainda lidávamos com restos de autoritarismo (alguns dos quais sobrevivem ainda hoje) e o povo brasileiro, após ter sido derrotado na luta por eleições diretas para presidente da República, com a Campanha das Diretas (1984), esperava o resultado das eleições indiretas que tinham como candidatos Tancredo Neves e Paulo Maluf. Artigas morreu três dias antes de Tancredo vencer a as eleições por uma diferença de 300 votos. Na economia brasileira, vivia-se uma inflação elevadíssima que consumia o fruto do trabalho e a renda dos trabalhadores brasileiros. Naquele janeiro de 1985, a imprensa informava que a inflação acumulada no ano anterior era de 224%.A população da cidade de São Paulo era estimada em nove milhões de habitantes (hoje são quase doze milhões).No âmbito internacional, a crise no bloco socialista estava ainda no início. O muro de Berlim, que simbolicamente marca o fim dessa era, só foi derrubado no final da década, em 1989. Não existiam ainda os serviços de internet, nem de telefone celular. O primeiro e-mail do mundo só seria transmitido em 1987. No mundo da cultura, a grande discussão era o advento da pós modernidade cultural. A Arquitetura foi uma das protagonistas desse debate. Artigas se referiu bastante a ao pós-modernismo na arquitetura, nas últimas entrevistas que deu. 
João Batista Vilanova Artigas morreu em 12 de janeiro de 1985, num dia claro de verão. Ninguém devia morrer num dia de sol!”

Reveja algumas das obras e artigos que temos publicado em nossa página sobre Vilanova Artigas, aqui.

Cita: Romullo Baratto. "30 anos sem Artigas" 13 Jan 2015. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/760318/30-anos-sem-artigas> ISSN 0719-8906