Clássicos da Arquitetura: Capela de Santana do Pé do Morro / Éolo Maia e Jô Vasconcellos

Clássicos da Arquitetura: Capela de Santana do Pé do Morro / Éolo Maia e Jô Vasconcellos

Courtesy of Bruno Santa CecíliaCourtesy of Bruno Santa CecíliaCourtesy of Bruno Santa CecíliaCourtesy of Bruno Santa Cecília+ 39

Por Bruno Santa Cecília

A Capela assenta-se no alto de uma pequena colina junto à sede da Fazenda, onde se localizam as ruínas de uma antiga edificação. Formadas por três espessas paredes que preservam a técnica edilícia da construção de barro e pedra, essas ruínas foram envolvidas por uma estrutura de aço, vidro e madeira e transformadas em altar-mor.

Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília

O projeto limita-se à criação de um invólucro formal e construtivamente simples, à semelhança de um galpão, a permitir que as ruínas se mantivessem como o elemento mais importante do espaço, enfatizado pela sua conversão em altar-mor. O novo edifício revela uma atitude respeitosa em relação ao sítio e ao monumento histórico, procurando não apenas assegurar sua integridade mas também não se sobrepor hierarquicamente a eles.

Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília

Neste projeto Éolo reeditou o tema miesiano do pavilhão de aço e vidro adaptando-o ao uso religioso. De maneira incomum em sua obra –onde prevalecem as formas estereotômicas e volumes escultóricos, ficando a estrutura oculta ou subjugada ao esquema compositivo principal– no projeto da Capela o espaço é gerado a partir do desenho dos próprios elementos construtivos, sendo que a forma final decorre diretamente do trabalho sobre os aspectos tectônicos  da estrutura de aço.

© Fernando Ziviani (Acervo Jô Vasconcellos). Cortesia de Bruno Santa Cecília
© Fernando Ziviani (Acervo Jô Vasconcellos). Cortesia de Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília

De concisão formal e rigor construtivo sem precedentes na obra de Éolo Maia, a Capela de Santana do Pé do Morro é, sem dúvida, um dos seus projetos mais originais e inventivos, possivelmente sua obra-prima, além de um dos mais belos e significativos exemplares da arquitetura recente de Minas Gerais.

Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília

A Capela de Santa do Pé do Morro teve sua qualidade arquitetônica reconhecida através do tombamento do edifício em 2002 pelo Instituo Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.

Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília

* Bruno Santa Cecília é arquiteto, mestre e doutorando pela EAUFMG, sócio titular do escritório Arquitetos Associados.

Referências: Bruno Santa Cecília, Éolo Maia: complexidade e contradição na arquitetura brasilieira, Editora UFMG, 2006.

Courtesy of Bruno Santa Cecília
Courtesy of Bruno Santa Cecília
Ouro Branco, Brasil
  • Arquitetos: Éolo Maia
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  1980

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:MG-129, Minas Gerais, Brasil

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: Igor Fracalossi. "Clássicos da Arquitetura: Capela de Santana do Pé do Morro / Éolo Maia e Jô Vasconcellos" 30 Abr 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/601391/classicos-da-arquitetura-capela-de-santana-do-pe-do-morro-eolo-maia-e-jo-vasconcellos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.