O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Notícias
  3. Como equilibrar as tradições locais e novas soluções em design de interesse público

Como equilibrar as tradições locais e novas soluções em design de interesse público

Como equilibrar as tradições locais e novas soluções em design de interesse público
Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.
Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.

Este artigo a seguir é de Marika Shioiri-Clark é uma arquiteta que usa o design para dar força à mudança global e para combater a desigualdade. Enquanto frequentava a Universidade de Harvard para seu Mestrado em Arquitetura, ela co-fundou o grupo sem fins lucrativos MASS Design Group e deu início ao trabalho que se tornaria o Butaro Hospital em Ruanda. Neste artigo, que apareceu originalmente em GOOD como "Building a Rwandan Wall", ela explica o processo pelo qual o hospital foi construído e defende reivindicações de que o projeto, liderado por um grupo de arquitetos ocidentais, era, de alguma forma, de natureza colonialista.

Ela discorre: "Em um lugar como Ruanda, não é neo-colonialista trabalhar por projetos de alta qualidade contanto que se esteja profundamente e autenticamente comprometido com a comunidade. No mundo atual, é mais neo-colonialista assumir que o povo africanos não quer edifícios e espaços bem projetados".

Leia sobre as experiências feitas por Shiori-Clark e o delicado equilíbrio que deve se impor entre conhecimento local e técnicas inovadoras após o intervalo.

Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.
Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.

Em uma colina na zona rural de Ruanda está um hospital que um pequeno grupo de colegas de classe e eu projetamos e construímos enquanto ainda eramos estudantes, morando naquele país por alguns meses. O hospital, que se tornou nosso primeiro projeto como MASS Design Group, foi mundialmente reconhecido e aceito pela comunidade local - vários membros ajudaram a construir com suas próprias mãos.

Como a maior parte dos edifícios na área, nós usamos rocha vulcânica local para as paredes. Tendo visto muitas paredes frágeis, sujeitas a erosão, optamos por trazer a esfera do artesanato mais próxima a uma técnica mais sustentável. Após a construção de maquetes de estudos, junto a mão-de-obra local, que deu se início à construção de fato das paredes do edifício, fazendo todo a seu entorno. A técnica local melhorou muito ao longo da construção e, no final, os pedreiros voluntariamente decidiram derrubar e refazer a primeira parede.

Depois de compartilhar nossa história em uma conferência recentemente, respondi a várias criticas de participantes preocupados que o uso de uma estética diferente, ocidental, nas paredes desencontrava-se com os métodos construtivos tradicionais. Com a introdução de uma nova técnica, eles alegaram que estaríamos desvalorizando as vozes e cultura locais, substituindo-as por ocidentais, assim como os missionários fizeram usando a religião. Para certificar-se, estou ciente que nenhum edifício e nenhum esforço está imune à crítica, nem deveriam estar. Mas desde então, tenho sido incapaz de levar a cabo um confronto com dois arquitetos que provavelmente nunca trabalharam em Ruanda.

Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.
Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.

Era estranho ser comparada a uma missionária cristã, especialmente por que sou alguém o mais distante disso: uma mulher meio-japonesa criada agnóstica em Berkley, Califórnia. Sim, colocando um edifício totalmente não-contextual, construindo em um local como a zona rural de Ruanda sem pensar na comunidade e em sua cultura seria irresponsável. Mas, recriar o que foi encontrado em uma comunidade, mesmo que aquele modelo não sirva para a saúde ou subsistência de sua população, é igualmente irresponsável. Estaremos paralisados no tempo se tivermos medo de usar nossas habilidades de design para ir além do estrito vernáculo.

Há um equilíbrio crítico que surge da dedicação de algum tempo em entender a comunidade, como fizemos ao viver com locais. Aproveitando nossa compreensão, pudemos então propôr novas soluções projetuais. O arquiteto de Ghanaian, Joe Ossae-Addo, fala sobre arquitetura "Inno-native" - uma combinação de inovação e tradição local. Na IDEO.org, onde se deu a aula inaugural de bolsistas no ano passado, utilizamos o termo "human-centered design" para definir esta metodologia.

Em um lugar como Ruanda, não é neo-colonialista trabalhar por projetos de alta qualidade contanto que se esteja profunda e verdadeiramente comprometido com a comunidade. 

Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.
Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.

É paternalista acreditar que africanos não desejam inovação ou empregos tanto quanto qualquer outra pessoa no mundo. Na verdade, os pedreiros de Ruanda que trabalharam no hospital usando técnicas modernas, agora são conhecidos por toda região e além. Onze membros da comissão local formaram recentemente a COTCR, a Cooperativa de Técnicos e Construtores de Rwinkwavu, através da qual agora eles são capazes de orientar outros trabalhadores sobre a construção baseada na comunidade. Novas capacidades técnicas não devem ser degradantes à cultura; elas podem ser uma fonte poderosa de orgulho e subsistência. 

Em seu discurso de abertura para a Clinton Global Initiative (CGI) Annual Meeting deste ano cujo tema foi "Projetando para o Impacto", o presidente Bill Clinton usou o Butaro Hospital como inspiração e modelo do poder do design em criar oportunidades. USAID está oferecendo Bolsas de Inovação para testar novas ideias e metodologias, inclusive na área de design. Estes são apenas dois exemplos recentes. 

Claramente, o campo do design de impacto social está ganhando força. Mas, neste trabalho, é fundamental ser capaz de distinguir quais aspectos do design enquadram-se sob a égide da inovação e quais constituem tentativas prejudiciais que dizimam a cultura indígena. A diferença, em minha opinião, está na responsabilidade do projetista em colocar-se dentro da comunidade que busca impactar, a fim de obter a compreensão real de suas hábitos e necessidades.

Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.
Butaro Hospital by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.

É claro que estes são exemplos de projetos inalcançáveis. Um exemplo famoso é o Play Pump. Primeiramente anunciado como uma tecnologia inovadora para água potável, os trabalhadores arrancaram as bombas de água existentes para substituí-las por novas bombas de potência alta, que eram mais difíceis de serem operadas e requeriam maior esforço do que o bombeamento comum que eles removeram. Em retrospecto, este problema pode parecer óbvio, mas muito frequentemente nós projetistas pulamos as etapas de aprendizagem sobre a comunidade alvo, assumindo que já temos as respostas.

O projeto tem a capacidade crucial de encobrir o passado existente para evidenciar novas soluções. É um novo campo altamente criativo, e também confuso. Mas nós não nos fazemos nenhum favor admitindo que africanos são tradicionalistas ingênuos. Isto nos afasta deles e não nos permite fazer nosso trabalho propriamente: o qual decorre de uma compreensão e repeito mútuos.

A África pode parecer anos luz de distância de nossa realidade cotidiana. Mas lembremo-nos que todos nós procuramos a mesma coisa para nossas vidas: espaços para trabalhar, morar e descansar com dignidade.

Butaro Hospital in progress by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.
Butaro Hospital in progress by MASS Design Group. Image © Iwan Baan.


Sobre este autor
Vanessa Quirk
Autor
Cita: Quirk, Vanessa. "Como equilibrar as tradições locais e novas soluções em design de interesse público" [How to Balance Local Traditions and New Solutions in Public-Interest Design] 02 Abr 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Britto, Fernanda) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/106326/como-equilibrar-as-tradicoes-locais-e-novas-solucoes-em-design-de-interesse-publico> ISSN 0719-8906