O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. LAB arquitetos e Piratininga são os campeões do ARQ.gol 2014

LAB arquitetos e Piratininga são os campeões do ARQ.gol 2014

LAB arquitetos e Piratininga são os campeões do ARQ.gol 2014
LAB arquitetos e Piratininga são os campeões do ARQ.gol 2014

No dia 15 de novembro aconteceu a aguardada final do campeonato ARQ.gol 2014 de futebol, que contou com a presença de alguns dos mais proeminentes escritórios de arquitetura de São Paulo. 

Com o LAB arquitetos levando o torneio masculino e o Piratininga vencendo a competição feminina, o dia foi de intensa emoção e, é claro, diversão para os participantes e torcedores.

Leia, a seguir, a inflamada descrição das partidas finais do campeonato ARQ.gol 2014, por Felipe Campo Mello: 

© Gabriel de Bona Rodrigues © Gabriel de Bona Rodrigues © Gabriel de Bona Rodrigues © Gabriel de Bona Rodrigues + 14

“Sol, samba, churrasco, gritos de torcida e ótimas pelejas de futebol marcaram o dia da grande final do maior torneio de arquitetos de São Paulo. Na categoria masculina, o impecável LAB Arquitetos levantou o caneco que deixou escapar por pouco na edição de 2013 do torneio. Enquanto que as  belas e habilidosas meninas do Piratininga garantiram o título para o seu escritório.

 Além das duas grandes finais que fecharam o torneio com chave de ouro, também houveram as disputas do oitavo ao terceiro colocado, já que o verdadeiro significado do torneio está na integração dos colegas de trabalho, sempre intermediada por muita cerveja e futebol. 

 A espetacular decisão entre o invicto “rolo compressor”, LAB Arquitetos, e o novato, ousado e rápido, Arquitetos Autônomos, foi digna de um encerramento de evento. Jogo dinâmico, tomado  por contra-ataques e diversas chances perdidas – muitas vezes devido aos voos protagonizados pelos goleiros de ambas as equipes.

© Gabriel de Bona Rodrigues
© Gabriel de Bona Rodrigues

Os primeiros lances deram a entender que o “rolo compressor” ia esmagar mais uma vítima, logo aos dois minutos o tiki-taka do LAB envolveu a defesa adversária e o camisa 15, Thiago Ferreira, tirou o zero do placar. E o que parecia se encaminhar para mais uma lavada, se tornou um grande jogo. Os autônomos não se abateram com o precoce gol sofrido, botaram a bola no chão e organizaram o time. Liderados pelo pilhado e “rabisqueiro” Pedro Meireles, a equipe de vermelho e branco criou perigosas chances, mas que não passaram do “quase”. Aos 18 do tempo regulamentar, o zagueiro Lucas Otsuka, camisa 3 do LAB, acertou um “morteiro” de fora da área e estufou as redes, 2 a 0. Faltando um minuto para o término, Rodrigo Leopoldi, o 7 dos autônomos, recebeu de costas para o gol e caiu na área, a torcida pediu pênalti mas o juiz mandou seguir, fim da primeira etapa.

© Gabriel de Bona Rodrigues
© Gabriel de Bona Rodrigues

O segundo tempo voltou com uma postura agressiva da equipe autônoma, que por estar atrás no placar, foi para cima com todas as suas forças e, consequentemente, expôs sua defesa. A partida, então, virou uma tremenda avenida de idas e vindas dos dois times, pois o LAB, quando deteve  a posse de bola em meio à pressão autônoma, soube demonstrar perigo. Até que na marca dos 6 minutos, Pedro Meirelles acertou uma bomba no canto superior esquerdo do goleiro menos vazado do torneio, muito parecido com o segundo gol da partida, 2 a 1 no placar. A partir daí,  a pressão só aumentou e o “rolo compressor” começou a demonstrar sinais de cansaço e fraqueza. O empate parecia iminente, mas as boas chances dadas aos camisas 7 e 9 não foram aproveitadas. E como a máxima futebolística prega, “quem não faz, toma”: aos 21 minutos do segundo tempo, bola na lateral do campo, o artilheiro da competição, Victor Petreche, deu um belo chapéu no primeiro marcador, pisou na bola, pedalou na frente do segundo e, com uma linda “cavadinha” , acha Ariel Bery de costas para o gol, que sem nem olhar para a meta, arremata ao melhor estilo “puxeta” e marca o gol do título, 3a 1 LAB arquitetos. Logo após esse golaço, os autônomos se lançaram por completo ao ataque e Rodrigo Leopoldi teve a sua última chance de manter o sonho de título da sua equipe em jogo, cara a cara com o goleiro após boa enfiada de bola, ele acertou o travessão. Apito final e o LAB Arquitetos consagrou-se campeão invicto do ARQGOL 2014, fazendo jus ao seu apelido de “rolo compressor”, os jogadores explodiram de alegria e foram comemorar com a sua torcida, que passou o bandeirão LAB e proporcionou a famosa volta olímpica dos campeões.

© Gabriel de Bona Rodrigues
© Gabriel de Bona Rodrigues

A partida que antecedeu a grande final foi tão emocionante quanto. O Brasil Arquitetura, atual campeão, e o UrbSP+H2R, aguerrida equipe, protagonizaram um belo e tenso espetáculo com clima de final, mas que valeu a medalha de bronze. A partida foi decidida nos pênaltis graças à muralha Marcão, que pegou tudo  e derrubou os ex-campeões. Só que isso foi apenas o final, com a bola rolando os nervos chegaram à flor da pele. O UrbSP+H2R saiu na frente com o jovem bom de bola, Angelo Adriano, mas o decorrer do jogou mostrou uma mudança de atitude do Brasil, que chegou ao empate com Julio Ribeiro, e em seguida, à virada, 2 a 1 gol de Nicolas Xavier.

Transtornados com a queda de rendimento da equipe, os jogadores do UrbSP+H2R perderam a cabeça e começaram a chegar atrasados na maioria das divididas, resultado: Vitão expulso de campo. O grandalhão número 9, André Sauaia, também resolveu se juntar ao bonde do cartão vermelho e, ao pronunciar desconhecidas palavras ao senhor Bigode, juiz da partida, foi fazer companhia ao seu colega Vitão fora de campo. E foi com dois a menos no banco de reservas – no banco pois a equipe que perde um jogador expulso pode colocar outro em seu lugar – que os guerreiros do UrbSP+H2R empataram a partida nos últimos minutos, gol do 17 Vini, e levaram a decisão para as penalidades máximas. Baita de um jogo, que apenas aqueceu os tambores para a final do ARQGOL. Na disputa de pênaltis, o goleiro Marcão pegou três cobranças e garantiu a medalha de bronze para o Urb.

© Gabriel de Bona Rodrigues
© Gabriel de Bona Rodrigues

No fim da temporada, a classificação da modalidade masculina terminou da seguinte forma: medalha de ouro para o LAB Arquitetos; prata para os Arquitetos Autônomos e bronze para o UrbSP+H2R; na quarta, quinta e sexta posição ficaram as equipes Brasil Arquitetura, Apiacás cj.123 e CH Arquitetura, respectivamente. Por último, o Piratininga no sétimo lugar seguido do Athié Wonrath, que ocupou a oitava colocação. 

Campeonato Feminino 

© Gabriel de Bona Rodrigues
© Gabriel de Bona Rodrigues

A grande novidade de 2014 foi a ilustre presença das arquitetas nas quadras do Playball Pompéia e da Arena W/S. Seis escritórios participaram do campeonato: Velha Guarda, Brasiches e Apiacás formaram um grupo; Piratininga, Aflalo e FGMF outro. As duas melhores equipes de cada grupo se enfrentaram nas semi-finais, e as duas vencedoras desta etapa realizaram a final. Que por sinal, se tratou de um grande jogo. 

© Gabriel de Bona Rodrigues
© Gabriel de Bona Rodrigues

O Piratininga saiu na frente, mas cedeu o empate ao Velha Guarda FC. A partida seguiu disputadíssima, até que o Piratininga encontrou o gol que lhes fez levantar o caneco. As autoras dos tentos marcados na partida foram Julia Gouvea e Ana Tranchesi, da equipe campeã, e Camila Aidar, da vice-campeã Velha Guarda FC. 

© Gabriel de Bona Rodrigues
© Gabriel de Bona Rodrigues

É claro que ano que vem tem mais ARQGOL, mas cada edição deixa sua marca, seja pelas novidades apresentadas no torneio, como a entrada da modalidade feminina este ano, seja pelos únicos e divertidos momentos vividos por cada um que participou dessa festa. A única certeza é de que, a cada ano, o torneio promete ser melhor, com mais participantes e maior prestígio. Parabéns às equipes campeãs, LAB e Piratininga, e que venha o ARQGOL 2015, o dobro de cerveja, de futebol e de integração profissional!” 

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Romullo Baratto
Autor
Cita: Romullo Baratto. "LAB arquitetos e Piratininga são os campeões do ARQ.gol 2014" 27 Nov 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/758090/lab-arquitetos-e-piratininga-sao-os-campeoes-do-arq-dot-gol-2014> ISSN 0719-8906