O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Masrampinyo - Edifício Residencial de 42 Unidades / R+B

Masrampinyo - Edifício Residencial de 42 Unidades / R+B

Masrampinyo - Edifício Residencial de 42 Unidades / R+B
Masrampinyo - Edifício Residencial de 42 Unidades / R+B, © Jordi Surroca
© Jordi Surroca

O projeto é  um volume cúbico cortado em dois pedaços, seguindo a lei dos corredores de cada nível, grandes janelas agrupam as menores, e uma fachada dupla sobre o térreo. Uma máscara feita para um programa com 42 células mínimas.

© Jordi Surroca

Vejo nas fotos de Masrampinyo* a marca inconsciente desse impulso que detém a arquitetura no momento em que é ainda um objeto de trabalho e que conserva a vibração do momento da fabricação.

© Jordi Surroca

Agrupar e dividir para ajustar sua escala e manipular o tamanho do edifício até fazer com que pareça mais íntimo do que é. Uma casa de casas situada na esquina de um terreno localizado nos arredores da cidade.

Planta 01

Tijolos cor de bronze, marcos metálicos negros que mantem à tona essa pele e mostra o interior branco em seus nichos.

© Jordi Surroca

* Comecei com a “Architectural Association Press” (Impressa do colégio de Arquitetos), fui até Lewerents e cheguei a Masrampinyo. Tinha um livro de 1989 em Sigurd Lewerentz 1885-1975, “O dilema do classicismo”, publicado pela “Architectural Press Association”, com uma imagem fascinante de um fragmento de parede de uma das igrejas de Lewerents  na capa, feita com papel de lixa. O livro tinha uma textura negra e áspera, desagradável ao tato, mas incrivelmente bela, apoiado sobre o branco da mesa da biblioteca onde o vi pela primeira vez: papel mineral como as paredes de San Marcos e San Pedro.

Os dois primeiros livros feitos à mão, escritos por Peter e Alison Smithson, com imagens de Lewerentz aparecendo à esquerda, fumando e começando a falar, chamam-se “Os arquitetos silenciosos”. Desde essa sociedade tranquila com membros como Pikionis, Melkinov, Eames Architects, Coderch, Max Bill, Ralph Erskine, entre outros, me pergunto o que teria acontecido se o artigo tivesse sido escrito depois de 1989.

“Arquitetos tranquilos, edifícios tranquilos, papel de lixa.”

É o teto de papel de lixa evocador como um eco das texturas das argamassas das igrejas? Ou é especulativo, porque espera uma aventura dessa arquitetura tranquila, que acaba sendo bastante áspera e sem etiqueta? É difícil de tragar, como um pouco de álcool? Ou se usa o papel de lixa porque o livro quer dizer que Lewerentz é o arquiteto que tenta suavizar a arquitetura moderna e eliminar os aspectos precipitados e brutais dos protótipos nascidos para alcançar dos objetos pálidos?

Porém, ao mesmo tempo -exceto o ultimo tratamento, talvez por que não queriam que o acabamento que pertence à família de objetos com um corte limpo e polido, que perdeu o calor da manipulação- creio que Smithson descobre este guia no caminho desses arquitetos, e com eles, retrata de uma forma diferente a arquitetura contemporânea.

Tudo isso leva a isso: esse teto áspero acabou dando o tema da primeira maquete para o concurso de pequenos edifícios de habitação previstos para jovens no bairro de Masrampinyo, em Montcada i Reixac.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:R+B
  • Ano: 2009
  • Área construída: 3314 m²
  • Endereço: Montcada i Reixac Barcelona Espanha
  • Tipo de projeto: Residencial
  • Status:Construído
  • Materialidade: Tijolo
  • Localização: Montcada i Reixac, Barcelona, Espanha
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: R+B - José Miguel Roldán, Mercè Berengué
  2. Colaboradores: Vicenç Sanz ,Isis Campos, Zana Bosnic, Alfredo Garza, Núria Monfort
  1. Orçamento: 3,136,220.99 €

Sobre este escritório
R+B
Escritório
Cita: Marina de Holanda. "Masrampinyo - Edifício Residencial de 42 Unidades / R+B" 01 Ago 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/62051/masrampinyo-edificio-residencial-de-42-unidades-r-mais-b> ISSN 0719-8906