O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. ‘Carabineros’ Fort / EDU Medellín

‘Carabineros’ Fort / EDU Medellín

‘Carabineros’ Fort / EDU Medellín
‘Carabineros’ Fort / EDU Medellín, Cortesia de  EDU Medellín
Cortesia de EDU Medellín

Edifícios de Segurança – Arquitetura Sustentável 

Equipamentos públicos têm desempenhado um papel de liderança no processo de transformação de Medellin porque se tornaram referências urbanas que mudam e proporcionam um sentimento de pertencimento nos territórios onde estão estabelecidos. O programa de Segurança e Convivência implementado pela administração do prefeito Alonzo de Salazar (2008 – 2011), decidiu construir um forte para o Carabineros (Divisão da Polícia Montada), um prédio estrategicamente localizado em um dos Parques Ambientais da cidade, no alto das encostas da montanha, chamado Arvi. Este edifício é um item fundamental para o desenvolvimento desta área como um espaço público para o futuro da cidade, pois irá proporcionar um ambiente de segurança e convivência e permitirá estabelecer relações muito estreitas entre a comunidade, o estado e o meio ambiente.

Cortesia de EDU Medellín

Estes edifícios foram projetados com base na imaginação da comunidade. Isso torna possível recuperar e reforçar uma imagem positiva da polícia e do Estado em territórios que estão em desenvolvimento. Este investimento físico também envolve programas sociais com políticas de segurança abrangentes e a coexistência destinada a alcançar uma transformação integrada à cidade.

Cortesia de EDU Medellín

Conceito geral do projeto

O projeto está localizado em uma área designada como reserva florestal. O objetivo é estabelecer um novo equilíbrio construído na paisagem onde o edifício não é um protagonista, ao invés disso, torna-se parte da paisagem.
Em uma propriedade de 7.700 m² disponíveis, o programa consiste em espaços públicos, semipúblicos e privados que funcionam como uma fronteira, e criam um espaço aberto para atividades de formação para 50 cavalos e 10 cães.

O projeto é um “edifício vivo”, amigável com o meio ambiente e seu entorno rural, para produzir sentimentos positivos e emoções em quem o experimenta.

Planta 01

Estamos propondo uma arquitetura modular com uma geometria influenciada pelas construções tradicionais encontrados na área. Os nove edifícios que formam o complexo respondem a dois blocos de construção básicos. O primeiro é uma pele de cor metálica na parte externa que proporciona proteção e a imagem, e dentro é revestido por madeira reciclada que traz calor ao espaço. O segundo é um elemento de concreto que forma os espaços internos que, tal como caixas, é inserido na pele. Várias funções do edifício estão localizadas ali.

Cortesia de EDU Medellín

Componentes para Sustentabilidade

Um princípio básico para a criação dos projetos é a concepção de edifícios sustentáveis que aproveitam as condições naturais e os recursos dos locais onde eles são definidos.

Assim, criamos estratégias diferentes que nos permitiram conceber e construir uma arquitetura pública que está consciente do meio ambiente. Os critérios de sustentabilidade que tornaram este projeto nossa principal referência na transformação urbana e ambiental estão listados abaixo.

Cortesia de EDU Medellín

Componente Bioclimático
O projeto arquitetônico cumpre os critérios de arquitetura bioclimática, com especial atenção às questões de controle solar, radiação solar, ventilação natural, iluminação natural e artificial, acústica e ergonomia. Isso leva o bom posicionamento das aberturas, luminárias, cortinas, fechamentos e vegetação que representam economia de energia imediata.
Componente para a gestão racional da água potável

A fim de racionalizar e controlar o uso de água potável, um tanque de 25.000 L foi instalado para transformar as instalações em configurações autônomas e para fazer uso consciente deste recurso.
Componente para usar a água da chuva
Para auxiliar a sustentabilidade deste complexo, há um tanque de 21.000 L para coletar a água da chuva para uso na manutenção da área verde, limpeza de áreas externas e rubor da rede sanitária.
Componente para o tratamento natural de esgoto
A rede irá coletar esgoto e levá-lo a um sistema configurado com uma zona úmida artificial que, com a ajuda da flora adequadas, pretende tratar as águas residuais, reduzir o seu impacto sobre o sistema natural em torno do complexo e definir a sua autonomia, porque não há nenhum sistema de esgotos público na área.

Cortesia de EDU Medellín

Componente para usar materiais orgânicos
Com a produção de estrume derivados da utilização do complexo, existe um biodigestor que irá transformar este lixo orgânico em gás metano, que irá fornecer a autonomia em energia para preparar alimentos na cozinha.
Componente para usar fontes não convencionais de energia
Com a radiação solar disponível, os painéis solares foram instalados para armazenar e fornecer água quente nos chuveiros e na cozinha do restaurante.
Componente para a utilização de materiais reciclados
Materiais reciclados provenientes de outros processos industriais serão utilizados, tais como as folhas de metal exteriores e as aparas de madeira interiores comprimidas, OSB. As vigas de madeira laminada para o convés serão feitas a partir de comprimidos de madeira que utilizam resinas naturais e são submetidas ao calor.

Cortesia de EDU Medellín

Componente para a participação da comunidade

Os arranjos foram feitos para usar o trabalho não qualificado, com experiência em construção, que vivem na área do projeto de influência, através da criação de grupos de trabalho liderados pelos membros mais amplamente reconhecidos da comunidade e organizado por profissionais sociais do E.D.U.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:EDU Medellín
  • Ano: 2011
  • Área construída: 2535 m²
  • Tipo de projeto: Institucional
  • Operação projetual:Construção
  • Status:Construído
  • Características Especiais: Sustentável
  • Materialidade: Madeira
  • Estrutura: Madeira e Concreto
  • Localização: Medellin, Colombia
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

Arquitetos: EDU Medellín
Equipe de Projeto: Juan Mejia, Gustavo Adolfo Restrepo, John Octavio Ortiz, Alejandra Gomez, Maria Elena Arango, Adolfo Emilio Arboleda, Julian Yepes, Isabel Mejia, Alba Milena Garcia, Diego Alberto Serna, Victor Hugo Garcia, Jerónimo Franco, Jose Puentes, Andres Montoya, Gustavo Ramirez

Informação Complementar:

Construtor: Carlos Vengal Perez

Localização: Medellín, Colômbia
Ano de Projeto: 2011
Área do Projeto: 2,535 m²
Fotografias: Cortesia de EDU Medellín

Cita: Gica Fernandes. "‘Carabineros’ Fort / EDU Medellín" 17 Set 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/71184/carabineros-fort-edu-medellin> ISSN 0719-8906