1. ArchDaily
  2. Qatar 2022 World Cup

Qatar 2022 World Cup: O mais recente de arquitetura e notícia

Memorial da Copa do Mundo no Qatar / 1week1project

Em um dos muitos canteiros de obras da Copa do Mundo no Qatar, outro operário nepalês morreu. O trabalhador não foi identificado. As mortes não aparecem nos noticiários e o trabalho no canteiro é retomado o o mais rápido possível para que o prazo de conclusão das obras seja cumprido. Mas, no deserto fora dos limites de Doha, um operador de guindaste se prepara para acrescentar mais um módulo de concreto àquela que está se tornando rapidamente - e tragicamente - uma das torres mais altas do Qatar.

Essa é a proposta apresentada por Axel de Stampa e Sylvain Macaux, do escritório 1week1project, com seu "Memorial da Copa do Mundo no Qatar". Projetado como um de seus "projetos espontâneos" de uma semana de duração, o monumento guarda a memória de cada trabalhador morto no período de preparação para a Copa do Mundo de 2022.

Cortesia de 1week1projectCortesia de 1week1projectCortesia de 1week1projectCortesia de 1week1project+ 10

Martin Filler admite erro em sua crítica a Zaha Hadid

Recentemente Zaha Hadid entrou com um processo de difamação contra o crítico Martin Filler, após a publicação no New York Review of Books de uma análise de Filler sobre o livro "Why We Build: Power and Desire in Architecture", de Rowan Moore, que continha uma seção mordaz a respeito de Hadid. No artigo, Filler diz que ela não mostrou "nenhuma preocupação" pelas mortes dos operários no Qatar, onde a arquiteta projetou um estádio para a Copa do Mundo de 2022. Segundo o New York Times, entretanto, Filler admitiu ter cometido um erro significante em seu artigo. Numa alteração de seu texto, Filler reconhece que as citações de Hadid foram usadas fora de contexto e "não tinham nada a ver" com o estádio no Qatar que ela projetara. Leia a declaração completa de Filler neste artigo do New York Times.