O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. classicos
  4. Outro
  5. Marcelo e Milton Roberto
  6. 1935
  7. Clássicos da Arquitetura: Sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) / Irmãos Roberto

Clássicos da Arquitetura: Sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) / Irmãos Roberto

Clássicos da Arquitetura: Sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) / Irmãos Roberto
Clássicos da Arquitetura: Sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) / Irmãos Roberto

Um elemento parece romper toda a ordem imposta pelas sete fileiras horizontais de brises verticais oblíquos que percorrem, ligeiramente sobressalientes, as duas fachadas da esquina do edifício: uma grande janela quadrada de vidro composta por nove módulos quadrados menores, subdivididos em quadrados ainda menores. Está localizada no centro da fachada norte, a mais extensa, e avança pelo pavimentos 8 e 9, os últimos a compor o corpo principal do edifício, sendo o segundo um mezanino do primeiro.

Planta térreo

Seu estranhamento é enfatizado, em primeiro lugar, por uma fileira de brises -similares aos dos pavimentos inferiores, porém com menor altura e menor espaçamento entre eles- que percorre o pavimento 9 da mesma fachada. Tal fileira é interrompida pela presença daquela janela, precisamente pelos seus três módulos superior, embora sem muita continuidade com eles. A opacidade da fachada norte do pavimento 8 também é interrompida por aquele elemento, por seus outros seis módulos. A linearidade tanto dos brises do pavimento 9 como da opacidade do pavimento 8 é rompida por aquele elemento.

Maurício e Marcelo Roberto

Em segundo lugar, aquela janela é o único elemento quadrado presente na composição visual, à diferença da marcação horizontal dos pavimentos inferiores através de brises que ocupam toda sua altura. No entanto, há um aspecto do edifício que provem da forma quadrada: sua modulação estrutural de 7 x 7 metros.

Planta 8° pavimento

Em terceiro lugar, ela é a única abertura do corpo principal do edifício a ser posta diretamente sobre a fachada, sem nenhum tipo de proteção solar, permitindo a entrada direta da luz solar no seu pavimento duplo.

Em quarto lugar, a janela parece criar uma série de contrastes com as letras “A B I” postas sobre a parede cega da fachada oeste dos pavimentos 8 e 9. A fachada principal do edifício parece ser a vista em escorço da esquina, mas com uma leve prioridade da porção norte, por ser a mais extensa e por ser nela que está localizado o hall aberto dos elevadores, acesso principal ao edifício. No lado menor, secundário, as letras “A B I”, a sigla da instituição que contém seu peso; no lado maior, uma janela quadrada.

Porém, enquanto a janela está centralizada horizontalmente em relação à fachada norte, a sigla ABI não o está em relação à fachada oeste. Foi disposta ligeiramente mais próxima à esquina. Tampouco está centralizada verticalmente em relação à faixa opaca da parte superior do corpo principal do edifício. Parece ocupar a altura do pavimento 8, estando, assim, sugestivamente alinhada aos seis módulos inferiores da janela da fachada norte.

Percebe-se, então, outra interrupção: sendo o escorço da esquina a fachada principal do edifício, a faixa horizontal de brises do pavimento 9, além de fragmentada pela presença da janela, não mantém sua continuidade no lado oeste. E do mesmo modo que a janela quebra a homogeneidade da faixa opaca do pavimento 8 no lado norte, o letreiro ABI o faz no lado oeste.

Em quinto lugar, a janela parece se estender pelo interior do pavimento 8. Os fechamentos internos protegidos pelos brises são feitos pela mesma sub-modulação de vidros que formam os módulos da janela quadrada, imperceptíveis externamente.

Salão de eventos. Mindlin, H., 1956

Em sexto e deliberadamente último lugar, a janela não é quadrada. Seus três módulos inferiores não são quadrados. A faixa horizontal de brises do pavimento 9, assim como os três módulos superiores da janela, partem com uma leve diferença em relação ao nível do teto do pavimento. A faixa opaca superior à faixa de brises corresponde ao guarda-corpo do terraço superior. A janela “quadrada” ocupa a largura do módulo estrutural central, em continuidade com o hall dos elevadores, e, ainda com o pé-direito duplo do pavimento, não alcança os mesmo sete metros em altura. Parece haver sido feita para ser quadrada, porém, mesmo não podendo ser, continua a ser vista como tal.

A chegada à esse pavimento deve possuir o mesmo estranhamento que aquele elemento gera na fachada em escorço do edifício: um grande ofuscamento pela alta luminosidade permitida pela janela, determinando o modo e o tempo para a experimentação do espaço, uma planta livre permeada por pilares, uma grande altura que abriga um mezanino. Uma referência: Villa Schwob, Le Corbusier, 1916.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Marcelo e Milton Roberto
  • Ano: 1935
  • Tipo de projeto: Institucional
  • Status:Construído
  • Materialidade: Concreto
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Rio de Janeiro, Brasil
  • Implantação no terreno: Adossado às 2 divisas

Sobre este escritório
Marcelo e Milton Roberto
Escritório
Cita: Igor Fracalossi. "Clássicos da Arquitetura: Sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) / Irmãos Roberto" 26 Jul 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/37838/classicos-da-arquitetura-sede-da-associacao-brasileira-de-imprensa-abi-irmaos-roberto> ISSN 0719-8906