Pagina inicial

Conheça a história por trás da nova identidade da nossa marca

Saiba mais
  1. ArchDaily
  2. Goma Oficina

Goma Oficina: O mais recente de arquitetura e notícia

"Entendemos a arquitetura enquanto cultura": entrevista com Goma Oficina

Grupos e coletivos que trabalham nas bordas do campo disciplinar da arquitetura são, felizmente, cada vez mais comuns. No entanto, raros são aqueles que em tantas frentes distintas se esforçam por expandir os limites da profissão como a Goma Oficina, de São Paulo, composta atualmente por Ana David, André Stefanini, André Bonani, Christian Salmeron, João Wallig, Fernando Banzi, Guilherme Tanaka, Lauro Rocha, Maria Cau Levy, Paula Marujo, Victoria Braga e Vitor Pena.

Entendendo a arquitetura enquanto cultura em seu sentido mais amplo, Goma vem atuando desde 2010 em projetos que se localizam em um território pouco definido, marcado por transdisciplinaridades e sobreposições entre campos distintos. Sua produção mais recente envolve exposições, livros, pesquisas, debates, instalações e maquetes ligados às áreas de arquitetura, design gráfico, fotografia e arte.

Fogueira | Oficina de estruturas nômades. Vítor Pena , Guilherme Tanaka, Lauro Rocha, Christian Salmeron (Goma Oficina). Cristina Kesselring, Victoria Braga e Vinicius Costa (DAFAM). Cortesia de Goma OficinaOrgulho e resistências: LGBT na ditadura | Memorial da Resistência SP. Projeto gráfico e comunicação visual por André Stefanini e Maria Cau Levy. Expografia por Christian Salmeron e Ana David (Goma Oficina). Foto: Marina Lima e Julia Thompson, cortesia de Goma OficinaMaquete da Torre Tátlin, no Sesc Pompeia. Foto: Lauro Rocha e Fernando Banzi. Cortesia de Goma OficinaPavilhão Gife. Foto © Rafaela Netto+ 11

Goma Oficina explora flexibilidade e translucidez com pavilhão Gife

O pavilhão Gife foi idealizado como suporte expográfico para a Mostra Gife, em cartaz no CCSP em setembro deste ano. A solução deveria considerar, além da montagem no Centro Cultural, a possibilidade de itinerância em diferentes configurações que se adequassem aos novos lugares, ainda incertos à época do projeto. Ao mesmo tempo, deveria estar muito bem inserida no contexto do CCSP.

Goma Oficina constrói seis maquetes das vanguardas russas para exposição no Sesc Rio Preto

A exposição “Vkhutemas: O Futuro em construção 1918-1930” com curadoria de Neide Jallageas e Celso Lima abre suas portas no Sesc Rio Preto, onde fica até 21 de julho de 2019. A anti-mostra recria cerca de 300 projetos de 75 artistas e tem como proposta abordar a pedagogia da escola soviética de arte, design e arquitetura como uma possibilidade de futuro. Acrônimo de Ateliês Superiores Técnico-Artisticos Estatais, o Vkhutemas abriu em 1928 logo após a revolução soviética, e foi fechado em 1930 por Stálin.

Piseagrama e Goma Oficina lançam zine “Arquitetura e Política”

O fanzine Arquitetura e Política, produzido dias antes do segundo turno das eleições presidenciais de 2018, é um manifesto pela urgência de se entender a produção do espaço em sua intrínseca relação com o poder. Prenunciando o destino que o resultado dessa eleição instaurou ao país, sugere uma forma de interpretação do cenário político brasileiro.

Goma Oficina entrevista David Barragán do Al Borde

Em entrevista cedida à Goma Oficina, David Barragán conta um pouco da experiência de trabalho do Al Borde, escritório de arquitetura localizado em Quito, Equador, do qual é responsável juntamente com Pascual Gangotena, Marialuisa Borja e Esteban Benavides.

A atuação do escritório está relacionada diretamente à divisão entre trabalho manual e trabalho intelectual no exercício da arquitetura. Apesar de ser resultado de um processo de construção histórica e social, essa divisão se apresenta, ainda hoje, quase que como um "dado científico incontestável", tamanho silêncio que se faz acerca do assunto.

Sugestões de livros de arquitetos para arquitetos (mas não só sobre arquitetura)

Comprou um livro por causa da capa e não suportou o que estava escrito nele? Está com o criado-mudo lotado de livros lidos até a metade, sem vontade de retomá-los? Prometeu para si mesmo ler mais nesse ano, mas não avançou muito no primeiro semestre? Ou está buscando mudar umas ideias novas de livros, mas não sabe onde procurar? O ArchDaily Brasil pediu a diversos escritórios de arquitetura brasileiros e portugueses sugestões de livros, que não necessariamente precisavam ser relacionados à arquitetura. Veja a seleção abaixo: