O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Estudo comprova que design interfere significativamente o aprendizado

Estudo comprova que design interfere significativamente o aprendizado

Estudo comprova que design interfere significativamente o aprendizado
Estudo comprova que design interfere significativamente o aprendizado , © University of Salford
© University of Salford

Durante décadas, as escolas lentamente se transformaram em instalações com aspecto de prisão, com salas iluminadas artificialmente e parques barricados. No entanto, a tendência está começando a mudar. Com destaque para o design sustentável, um foco na segurança e um aumento da demanda em ambientes de aprendizagem positivos, mais pessoas estão prestando atenção à forma como projetamos nossas escolas.

Posto isto, a Universidade de Salford, em Manchester e os arquitetos de Nightingale Associates divulgaram os resultados de um estudo piloto de um ano de duração revelando o impacto significante que ambientes de aprendizagem projetados com qualidade têm no desempenho acadêmico do aluno ao longo de um ano, o que foi comprovado ser de até 25 por cento.

O professor Peter Barrett, School of the Built Environment, Universidade de Salford, disse: "Há muito tempo se sabe que vários aspectos do ambiente construído tem impacto sobre as pessoas nos edifícios, mas esta é a primeira vez que uma avaliação holística foi feita liga com sucesso o impacto global diretamente às taxas de aprendizado nas escolas. O impacto identificado é de fato maior do que imaginávamos e a equipe de Salford está ansiosa para a construção desses resultados claros".

No Reino Unido, os pesquisadores estudaram 751 alunos em 34 salas de aula em sete escolas Blackpool LEA primárias entre o início e o fim de um ano letivo, de Setembro de 2011 a Junho de 2012. Eles coletaram dados de alunos, incluindo o sexo, idade e nível de desempenho em matemática, leitura e escrita, juntamente com uma avaliação abrangente do ambiente de sala de aula, que avaliou a orientação da sala de aula, a flexibilidade, disposição, cor, luz natural, ruído, temperatura e qualidade do ar.

Eles descobriram que "73 por cento da variação no desempenho dos alunos conduzido ao nível da classe pode ser explicada por fatores do ambiente do edifício, medidos neste estudo." Isso significa que  "colocar um aluno mediano em uma sala menos eficaz em vez de no ambiente da sala de aula mais eficaz poderia afetar seu progresso de aprendizagem tanto quanto a melhoria média em um ano. "

Design Research Lead, Caroline Paradise do Nightingale Associates, disse:  "Estamos muito animados com essas descobertas iniciais, que sugerem que a sala de aula tem um papel importante no desempenho dos alunos. Isto irá apoiar designers e educadores no direcionamento de investimentos em edifícios escolares para onde ele vai ter o maior impacto, seja ele novo ou a reforma da construção".

O estudo vai continuar por mais 18 meses e vai cobrir mais 20 escolas em diferentes áreas do Reino Unido. O trabalho está sendo financiado pelo Conselho de Pesquisa de Engenharia e Ciências Físicas (EPSRC) e encomendado pela THiNK.

Confira o estudo completo aqui.

Para mais sobre o assunto, leia “Community-Oriented Architecture in Schools: How ‘Extroverted’ Design Can Impact Learning and Change the World” e percorra nossa seção “Educacional” no Pinterestpara uma seleção de ambientes de aprendizagem inspiradores.

Via University of Salford.

Sobre este autor
Cita: Fernanda Britto. "Estudo comprova que design interfere significativamente o aprendizado " 17 Jan 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/91730/estudo-comprova-que-design-interfere-significativamente-o-aprendizado> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.