Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Paraíba

Paraíba: O mais recente de arquitetura e notícia

Resultado do Concurso para a reurbanização da área central de Conde, Paraíba

No dia 22 de outubro, o projeto vencedor do 1º Concurso Público de Projetos de Conde foi divulgado. Foram enviados 32 projetos, vindos de 11 estados com propostas de intervenção para uma área de aproximadamente 14.266 m², com projetos de paisagismo, urbanismo, infraestrutura urbana e dos equipamentos públicos e mobiliários do espaço. A área definida como objeto do concurso é a que concentra a maior quantidade de áreas livres e equipamentos públicos implantados dentro do perímetro urbano de Conde, como mercado, escolas, praças, igrejas, feira livre, serviços de transporte e repartições públicas. Dentre eles, as praças Pedro Alves e Antônio de Sousa Santos, juntamente com as ruas Domingos Maranhão e Nossa Senhora da Conceição, apresentam expressivos potenciais urbanísticos e abrigam relevantes eventos sociais da cidade.

O júri foi formado por profissionais da área de arquitetura e urbanismo, além de um representante local. O projeto vencedor veio de Porto Alegre (Rio Grande do Sul) e atendeu a vários aspectos solicitados que foram a economia, o comércio local e a criação de espaços de permanência para a população. A equipe formada por Bruno de Moraes Britto, Camila Bellver Alberti, Douglas Silveira Martini, Jean Michel Forte dos Anjos e Mariana Mocellin Mincarone. Veja os projetos premiados abaixo:

IESP promove a palestra "Por uma cidade lúdica e coletiva, por uma arte pública, crítica e poética"

O Instituto de Educação Superior da Paraíba (IESP) promove, no dia 21 de agosto, a aula inaugural da 2ª edição do curso de pós-graduação em Design e Arquitetura de Espaços Efêmeros (Pós DAEE), com a profa. MsC. Brígida Campbell, da Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Projeto "Memória João Pessoa" promove a educação patrimonial na Paraíba

O Memória João Pessoa é um Projeto de Extensão vinculado ao Departamento de Arquitetura da Universidade Federal da Paraíba. Reconhecida a necessidade de conscientizar a sociedade sobre a preservação do patrimônio da cidade de João Pessoa, o projeto surgiu da ideia de divulgar de forma fácil e acessível a história local. Nascido em 2006, o Memória conta com a participação de estudantes bolsistas e voluntários, dos cursos de arquitetura e urbanismo, mídias digitais e computação, sob a coordenação dos professores Maria Berthilde e Ivan Cavalcanti Filho

O projeto visa promover a educação patrimonial, tendo como resultado um portal eletrônico e uma fanpage no Facebook. Na páginapode-se conhecer o patrimônio que registra a história e a memória da cidade de João Pessoa: seus edifícios mais significativos e os sítios urbanos que a ela dão identidade. Além destas informações, a página permite acesso a links como o das “Vivências”, “Jogos”, “Postais” e “Galeria”, que se utilizam de recursos como vídeos, histórias em quadrinhos, jogos da memória e sete erros, direcionados a apresentar e fixar imagens recentes e antigas de edifícios e espaços públicos significativos da cidade. Todos os links objetivam o envolvimento do usuário com as questões patrimoniais.

Teatro Santa Roza. Data: Data: 2013. Fonte: Acervo Memória João Pessoa Casa da Pólvora. Data: 1985. Fonte: Acervo Anibal Moura Neto Cartão postal da Igreja de Santo Antônio. Sem data. Fonte: Acervo Instituto Histórico e Geográfico Paraibano Igreja da Misericórdia. Data: 2013. Fonte: Acervo Memória João Pessoa + 10

IAB-PB divulga carta aberta sobre a importância dos concursos nos grandes projetos públicos

O Instituto de Arquitetos do Brasil, seccional Paraíba (IAB-PB) divulgou recentemente uma carta aberta na qual se posiciona a favor da realização de concursos para a escolha dos projetos arquitetônicos de obras públicas. Esse tipo de seleção, para o presidente do IAB-PB, Fabiano Melo, serve para garantir a qualidade do projeto e já vem sendo utilizado há muitos anos no Brasil.

Entre as vantagens da seleção mediante concurso público, o presidente do IAB-PB conta que, além da qualidade do projeto, essa prática também dá maior espaço para que a população participe de decisões importantes para a cidade. Na Paraíba, no entanto, essa prática ainda é muito pouco adotada.