O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Primeira Menção no concurso para o Memorial dos Detidos Desaparecidos no Uruguai

Primeira Menção no concurso para o Memorial dos Detidos Desaparecidos no Uruguai

Primeira Menção no concurso para o Memorial dos Detidos Desaparecidos no Uruguai
Primeira Menção no concurso para o Memorial dos Detidos Desaparecidos no Uruguai, Cortesia de Estudio / LT
Cortesia de Estudio / LT

A Prefeitura de Canelones (Uruguai), promoveu o concurso de ideias para o projeto de um Memorial em homenagem aos três desaparecidos da Ciudad de las Piedras durante a ditadura militar que dominou o Uruguai entre os anos de 1973 e 1984.

Segundo os organizadores, o concurso teve como objetivo apostar na recuperação da memória como suporte ético da sociedade, como forma de evitar o esquecimento, a repetição da violência, os abusos de poder, as discriminações, as torturas, os desaparecimentos e as injustiças.

A seguir, conheça a proposta do Estudio / LT, premiada com a primeira menção honrosa no concurso

Cortesia de Estudio / LT
Cortesia de Estudio / LT

Dos arquitetos: o desenho do memorial em homenagem aos Desaparecidos Pedrenses implica, por um lado, em construir um marco urbano, dedicado à memória coletiva, local e nacional, e por outro, em requalificar um espaço público de singular valor dentro do tecido urbano da cidade de Las Piedras.

01 / O LOCAL

O Memorial se localiza numa praça linear paralela às vias férreas. Atualmente esta praça está desvinculada da cidade física e visualmente por uma feira ambulante, que será realocada, e se estenderá a via de semi-peatonal que contorna a praça ao sul.

02 / O PROJETO / Primeira Etapa / O MEMORIAL

Cortesia de Estudio / LT
Cortesia de Estudio / LT

O projeto utiliza como elemento metafórico três vigas entrelaçadas, fazendo uma alusão à vida dos desaparecidas e à sua história em comum. Este conjunto de vigas se apoia sobre uma base, construindo um par dialético apoio - objeto. O vínculo entre as vigas vem do conceito de estruturas recíprocas, cuja unidade mínima se conforma a partir de três elementos. Esta disposição constrói um recinto, um espaço de 7 x 7 x 7 m, onde é possível entrar e experimentar uma atmosfera de reflexão e recolhimento.

A posição inclinada da viga define uma primeira área em contato com o solo, relacionada ao início da vida, e uma área final "elevada" vinculada à proteção infinita e atemporal de cada uma das vidas.

Os dois apoios das vigas (a aresta contra o solo e a carga sobre as outras vigas) sugerem uma espécie de jogo entre equilíbrio e instabilidade, peso e leveza, e concreto e o frágil.

Fachadas
Fachadas

Materialidade

Cortesia de Estudio / LT
Cortesia de Estudio / LT

As vigas são de concreto armado moldado in loco. Sua superfície registrará o passar do tempo com pequenas manchas num padrão similar àquele dos materiais pétreos, obtendo assim uma imagem dinâmica do ponto de vista perceptivo, sem alterar suas propriedades estruturais.

Terão 9 m de comprimento x 1.5 m de altura. x 0.30 m de largura. A área central será construída com placas leves de concreto, visando diminuir o peso próprio.

Na fachada externa de cada uma das vigas serão inscritos os nomes e as datas de nascimento e desaparecimento de cada um dos homenageados. As letras e números serão feitas com placas de aço corten, que estarão alguns centímetros afastadas do plano do concreto ao fundo.

O conjunto de vigas será percebido de forma dinâmica conforme muda o ponto de vista do observador e a iluminação diária e noturna.

Dada a posição das vigas no espaço, ao ingressar ao recinto é necessário se abaixar um pouco, executando uma ação corporal que coloca em sintonia o indivíduo com o caráter emotivo do espaço. No interior, sobre o solo, uma placa comemorativa triangular com os nomes e datas dos desaparecidos abriga um pequeno espaço previsto para flores e recordações.

03 / O PROJETO / Segunda Etapa / A PRAÇA

Cortesia de Estudio / LT
Cortesia de Estudio / LT

O projeto da praça propõe, do ponto de vista paisagístico, melhorar as qualidades ambientais, realizando ações de vínculos físicos e visuais com o tecido urbano das ruas que a circundam.

No lugar onde hoje está a feira ambulante está previsto um muro de concreto armado que será iluminado linearmente, realizando a contenção do terreno da praça e gerando uma transição entre níveis. Além disso, será criado ali um plano horizontal onde será possível se sentar.

Perspectiva
Perspectiva

Entre o memorial e o anfiteatro existente na praça se propõe um bosque de árvores onde é possível ingressar através de um caminho, gerando uma experiência de passeio pausado e inesperado neste tipo de espaço público.

Fica estabelecida, então, a sequência de espaços ao longo da praça linear: Anfiteatro + Bosque + Memorial.

Esquema
Esquema
  • Concurso

    Concurso de desenho de um Memorial em homenagem aos desaparecidos pedrenses: Omar Paita Cardozo, Juan Pablo Errandonea Salvia e Fernando Rafael Díaz de Cárdenas.
  • Colocação

    Menção Honrosa 1
  • Arquitetos

  • Arquitetos Responsáveis

    Martín López e Juan Pablo Tuja
  • Colaboradores

    Lucía Leal, Paula Redondo e Manuel Machado (estudantes)
  • Estrutural

    Santiago Ham
  • Paisagismo

    Eduardo Bianco
  • Análise Histórica

    Albana Rom
  • Artista plástico

    Diego Traverso
  • Área

    2048.0 m³
  • Ano do Projeto

    2014

Ver a galeria completa

Cita: Valencia, Nicolás. "Primeira Menção no concurso para o Memorial dos Detidos Desaparecidos no Uruguai" [Primera Mención en concurso Memorial de los Detenidos Desaparecidos en Uruguay] 08 Out 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Gabriel Pedrotti) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/733572/primera-mencion-en-concurso-memorial-de-los-detenidos-desaparecidos-en-uruguay> ISSN 0719-8906