Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Esportiva
  4. Brasil
  5. Vilanova Artigas
  6. 1961
  7. Clássicos da Arquitetura: Santa Paula Iate Clube / Vilanova Artigas

Clássicos da Arquitetura: Santa Paula Iate Clube / Vilanova Artigas

Clássicos da Arquitetura: Santa Paula Iate Clube / Vilanova Artigas
Clássicos da Arquitetura: Santa Paula Iate Clube / Vilanova Artigas, Cortesia de SGBL
Cortesia de SGBL

A Garagem de Barcos é definida por uma cobertura retangular em laje tripartida, com oito apoios dispostos simetricamente nas duas laterais extensas, amparados diretamente nos blocos de fundação sobre muros de arrimo revestidos de pedra. Um pavimento em superior dá continuidade à cota da avenida e um pavimento inferior ocupando 2/3 da área de projeção da cobertura situa-se na cota de nível do lago conformando um embasamento semi-enterrado envolto pelas paredes-arrimo.

© Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections © USP © Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections © Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections + 14

© USP
© USP

Praticamente sem vedos a edificação em proporção 1:5 é definida por duas vigas principais longitudinais em concreto protendido com cerca de 70 m de comprimento ,com dois balanços externos de 10 m, dois vãos de 10 m e um vão central de 30 m, com altura de viga variável entre 0,65 e 2,25 m; as vigas principais estão espaçadas de 14 m e conectadas por vigas nervuradas transversais, reforçadas por outras duas vigas longitudinais. 

Corte e Elevações. Image © Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections
Corte e Elevações. Image © Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections

As vigas principais descarregam em quatro apoios que nascem sem solução de continuidade de seu desenho e se articulam com apoios inferiores definidos pelos muros de arrimo, com juntas realizadas por meio de aparelhos maciços de aço, que são distintos a cada apoio. A solução técnica é absolutamente isostática, de maneira que a cobertura apenas se apóia, com total independência estrutural, no “chão qualificado” conformado pelos muros e por apoios, que poderiam ser interpretados como fundações afloradas. 

© Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections
© Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections

O setor central de pé-direito mais alto se destinaria à guarda de pequenos barcos, já aliviados de seus motores e velas. Nos estudos iniciais comparece ali um volume fechado para depósito, que finalmente foi abrigado na área inferior fechada, delimitada pelo muro de pedra. Desse setor central e em continuidade ao piso, uma rampa de concreto construída sobre o chão desce suavemente até dentro da represa, de maneira a facilitar o acesso e retirada dos barcos da água e sua acomodação sob o vão central da garagem.

* Extrato da tese de doutorado de Ruth Verde Zein "A Arquitetura da Escola Paulista Brutalista 1953-1973", PROPAR, 2005.

© Luiz Seo
© Luiz Seo

Em 2010, foi aprovado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico de São Paulo (Conpresp) o projeto de restauro e reforma da Garagem de Barcos, que abrigará um restaurante. O Santa Paula Iate Clube será inteiramente reformado para dar lugar a um complexo hoteleiro com vistas à Copa do Mundo de 2014.

© Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections
© Julio Beraldo Valente. Cortesia de Brutalist Connections

Ver a galeria completa

Localização do Projeto

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: Igor Fracalossi. "Clássicos da Arquitetura: Santa Paula Iate Clube / Vilanova Artigas" 25 Set 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/142684/classicos-da-arquitetura-santa-paula-iate-clube-slash-vilanova-artigas> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.