Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Oceania

Oceania: O mais recente de arquitetura e notícia

The Goods Line Project: O novo centro urbano de Sydney

Em novembro deste ano, Sidney terá um novo centro urbano e um grande parque no setor sul da cidade: The Goods Line. Inspirado no projeto de reconversão urbana nova-iorquino High Line, o plano para a cidade australiana considera a transformação de um espaço de 500 metros de largura que há entre a Praça de Trens e o Porto Darling em um novo polo cultural que já conta com algumas das instituições culturais e educativas mais importantes da cidade, como a Prefeitura de Sidney, o Museu Powerhouse e a Universidade de Tecnologia de Sidney, entre outras.

O projeto considera a reutilização do espaço por onde passava um trem de carga industrial até 1854, ano em que as vias foram bloqueadas e as que, até antes do anúncio deste projeto não se considerava dar nenhum uso em particular. Desta forma, se busca revitalizar o lugar para que seja um novo polo cultural da cidade onde se realizem diversos eventos e as pessoas possam acessar facilmente através de ciclovias e passeios de pedestres.

A seguir, mais imagens e informação do projeto.

Courtesy of ASPECT Studio e Chrofi Courtesy of ASPECT Studio e Chrofi Courtesy of ASPECT Studio e Chrofi Courtesy of ASPECT Studio e Chrofi + 15

“Pavilhão de Pallets”: Cidadãos conseguem revitalizar um espaço público na Nova Zelândia

No início de dezembro do ano passado foi construído, em uma área vazia de Christchurc (Nova Zelândia), um espaço público para a realização de concertos e eventos abertos. Inicialmente estava programado que funcionasse durante seis meses, ou seja, até maio deste ano. Mas, por demonstrar ser capaz de reativar um espaço urbano e, por meio de uma campanha de crowdfunding organizada pelas pessoas que não queriam que ele fechasse, o espaço ficará permanecerá aberto por mais um ano.

O que faz deste local chamativo às pessoas, chamado de “Pavilhão de Pallets”, não é somente sua gestão comunitária, mas o fato de ter sido construído com materiais de construção sustentáveis. Feito com mais de 3.000 pallets de madeira reutilizados - e com a ajuda de 250 voluntários - o pavilhão não funciona somente como um centro comunitário ao ar livre, mas como um jardim em meio à cidade.

A seguir mais informações e fotografias do pavilhão.

“Literature vs Traffic”: Os livros tomam conta da rua

Em junho deste ano, o coletivo espanhol Luz Interruptus criou a intervenção urbana “Literature versus Traffic”, que consistia em instalar mais de 10.000 livros iluminados com luzes de LED nas ruas de Melbourne. O setor escolhido foi Federation Square, um centro cívico e cultural da cidade australiana que cedeu algumas de suas escadas e uma pista de rolagem da Flinders Street, uma das ruas mais movimentadas do lugar.

Ranking 2012: As 10 melhores cidades do mundo para viver

Casa Pohutukawa / Herbstarchitects