O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Ty Pren / Feilden Fowles

Ty Pren / Feilden Fowles

Ty Pren / Feilden Fowles
Ty Pren / Feilden Fowles, © David Grandorge
© David Grandorge

© David Grandorge

Introdução
Situado no meio de Brecon Beacons, este terreno linear na cidade de Trallong possui um aspecto sulista e belas visuais para Pen Y Far. O vernacular local inspirou o conceito de uma “casa extensa” moderna, seguindo os contornos do terreno, incorporando-se na encosta de um morro e respondendo às condições existentes. Passamos dois anos pesquisando e desenvolvendo este projeto através visitas ao local, modelos e protótipos. O projeto evoluiu para uma incrustação nítida através do trabalho artesanal para o resultado de um edifício de alta tecnologia.

Diagrama 1

Este período foi usado para a procura de materiais locais, pesquisa e desenvolvimento de nossa adaptação vernacular. A tipologia da casa extensa levou a um plano solar passivo reforçado pela topografia e o aspecto do local. Técnicas de construção contemporânea construíram um edifício verdadeiramente moderno que responde à paisagem. O projeto foi impulsionado por questões ambientais. A estratégia do projeto de painéis solares usa todo o recurso energético disponível, complementado por elementos ativos como um boiler.

© David Grandorge

Projeto histótico / Esquadramento
A Ty Pen foi primeiramente concebida por nossos clientes em 2005, Gavin e Vina Hogg, ambientalistas comprometidos e responsáveis pela administração da Penpont (recentemente premiada pela comissão florestal no quesito “Negócios e Sustentabilidade do País de Gales”), com o intuito de criar um edifício sustentável singular de forte caráter vernacular.

Eles confiaram isto em Feilden Fowles, uma equipe jovem, para nosso primeiro projeto. Este precedente de confiança mútua e boa vontade, com o compromisso compartilhado de projetos sustentáveis, foram mostrados durante todo o processo de projeto e pela equipe de construção. Isto permitiu a criação de um edifício excepcional, pequeno em escala mas com grandes ambições. O cliente, que agiu como um coordenador da construção, tinha uma abordagem ambiental geral que facilitou a produção de um edifício sustentável com um orçamento apertado e garantiu que tanto o projeto como a construção permanecessem sob controle. A energia incorporada dos materiais esteve em constante revisão e em discussão sobre o custo.

Fachadas

Abordagem do projeto
Devido à localização local particular, situado no limite do parque nacional de Brecon Beacons, as discussões sobre o vernacular foram inúmeras ao longo das primeiras etapas de projeto. Expressões como “senso de espaço” e “identidade local” foram abundantes sobre o debate da arquitetura galesa. Matthew Grifith sugeriu em “Sobre o País de Gales” que “o conceito de ‘lugar’ está localizado no centro de uma nova forma de fazer as coisas. Precisamos ser mais efetivos em definir tanto o caráter dos lugares como o valor e o significado que as pessoas podem atribuir a eles…”

© Edmund Fowles

A real força e identidade da cultura galesa são encontradas nas plantas simples de suas capelas e nas construções vernaculares em meio ao campo, gradualmente elaboradas. Estávamos ansiosos para tomar como referência esses exemplos com o cuidado de não apenas reproduzi-los em uma versão explícita do vernacular histórico, em uma abordagem que desvalorizaria o original. Ao invés disso, esperamos reinterpreta-los, não necessariamente pela imitação de detalhes históricos ou pelo uso de materiais autênticos, mas através de uma reinterpretação sútil de formas familiares e ideias juntamente com uma abordagem geral para um ambiente sustetável.

© Fergus Feilden

Materiais
Ty Pren traduz literalmente como “casa de madeira”, demonstrando como o material impulsionou toda a estratégia de projeto. O edifício é revestido lariços que vieram da propriedade do cliente a mais de dois quilômetros de distância, branqueados no local. O revestimento não tratado possui uma vida esperada de 25 anos, sendo que oito árvores da madeira forma plantadas na propriedade se for necessário a substituição.

© David Grandorge

O revestimento removido será destinado para o aquecimento da casa. Ardósias galesas recicladas de edifícios abandonados foram utilizadas no envoltório sobre a cobertura e descendo a parede norte. O uso de painéis de isolamento estruturais (SIPs) com janelas de alta performance resultaram em um edifício hermético. Um isolamento secundário (thermafleece) feito de lã de carneiro foi aplicado para atingir o valor U de 0.15w/m²K nas paredes. Já internamente, o carvalho foi usado nos acabamentos e toda a parede norte foi construída por compensado. Rebocos de cal e tintas de Ty Mawr foram utilizados por toda a construção. Estes materiais naturais não são tóxicos e possui baixa retenção de energia.

© David Grandorge

Exterior
A baixa absorção de energia, a flexibilidade e o caráter do lariço usado funcionaram perfeitamente para esta casa sustentável, particularmente devido ao cliente, um especialista em árvores, que forneceu grande parte da madeira usada na construção vinda de sua propriedade pessoal. O lariço foi derrubado próximo ao local e trazido por meio de uma serraria móvel. Novas árvores foram plantadas na propriedade do cliente devido ao ciclo de vida do revestimento.

© David Grandorge

As fachadas solares incluem janelas profundas que previnem o ganho excessivo de raios de sol, enquanto persianas evitam o super aquecimento dos espaços do primeiro nível. O lariço foi transformado em ripas chanfradas, organizadas a 10mm de distância uma das outras, presas por pinos verticais de 100mm. Isto melhora a ventilação, proporcionando uma aparência próxima a telas de chuvas, incorporando detalhes que enfatizam a tipologia da “casa extensa.” Placas de lariço foram inseridas nas folhas das janelas, cobrindo as esquadrias e destacando as aberturas.

© David Grandorge

Interior
A planta é modernista em sua simplicidade, organizado em uma grelha de 1,2m, guiada por painéis e folhas SIP. A parede contínua norte de compensado incorpora todos os serviços e instalações, incluindo banheiros, escadas, despensa e armazenamento de energia solar. Esta parede é articulada por pinos de carvalho com lacunas que correm ao longo das linhas da casa. As portas dão um caráter sutil, estruturando o espaço. A escada é embutida na profundida da parede do fundo, emergindo em uma galeria com visuais direcionadas para norte, leste, oeste e enquadrando Pen Y Far a sul. Os pisos de carvalho galês no sentido do comprimento da galeria superior e no piso térreo, enfatizando o design linear.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Feilden Fowles
  • Ano: 2009
  • Endereço: Brecon Beacons National Park, King’s Road, Llandovery, Dyfed SA20 0AW Reino Unido
  • Tipo de projeto: Habitacional
  • Operação projetual:Reforma
  • Status:Construído
  • Materialidade: Pedra e Madeira
  • Estrutura: Pedra e Madeira
  • Localização: Brecon Beacons National Park, King’s Road, Llandovery, Dyfed SA20 0AW, Reino Unido
  • Implantação no terreno: Isolado

Cita: Fernanda Britto. "Ty Pren / Feilden Fowles" 07 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/63387/ty-pren-feilden-fowles> ISSN 0719-8906