O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Sede da Comarca do Bajo Martín / Magén Arquitectos

Sede da Comarca do Bajo Martín / Magén Arquitectos

Sede da Comarca do Bajo Martín / Magén Arquitectos
Sede da Comarca do Bajo Martín / Magén Arquitectos, © Pedro Pegenaute
© Pedro Pegenaute

A sede da Comarca do Bajo Martín é formada por nove cidades históricas em Teruel, localizada na bacia do rio Martín. Alabastro, extraído nas pedreiras da área, é um dos seus principais recursos, dedicado a exportação e promoção cultural, através de rotas, embarcações de reuniões e atividades de arte, organizadas anualmente pelo Centro para o Desenvolvimento Integral do Alabastro.

© Pedro Pegenaute

O terreno está localizado nos arredores de Híjar, capital da província, ao longo da rodovia nacional N-232 e o antigo silo abandonado. Este lugar foi um ambiente de disfuncionalidade urbana, incluindo a existência de edifícios industriais, e na frente de casas residenciais, logo do outro lado da rodovia.

© Pedro Pegenaute

A ausência de qualidades urbanas no entorno legitima uma determinada condição autônoma da construção, crescendo do chão para formar uma solução única, clara e compacta. Portanto, o vinculo necessário entre a construção e o lugar, reforçado por seu caráter institucional, não deve articular-se a partir das relações urbanas com o entorno imediato, mas sim, a partir de referências à paisagem geográfica, à história e cultura, presentes na sua configuração externa. O grupo de volumes construídos com materiais locais; pedra e alabastro, alude, abstrata e geometricamente, aos elementos produzidos nas pedreiras da área. As superfícies de pedra, opacas ou translúcidas, exibem materiais e características expressivas do alabastro em relação com o dia ou a iluminação noturna.

© Pedro Pegenaute

O grupo de volumes, organizado no exterior, compacto, pesado e maciço, volta-se ao interior. O espaço penetra e perfura o volume sólido, produzindo um sistema dinâmico entre os vazios, conectados visual e espacialmente em diagonal, vinculando os três pavimentos e articulando os espaços de circulação, de acesso e de reunião. A continuidade com o material exterior e a presença da luz natural, no interior através de diversas lacunas, reforça a condição do espaço vazio dentro da escavação, extraído da seção como uma ferramenta fundamental do projeto.

© Pedro Pegenaute

A organização funcional do projeto divide-se em três faixas construídas paralelas à via. A primeira é o acesso principal, e a segunda, recebe as zonas do átrio e da gestão e administração, na terceira, o auditório e as salas de aula. A distribuição das plantas diferencia-se entre as áreas mais públicas, térreo e primeiro andar, e as mais relacionadas à gestão interna e o trabalho, no segundo pavimento. Em contraste com as paredes de pedra, no interior o acabamento nos espaços mais significativos é em madeira de bambu, como o salão principal, destacando seu uso público, institucional e representativo.

© Pedro Pegenaute

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Magén Arquitectos
  • Ano: 2011
  • Endereço: N-232, Híjar Teruel Espanha
  • Tipo de projeto: Institucional
  • Status:Construído
  • Materialidade: Pedra e Madeira
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: N-232, Híjar, Teruel, Espanha
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: Magén Arquitectos – Jaime Magén
  2. Colaboradores: Beatriz Olona, María Tejel (arquitetas), José Luis Sánchez (orçamentário), Rafael González (engenheiro), José Sainz (estrutura)

Informação Complementar:

  1. Cliente: Bajo Martin
  2. Construção: Conavinsa SA. Grupo Praínsa
  1. Projeto: 2006

Sobre este escritório
Magén Arquitectos
Escritório
Cita: Marina de Holanda. "Sede da Comarca do Bajo Martín / Magén Arquitectos" 21 Fev 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/33422/sede-da-comarca-do-bajo-martin-magen-arquitectos> ISSN 0719-8906