1. ArchDaily
  2. Changsha

Changsha: O mais recente de arquitetura e notícia

Vídeo: companhia chinesa constrói arranha-céu de 57 pavimentos em 19 dias

Entre o dia 01 e 19 de fevereiro desse ano, uma empresa chinesa de elementos pré-fabricados ergueu, na cidade de Changsa, a torre Mini Sky City, um arranha-céu de 200 metros de altura e 57 pavimentos - isto é, três pavimentos por dia -, com capacidade para 4 mil trabalhadores e 800 apartamentos residenciais.

Com o histórico de quebrar recordes na construção civil, a Broad Sustainable Building - companhia encarregada da construção do arranha-céu - afirma que 95% dos componentes construtivos do edifício de 180 mil metros quadrados foram pré-fabricados e, posteriormente, montados no local por 1.200 operários.

Assista ao vídeo da construção, a seguir.

Image via BSB [Screenshot]Image via BSB [Screenshot]Image via BSB [Screenshot]Image via BSB [Screenshot]+ 12

NEXT Architects vence competição para a Ponte Changsha

O escritório NEXT architects ganhou o primeiro lugar na competição internacional para projetar uma ponte de pedestres no Lago Meixi, em Changsha. Projetada para ser "mais que apenas uma conexão", a ponte para pedestres servirá como um espaço público fundamental para o novo distrito que faz parte do empreendimento Dragon King Harbor River.

Xiang River Tower / RRC STUDIO

O mais recente empreendimento do estúdio milanês RRC Studio, a Xiang River Tower, abrigará usos residenciais e corporativos em Changsha, uma cidade em rápido crescimento na China. Localizada próximo ao rio Xiang, em uma área valorizada do centro da cidade, a torre dominará o skyline da cidade.

Leia, a seguir, a descrição dos arquitetos...

Centro Internacional de Cultura e Artes Changsha Meixihu / Zaha Hadid Architects

© Zaha Hadid Architects
© Zaha Hadid Architects

Zaha Hadid Architects (ZHA) revelou um ambicioso projeto de centro cultural, que começou a tomar forma em outubro, na cidade de Changsha, China. No estilo dos projetos do escritório, o Centro Internacional de Cultura e Artes Changsha Meixihu define-se pelas curvas sinuosas que se irradiam a partir de cada uma das três estruturas independentes, ligando-as por uma paisagem de pedestres, que oferece uma "forte experiência urbana", formando o que se espera ser um destino global para a arte.

Mais do centro cultural e de artes, a seguir...

KPF libera masterplan para cidade chinesa construída do zero