O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Concursos
  3. Primeiro Lugar no concurso para o anexo do Museu Histórico Nacional do Chile

Primeiro Lugar no concurso para o anexo do Museu Histórico Nacional do Chile

Primeiro Lugar no concurso para o anexo do Museu Histórico Nacional do Chile
Primeiro Lugar no concurso para o anexo do Museu Histórico Nacional do Chile, Cortesia de Aguiló + Pedraza arquitectos
Cortesia de Aguiló + Pedraza arquitectos

A Direção de Arquitetura do Ministério de Obras Públicas e a Direção de Bibliotecas, Arquivos e Museus convocaram este concurso para a ampliação do Museu Histórico Nacional do Chile através da construção de um edifício anexo de 2.625 m² destinado a espaços de exposição e depósito. Dentre as 54 propostas enviadas, destacou-se a do escritório Aguiló + Pedraza arquitectos.

A seguir, imagens e desenhos da proposta vencedora.

Cortesia de Aguiló + Pedraza arquitectos
Cortesia de Aguiló + Pedraza arquitectos

Um hall entre dois pátios

Não é um novo pátio, é um novo hall entre o pátio dos bombeiros e o pátio do edifício histórico. A construção de um vazio interior de 17 x 17 x 14 metros é a principal articulação do projeto.

Um cubo de 6 faces

São as 6 faces que relacionam e configuram os novos programas com o edifício existente e com miolo de quadra. 

Face sul: parede histórica

Corte transversal fachada norte e sul
Corte transversal fachada norte e sul

O ambiente interno, protegido da chuva, expõe a parede histórica sem reboco. A materialidade do edifício e a nobreza de usa construção são transpassada, enfrentando a antiga técnica de construção com a nova edificação. São três as novas aberturas na parede histórica, uma permite a continuação do eixo geométrico existente da Plaza de Armas até os bombeiros, valorizando a sequência de vazios internos da quadra. Outras duas aberturas conectam a exposição permanente com as novas salas de exposição, dando continuidade ao percurso museográfico. 

Face oeste: 3 salões de exposição

As medidas de 21 x 11 x 4,5 metros de cada ambiente permite que se chamem salões, não apenas salas. No primeiro subsolo, os laboratórios participam do espaço central através de pátios ingleses, construídos como vitrines públicas das atividades que acontecem no interior do museu.

Cortesia de Aguiló + Pedraza arquitectos
Cortesia de Aguiló + Pedraza arquitectos

Face norte: as circulações

Uma escada escultórica relaciona todos os níveis, conectando as distintas salas e programas do museu. A face norte está suspensa. configurando, no nível do hall, um vão que relaciona o pátio dos bombeiros com o museu. 

Face leste: administração

Corte longitudinal fachada leste
Corte longitudinal fachada leste

É mantida a estrutura do edifício existente, remodelando-se suas instalações para abrigar a administração. À fachada existente é anteposta uma nova estrutura que conforma, juntamente com o céu e com a fachada oeste, um véu contínuo que alterna tecidos translúcidos e transparentes.

Face superior: difusor de luz

A cobertura é composta por treliças metálicas envolvidas por duas superfícies translúcidas; uma para evitar a entrada de água e outra para fazer o fechamento homogêneo do forro. 

Axonométrica
Axonométrica

Face inferior: solo e cobertura

É o piso do hall e a cobertura do auditório. De granito branco brilhante é revestido o chão, e de madeira o forro.

Céu e subsolo

Dois subsolos abrigam os depósitos, laboratórios e auditório. Estes dois últimos constituem uma área semipública entre os percursos públicos das exposições e a área onde acontece o trabalho de conservação e depósitos.

Sobre as coberturas estão dois terraços que recebem as circulações verticais, tanto do edifício administrativo quanto dos percursos expositivos.

Planta do nível principal
Planta do nível principal

Intervenções em um edifício histórico

Reloca-se a recepção no novo hall. Junto a ela se localizam a cafeteria e a loja. É a partir daí, já, que se inicia a exposição. Amplia-se a biblioteca e se relocam os escritórios e salas didáticas para o canto sudoestes do edifício histórico. Assim, concentram-se os programas públicos em torno do pátio, deixando mais protegido o novo hall.

  • Concurso

    Concurso Edificio Anexo Museo Histórico Nacional de Chile
  • Premio

    Primeiro Lugar
  • Nombre de la Obra

    Um hall entre dois pátios
  • Arquitetos

  • Localização

    Plaza de Armas, Santiago Metropolitan Region, Chile
  • Arquiteto Encarregado

    Diego Aguiló y Rodrigo Pedraza
  • Especialista em patrimônio

    Álvaro Pedraza G.
  • Engenheiro civil estrutural

    Joel Contreras Gaete
  • Arquitetos associados

    José Gabriel Lemaître P. y Mauricio Urzúa
  • Área

    2625,0 m²
  • Ano do Projeto

    2013

Ver a galeria completa

Sobre este autor
Cita: Cabezas, Constanza. "Primeiro Lugar no concurso para o anexo do Museu Histórico Nacional do Chile" [Primer Lugar Concurso Edificio Anexo Museo Histórico Nacional de Chile] 15 Nov 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/153065/primeiro-lugar-no-concurso-para-o-anexo-do-museu-historico-nacional-do-chile> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.