Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Left Hand Rotation

Left Hand Rotation: O mais recente de arquitetura e notícia

7 Curta-metragens de arquitetura que você não encontrará no Netflix

Considerando que uma obra de arquitetura possa ser fotografada, representada ou simplesmente definida verbalmente, ela também pode ser protagonista de uma obra cinematográfica. Isto fica muito claro em Arquitectura en Corto, um ciclo de curta-metragens sobre inovações e tendências na arquitetura contemporânea.

"A vitalização de vídeos nas redes sociais e dispositivos móveis; custos de produção mais acessíveis e, sobretudo, a necessidade de divulgar e comunicar projetos e processos cada dia mais complexos e inovadores, são algumas das tantas causas que levam a arquitetura a aproximar-se ainda mais desta forma de expressão", explicam Roca Gallery e Technal, organizadores do Arquitectura en Corto.

20 casos de gentrificação documentados para conhecer, analisar e debater

Como fenômeno de transformação urbana, o conceito de gentrificação ganhou uma grande força nos últimos anos, saindo das discussões acadêmicas e alcançando, inclusive, os meios massivos de comunicação que simplificaram sua definição. Na sequência, como uma verdadeira caça as bruxas, parece que todos somos, ao mesmo tempo, gentrificadores e gentrificados. 

Desde sua origem, como conceito nos anos 60, a maioria dos autores optaram por diferenciar, especificar e categorizar os processos de gentrificação segundo sua localização (países desenvolvidos/sul global), seus fomentadores (investimento público, 'sofisticação' urbana, imobiliárias, especuladores) e suas consequências (expulsão de residentes, hipsterização urbana, 'recuperação' urbana).

Deste modo, fizemos uma seleção de 20 casos documentados em diferentes formatos pelo Museo de los Desplazados (Museu dos Desalojados) uma iniciativa digital e colaborativa criada pelo coletivo espanhol Left Hand Rotation, também autores do projeto audiovisual Ficción Inmobiliaria.

San Francisco, Estados Unidos. Image © Matt Biddulph [Flickr], bajo licencia CC BY-SA 2.0 Lisboa, Portugal. Image © Brad Hammonds [Flickr], bajo licencia CC BY-NC 2.0 Sarajevo, Bosnia - Herzegovina. Image © Terekhova [Flickr], bajo licencia CC BY-NC-ND 2.0 Ciudad de México, México. Image Cortesía de CDMX + 7

Ficção Imobiliária 2: especulação imobiliária e gentrificação no cinema

Nesta colaboração, o coletivo espanhol Left Hand Rotation apresenta o seguimento do vídeo Ficción Inmobiliaria, um relato cinematográfico sobre filmes de diversos estilos e diferentes épocas, mas todos relacionados a temas urbanos dos dias de hoje.

Desde o clássico Metrópolis (1927) até o comovente Up (2009), passando pela série hollywoodiana The Team- A, o coletivo espanhol detecta a especulação imobiliária, a gentrificação de bairros pobres, a resistência vicinal e a invasão hipster em suas tramas. Às vezes presentes como mero plano de fundo e em outras, como eixo gravitacional dos filmes.

Continue lendo a seguir.

The A Team 04x04 (1986). Imagem via Left Hand Rotation Up (2009). Imagem via Left Hand Rotation Barbershop 2 (2004). Imagem via Left Hand Rotation Barbershop 2 (2004). Imagem via Left Hand Rotation + 10

Vídeo: "Ficción Inmobiliaria" (ou 16 filmes marcados por conflitos urbanos)

Devido à complexidade e ao academicismo de seu conteúdo, poucas vezes os conflitos urbanos foram matéria prima para a trama de filmes hollywoodianos (que não sejam documentários). No entanto, o coletivo espanhol Left Hand Rotation criou em "Ficción Inmobiliaria" um relato cinematográfico sobre 16 filmes comerciais baseados em tramas urbanas aparentemente tão distintas quanto zumbis consumidores de espaço urbano (Cockneys vs Zombies), a resistência de adultos mais velhos diante da renovação urbana (Homebodies), a ameaça das rodovias em uma cidade de lápis e papel (Uma Cilada Para Roger Rabbit) ou a corrupção política e a especulação imobiliária na Itália dos anos 60 (As mão sobre a cidade).

Em 21 minutos, Ficción Inmobiliaria levanta16 leituras contemporâneas sobre esses conflitos urbanos, tão presentes porém tão travestidos nos dias de hoje. Segundo seus criadores, "nessa colagem de ficções, nas quais a cidade e seus habitantes são os protagonistas, se escode o registro dos conflitos urbanos associados ao modelo socioeconômico de uma época."

Mais informações a seguir.