O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casa X / Arquitectura X

Casa X / Arquitectura X

Casa X / Arquitectura X
Casa X / Arquitectura X, ©Sebastián Crespo
©Sebastián Crespo

Esquema 1
Por não possuir um terreno quando decidimos projetar a nossa casa, desenvolvemos um esquema básico que poderia funcionar em Quito ou nos vales a leste da cidade; isto implicou sintetizar nossa experiência numa forma abstrata, inspirada na obra de Donald Judd, que poderia estar localizada em qualquer um dos lotes que provavelmente encontraríamos uma caixa aberta (1), cujo limite espacial seria a cordilheira oriental e ocidental.
Esquema 2
Nós não tínhamos um lugar então procuramos nos espaços que considerávamos próprios e encontramos que o pátio (2) era o lugar perfeito para a nossa história.
Por outro lado, estava nosso fascínio com a casa de vidro (3) protótipo e suas possibilidades para o nosso clima temperado.
Enquanto o pátio cria a sensação de lugar, deve limitar-se a funcionar como tal, e a cordilheira não pode ser o seu limite espacial. A Casa de Vidro, no entanto, funciona perfeitamente como um espaço sem limites, a soma do pátio à casa de vidro (4) permite adaptar-nos às condições dos potenciais locais.
Separamos os espaços públicos e privados, definindo assim o pátio de serviço, e os espaços de circulação (5), foram adicionadas conforme a necessidade e de acordo com as condições específicas do lugar escolhido, limitando assim o pátio.
Esquema 4

O diagrama resultante combina com a caixa aberta (6) de acordo com as condições do local, que determinam o tamanho, orientação e implantação.

©Sebastián Crespo
O sistema de construção e os materiais foram considerados em paralelo e decidiu-se em premissas semelhantes: um sistema modular que permitisse decisões de acordo com as mudanças no orçamento e da localização.
©Sebastián Crespo

A estrutura  leve de aço  sobre fundação de concreto  suporta a caixa aberta construída em madeira compensada (comum e naval) laqueada e o revestimento de aço oxidado e depois envernizado.

©Sebastián Crespo

Circulação, serviços, paredes e outros elementos que permitem que a casa funcione foram inseridos, com acabamento em branco e  com policarbonato multicelular  para proteger do sol da tarde.

©Sebastián Crespo

Todas as instalações estão concentradas paralelas à circulação, as águas pluviais são separadas do esgoto, e  são absorvidas pela superfície oxidada  da caixa e  devolvidas ao solo.

 

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Arquitectura X
  • Ano: 2007
  • Endereço: La Tola, Valle de Tumbaco Quito Equador
  • Tipo de projeto: Residencial
  • Status:Construído
  • Materialidade: Madeira e Vidro
  • Estrutura: Aço e Metal
  • Localização: La Tola, Valle de Tumbaco, Quito, Equador
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitectura X
  2. Adrian Moreno Núñez
  3. Maria Samaniego Ponce

Informação Complementar:

    1. Construção
    2. Adrian Moreno Núñez, colaboración Carlos Guerra Espinosa
    3. Engenharia Estrutural
    4. Pedro Caicedo
    5. Engenharia Elétrica
    6. Pedro Freile
    7. Engenharia Sanitária
    8. Raúl Cueva
  1. Cliente
  2. Adrian Moreno Núñez, Maria Samaniego Ponce, Lía Moreno Samaniego
  3. Ano Projeto
  4. 2003 – 2006
  5. Ano Construção
  6. 2006 – 2007

Sobre este escritório
Cita: Joanna Helm. "Casa X / Arquitectura X" 25 Nov 2011. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/7152/casa-x-arquitectura-x> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.