O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Notícias de Arquitetura
  3. Bienal de Veneza 2012: "The Piranesi Variations" / Peter Eisenman

Bienal de Veneza 2012: "The Piranesi Variations" / Peter Eisenman

Bienal de Veneza 2012: "The Piranesi Variations" / Peter Eisenman
Bienal de Veneza 2012: "The Piranesi Variations" / Peter Eisenman , "A Field of Dreams" / Ohio State University Knowlton Faculdade de Arquitetura © Nico Saieh
"A Field of Dreams" / Ohio State University Knowlton Faculdade de Arquitetura © Nico Saieh

 

Inspirado pelo tema central da 13ª Bienal de Veneza, Common Ground -“território comum”, o arquiteto Peter Eisenman formou uma equipe para revisitar, examinar e reimaginar a coleção de gravuras de Giovanni Battista Piranesi, Campo Marzio dell’antica Roma. Derivadas de anos de trabalho de campo, medindo os restos das antigas construções romanas, estas seis gravuras retratam a visão fantástica de Piranesi de como a antiga Roma deveria parecer, representando um marco na mudança da visão antiquária e tradicionalista da história para uma visão científica e arqueológica.

“A Field of Diagrams” / Eisenman Architects © Nico Saieh

A equipe de Eisenman é formada por arquitetos do seu escritório, estudantes da Yale University, Jeffrey Kipnis e seus companheiros e estudantes da Ohio State University e o escritório belga de arquitetura Dogma. Cada grupo contribuiu com uma resposta à obra de Piranesi através de modelos e desenhos que estimulam o discurso sobre arquitetura contemporânea. Em particular, eles exploraram a relação da arquitetura com o território e as consequências políticas, sociais e filosóficas que se desenvolvem dessa relação.

O projeto de Campo Marzio / Yale University School of Architecture © Nico Saieh

Descritas como “precisas, específicas, porém impossíveis”, as imagens de Piranesi foram uma fonte de especulação, inspiração, pesquisa e contenção para arquitetos, urbanistas e estudantes desde sua publicação, 250 anos atrás.

O projeto de Campo Marzio / Yale University School of Architecture © Nico Saieh

O projeto do Campo Marzio da Yale University dá forma as plantas originais de Piranesi, tratando-as não como uma reconstrução arqueológica da Roma antiga, mas como um “experimento arquitetônico”.

O Projeto de Campo Marzio / Yale University School of Architecture © Nico Saieh

“A Field of Diagrams” de Eisenman transforma a composição estética de Piranesi em um palimpsesto das qualidades espaciais e temporais entre a Roma Imperial e hoje.

“A Field of Diagrams” / Eisenman Architects © Nico Saieh

“A Field of Walls” do escritório Dogma explora como as políticas embutidas nas gravuras não são uma função de formas, mas de planos e, desta forma, proporcionam um guia para o arquiteto contemporâneo que o induz a reconsiderar o poder das relações que a arquitetura implica.

“A Field of Walls” / Dogma © Nico Saieh

“A Field of Dreams”, criado pela equipe Kipnis na Ohio State University, reanima as paixões, perversões e espetáculos da Roma antiga como uma peça de moralidade para a arquitetura contemporânea.

“A Field of Dreams” / Ohio State University Knowlton Faculdade de Arquitetura © Nico Saieh

Piranesi e o Campo Marzio dell’antica Roma

Texto de Yale Arts.

O gravurista, cartógrafo e arquiteto Giovanni Battista Piranesi (1720-1778), um nativo de Veneza, passou grande parte de sua vida em Roma, uma cidade que capturou sua imaginação e contribuiu para sua obra mais influente. As gravuras no Campo Marzio dell’antica Roma – um momento de imaginação da cidade antiga – junto com seus estudos dos restos e ruínas de Roma, representam um marco na mudança durante o Iluminismo de uma visão antiquária da história para uma visão arqueológica e científica.

© Nico Saieh

De fato, para Piranesi, as ruínas arqueológicas não foram parte da história, mas de um presente que pode recombinar e reconfigurar, transformando a “verdade” cartográfica em sua mente. Nas gravuras do Campo Marzio, por exemplo, apenas o Panteão se mantém em seu local original, já os outros monumentos romanos foram relocados.

© Nico Saieh

 

 

 

Sobre este autor
Cita: Fernanda Britto. "Bienal de Veneza 2012: "The Piranesi Variations" / Peter Eisenman " 28 Set 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/72580/bienal-de-veneza-2012-the-piranesi-variations-peter-eisenman> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.