O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Entidades de arquitetura criticam concurso para anexo do BNDES

Entidades de arquitetura criticam concurso para anexo do BNDES

Entidades de arquitetura criticam concurso para anexo do BNDES
Entidades de arquitetura criticam concurso para anexo do BNDES, Cortesia de imguol
Cortesia de imguol

O concurso do BNDES para a construção do prédio anexo, no Rio, está causando algumas controvérsias entre as entidades de arquitetura. Parte disso se dá porque o arquiteto vencedor da competição não poderá acompanhar o desenvolvimento do projeto e ainda terá de ceder os direitos autorais para o banco. O presidente do IAB-RJ, Pedro da Luz, inclusive, publicou uma carta que desaconselha a participação dos arquitetos na competição. No edital de convocação é possível encontrar na página seis o seguinte trecho:

"Para a formatação deste Concurso, o BNDES procurou adotar as melhores práticas de mercado dos concursos de arquitetura conjuntamente com o entendimento do Tribunal de Contas da União no sentido da impossibilidade da contratação do vencedor do concurso para o desenvolvimento dos projetos básicos e executivo decorrentes do anteprojeto vencedor."

Em resposta à polêmica, o presidente da Comissão de Licitações do BNDES, Carlos Roberto Lopes Haude, assumiu o compromisso de que o vencedor vai participar das fases posteriores do projeto. Apesar disso, não houve nenhuma alteração no edital no que diz respeito ao trecho acima citado. Vale ressaltar que o concurso possui “apoio institucional” do CAU/RJ, que sustenta a sua colaboração na resposta do presidente da Comissão de Licitações do banco. 

Documento publicado no site do IAB, o presidente da entidade, Sérgio Magalhães, diz ser inaceitável que o Conselho profissional no Rio de Janeiro persista nesse erro (apoiar o concurso do BNDES). “No momento, as entidades nacionais da arquitetura e urbanismo, mais o CAU BR, ganham espaço político em defesa da integridade do Projeto, que é autoral e indivisível, tal como regulado em estatuto próprio de nosso Conselho e que faz parte dos documentos oficiais de nossas entidades nacionais”, afirmou Sérgio Magalhães.

O presidente da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBEA), Eduardo Nardelli, acredita que essa situação é um desrespeito à classe: “Disparate. Conceder um projeto é algo único e complexo. Começa do conceito geral, passa pelo tipo de parafuso que será usado, até a concepção final. Na hora que você fatia esse processo, você destrói a profissão.”

Quem segue o mesmo pensamento é o presidente da Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo (ABEA), Fernando Costa, acredita que o trabalho do arquiteto não é só criar, mas também concluir o projeto: “É importantíssimo que o profissional tenha o controle do projeto desde a concepção até a conclusão. Negar isso é tornar o projeto inviável”. A presidente da Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP), a arquiteta e urbanista Letícia Hardt, também se manifestou em apoio à posição do IAB e é contrária aos termos do Edital divulgado pelo Banco.

Nivaldo Andrade, vice-presidente extraordinário do IAB, se mostra contra à posição do CAU/RJ e se diz surpreendido por esta situação: “O CAU/RJ deveria estar ao lado da classe e não concordando com atitudes como essa, que só desvalorizam a classe. É surpreendente! Este concurso não deveria nem ter sido publicado”. Quem também se pronunciou sobre este embate foi a ex-secretária de Habitação de São Paulo, Elisabete França, que se posiciona a favor do IAB: “Não é correto fazer um concurso sem contratar. O BNDES só tem a ganhar, mas em detrimento de uma profissão. Isso é uma falta de respeito”.

Via IAB

Cita: Romullo Baratto. "Entidades de arquitetura criticam concurso para anexo do BNDES" 27 Mar 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/185469/entidades-de-arquitetura-criticam-concurso-para-anexo-do-bndes> ISSN 0719-8906