Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Parklet

Parklet: O mais recente de arquitetura e notícia

Praças, parklets e outros espaços públicos: mudanças na legislação permitem que as pessoas transformem suas cidades

Ninguém conhece tão bem uma rua ou um bairro quanto as pessoas que vivem neles. Cada local tem suas peculiaridades, suas vocações e também seus problemas. Sendo assim, soluções em escala local podem ser criadas pelos próprios cidadãos, aumentando assim a eficiência e a aderência do projeto. Cidades ao redor do mundo vêm abrindo possibilidades em suas legislações para políticas públicas que facilitem e fomentem a participação cidadã em iniciativas transformadoras.

O prefeito que transformou seu estacionamento privativo em um parklet

Svante Myrick recusou a vaga de estacionamento que lhe era de direito e a converteu em um pequeno parque de uso público, um parklet, como se convencionou chamar hoje em dia.

Pouco antes havia decidido deixar de usar o automóvel para ir ao trabalho, optando pelas caminhadas, como 15% dos habitantes da sua cidade. 

Mas, ainda antes desta decisão, ele havia se convertido, aos 25 anos, no prefeito mais jovem de Ithaca, Nova York, uma pequena cidade de 30 mil habitantes que não que teria espaço nos mapas se não abrigasse em suas terras a Universidade de Cornell.

A história é antiga, mas vale a pena retomá-la.

Prefeitura de São Paulo lança manual de como implantar um parklet

© Luísa Zottis/EMBARQ Brasil, via Flickr. Licença CC BY-NC 2.0
© Luísa Zottis/EMBARQ Brasil, via Flickr. Licença CC BY-NC 2.0

A prefeitura de São Paulo disponibilizou recentemente na página Gestão Urbana SP um manual de como implementar um parklet. Intitulado Manual Operacional para implantar um parklet em São Paulo, o documento oferece as informações necessárias aos interessados em implantar um parklet na cidade.

De acordo com o manual, a instalação dos parklets pode ser de iniciativa da Administração Pública, pessoas físicas ou jurídicas, e os custos referentes à instalação, manutenção e remoção do parklet são de responsabilidade exclusiva do mantenedor.

1ª Semana TransLAB.URB // Território Ativo

1ª Semana TransLAB.URB // Território Ativo
Dias 31 de Julho, 01, 02, 03 de Agosto

O TransLAB, Laboratório Cidadão e Instituto de Pesquisa em Inovação Social, através da
sua Linha de Trabalho permanente de Urbanismo, o TransLAB.URb lança a sua
primeira “Semana TransLAB.URB” com o tema “Território Ativo”, e convida todos os interessados para uma série de atividades com o objetivo de provocar reflexões sobre o papel do cidadão como protagonista do território, estimulando a construção de ações locais.

Todas as atividades terão contribuição sugerida de R$ 5,00, pagos no ato.
Serão fornecidos certificados de participação.

Inscrições: http://goo.gl/forms/0OGqcD668aVVe3P33

ATIVIDADES

Domingo, 31 de Julho

> Abertura Festiva da 1ª Semana

Resultados do Concurso #007 Projetar.org - Parklet na Vila Madalena

Com 241 equipes inscritas e 199 projetos entregues, o Concurso #007 da Projetar.org contou com participantes de todas as regiões do Brasil.

O concurso propôs aos estudantes projetarem um Parklet, também conhecido como “Vaga Verde”, “Vaga Viva” ou “Zona Verde”, na Vila Madalena, uma das regiões mais vibrantes de São Paulo, que foi a primeira grande cidade brasileira a regulamentar a implantação desta solução urbanística.

Como pode ser conferido no portal Projetar.org, onde estão disponibilizadas as propostas de todos os grupos participantes, merece destaque a preocupação das equipes com a viabilidade das propostas. Em relação aos vencedores, vale ressaltar a preocupação em criar um espaço público atrativo, visando que os parklets sejam procurados e utilizados pela população. A vontade de unir diferentes usos e funções também esteve presente nos trabalhos vencedores.

Veja a seguir os projetos premiados:

Projetar.org lança concurso #007 – Parklet na Vila Madalena

O Concurso #007 da Projetar.org propõe que os estudantes projetem um parklet, também conhecido como “Vaga Verde”, “Vaga Viva” ou “Zona Verde”, na Vila Madalena, um dos mais importantes centros gastronômicos e artísticos de São Paulo-SP, que foi a primeira metrópole do país a regulamentar a implantação desta solução urbanística.

O Parklet é uma espécie de “plataforma de convivência” em uma extensão temporária da calçada sobre uma área antes destinada ao estacionamento de veículos. Este pequeno parque pode ser equipado com bancos, mesas, floreiras, dentre outros elementos de mobiliário urbano. O objetivo dos Parklets é oferecer espaços de lazer, descanso e socialização, privilegiando o pedestre e contribuindo para uma cidade mais humana.

Gerar um espaço que promova a convivência das pessoas em suas caminhadas pela cidade e que contribua com o desenvolvimento da arquitetura de mobiliário urbano contemporânea, é o desafio do concurso #007 da Projetar.org. 

Zonas Verdes “Parklet” – a reinvenção do espaço público

Amanhã (20/11), na Zona Verde instalada na Rua Padre João Manuel (estação Consolação do metrô), será possível conferir uma exposição que mostra os parklets existentes em outras cidades do mundo. Experiências em São Francisco, Chicago e Nova York poderão ser vistas no espaço. É gratuito.

Resultados do Concurso Estudantil arqZONA VERDE para um parklet em Recife

O grupo arqDEBATES anunciou esta semana o resultado do concurso arqZONA VERDE, cujo objetivo era a construção de um Parklet na cidade de Recife.

Com 32 projetos inscritos, a organização selecionou três primeiros colocados e uma menção honrosa segundo critérios de avaliação que observavam a apresentação da proposta, a integração com o entorno, a funcionalidade, estética e facilidade de execução, já que o projeto vencedor será construído durante a programação do SPA das Artes, que acontece em Recife no início deste mês de novembro.

Veja a seguir os projetos premiados:

Concurso estudantil para a construção de um Parklet em Recife

O arqDEBATES promove seu primeiro concurso de arquitetura para estudantes, cujo objetivo é a construção de um Parklet que ocupará duas vagas de carro nas imediações da sede do IAB-PE e da Fundação Joaquim Nabuco, ambas no bairro do Derby.

A melhor propostas será executada durante a programação do SPA das Artes, que acontece em Recife no início de novembro.

Para tanto, será oferecido ao vencedor um prêmio no valor de R$ 2.000, que deverá ser utilizado na construção da proposta vencedora durante o período especificado.