Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Auto Aperfeicoamento

Auto Aperfeicoamento: O mais recente de arquitetura e notícia

10 Dicas para melhorar o fluxo de trabalho no SketchUp

15:00 - 27 Abril, 2017
10 Dicas para melhorar o fluxo de trabalho no SketchUp, Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.
Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.

O SketchUp é um dos softwares de modelagem 3D mais utilizados na comunidade criativa internacional, graças a suas ferramentas intuitivas de trabalho e das constantes atualizações por parte dos usuários, tanto através de sua biblioteca de código aberto como o desenvolvimento de plugins.

Como qualquer ferramenta digital, as dicas e a frequência do uso permitem que o trabalho se torne mais organizado e rápido, obtendo, no caso do SketchUp, um ambiente de trabalho eficiente.

Por esta razão, apresentamos algumas dicas úteis para quem trabalha com o SketchUp.

9 Atividades diárias para melhorar sua inteligência espacial

15:00 - 13 Março, 2017
9 Atividades diárias para melhorar sua inteligência espacial, © Ariana Zilliacus
© Ariana Zilliacus

Arquitetos projetam e organizam espaços; sem espaço, não há arquitetura. Portanto, é óbvio que a inteligência espacial é de grande importância para os arquitetos. Felizmente para nós, a inteligência espacial não é algo inerente ou um talento com a qual você nasce com, é algo que pode ser treinado e melhorado através da prática. Mais prática significa mais avanço, então por que não torná-lo agradável e fácil em sua rotina cotidiana? Do desenho ao falar, ao envolvimento no jogo, apresentamos a seguir nove atividades diárias para melhorar sua inteligência espacial.

10 Dicas para aperfeiçoar suas fotos de arquitetura

15:00 - 15 Fevereiro, 2017
10 Dicas para aperfeiçoar suas fotos de arquitetura, © Balint Alovits
© Balint Alovits

Em nossos tempos modernos, a cultura obcecada pela imagem nos faz consumir uma grande quantidade de arquitetura através de fotografias, ao invés de experiências físicas e espaciais. As vantagens da fotografia de arquitetura são muitas: permitem que as pessoas obtenham uma compreensão visual de edifícios que talvez nunca tenham a oportunidade de visitar, criando um recurso valioso que permite expandir nosso vocabulário arquitetônico. No entanto, devemos permanecer críticos em relação às desvantagens da fotografia quando se trata de arquitetura. Jeremy Till, autor de "Architecture Depends,” (Arquitetura Depende, ainda sem versão em português) resume isto no capítulo "Out of Time" (Fora do tempo): "A fotografia permite que esqueçamos o que veio antes (o sofrimento do trabalho prolongado para cumprir com a entrega de um edifício completamente formado) e o que está por vir depois (as intempéries do tempo, sujeira, usuários, reformas). Ela congela o tempo. A fotografia de arquitetura 'eleva o edifício para fora do tempo' e proporciona um consolo para os arquitetos que podem sonhar por um momento que a arquitetura é um poder estável existente por sobre as marés do tempo".

As dicas a seguir tem o objetivo de não apenas melhorar a força visual de suas fotografias de arquitetura, mas também as histórias que elas contam - indo além das imagens individuais para comunicar as relações dos edifícios com seus contextos, espaço e tempo.

© Iwan Baan © Iwan Baan © Balint Alovits © Iwan Baan + 11

7 livros que todo arquiteto deveria ler

07:00 - 24 Janeiro, 2017
7 livros que todo arquiteto deveria ler

Grandes arquitetos são como grandes escritores. Nossa habilidade em observar o mundo ao nosso redor na escala dos pequenos detalhes, e então fazer as conexões mais notáveis, têm proporcionado grandes histórias e experiências - sejam elas através de espaços imaginados ou reais. Como disse Charles Eames, "eventualmente, tudo se conecta - pessoas, ideias, objetos. A chave para a qualidade das conexões é a própria chave para a qualidade."

Enquanto arquitetos, temos uma quase infinita sucessão de conexões a fazer, de materiais, à geografia, ao tempo, às pessoas, às experiências e declarações de nossas crenças, tudo se reunindo no projeto de um espaço. Livros são portanto uma boa maneira de nos lembrar das possibilidades criativas da arquitetura, incentivando-nos a sonhar sobre o que a arquitetura poderia ser, e o que poderiam ser as experiências. Estes 7 livros não relacionados à arquitetura possuem suas próprias qualidades que poderiam ampliar o mundo da arquitetura (e proporcionar uma agradável lista de leitura em seu tempo de folga). Aproveite!

22 resoluções de final de ano para arquitetos

16:00 - 31 Dezembro, 2016
22 resoluções de final de ano para arquitetos,  © Sharon Lam
© Sharon Lam

Novo ano, novo eu! Muita coisa aconteceu no mundo da arquitetura este ano, por isso, é importante refletirmos sobre nossas próprias atitudes em relação à prática da arquitetura. Se 2017 começa com diploma em mãos, um novo emprego, novo projeto ou apenas a sequência da rotina, não há melhor momento para fazer uma ou duas resoluções. À medida que nos aproximamos da mudança do calendário, aqui estão 22 ideias sobre como você poderia melhorar a si mesmo no novo ano.

7 conselhos para enfrentar o trabalho de conclusão de curso

15:00 - 19 Dezembro, 2016
7 conselhos para enfrentar o trabalho de conclusão de curso, © Ana Rodríguez
© Ana Rodríguez

Se você está começando a vida universitária, certamente o trabalho de conclusão de curso (TCC), ou tese de graduação te parece a anos luz de distancia. Mas não acredite nisso, quando você menos esperar as noites sem dormir acumuladas, as apresentações fracassadas, junto aos gritos de vitória, terão te transformado em uma destas criaturas moribundas de último ano que rondam pelo ateliê. 

Com meio banho tomado, sem dormir, com olheiras profundas e hálito ácido de café: em um abrir e fechar de olhos, você se encontrará na reta final para concluir sua formação e finalmente poder gritar ao mundo que é um arquiteto.

© Ana Rodríguez © Ana Rodríguez © Ana Rodríguez © Ana Rodríguez + 6

7 desafios que impedem a originalidade na arquitetura (e como superá-los)

12:00 - 9 Dezembro, 2016
7 desafios que impedem a originalidade na arquitetura (e como superá-los) , © Ariana Zilliacus. Original work using images by <a href='http://www.archdaily.com/448774/heydar-aliyev-center-zaha-hadid-architects'>Iwan Baan</a>, <a href='http://snohetta.com/project/42-norwegian-national-opera-and-ballet'>Jens Passoth</a>, <a href='http://www.archdaily.com/384289/serpentine-pavilion-sou-fujimoto'>Daniel Portilla</a> and <a href='http://www.archdaily.com/339893/bigs-waste-to-energy-plant-breaks-ground-breaks-schemas'>BIG</a>
© Ariana Zilliacus. Original work using images by Iwan Baan, Jens Passoth, Daniel Portilla and BIG

"Originalidade está morta" não é uma frase incomum de se ouvir em nossa era moderna, repleta de informações Big Data e fácil acesso ao material de origem. Se você der uma olhada no Google Ngram Viewer, o uso da palavra "originalidade" parece ter diminuído; é agora aproximadamente tão comum como era em 1800, com seu pico de uso ocorrendo logo antes de 1900. Então o que estava acontecendo em torno dessa época? Em 1893, as primeiras imagens em movimento foram exibidas; Em 1898, a primeira escada rolante foi instalada; Em 1899, a aspirina foi inventada; E 1901 viu a primeira transmissão sem fio enviada da Inglaterra ao Canadá. [1]

Naquela época, o desenvolvimento de várias formas de tecnologia permitia encorajar as pessoas a explorar e realizar ideias que só poderiam ter sido sonhadas no passado. Mas sem essa injeção de novas ferramentas, é difícil competir com 200 mil anos de novas ideias; Para ajudá-lo a fazer isso, aqui estão sete aspectos do nosso mundo moderno que tornam difícil chegarmos a ideias originais e maneiras que você pode combatê-los.

16 dicas para melhorar suas habilidades com maquetes

16:00 - 5 Dezembro, 2016
© Tim Viktorsson
© Tim Viktorsson

A modelagem 3D virtual está cada vez mais popular, no entanto, as maquetes feitas à mão estão longe de ser extintas. Talvez uma razão para isso é que, apesar do "3D" das "maquete 3D", exibir esses modelos em uma tela ou em uma impressão ainda oferece, efetivamente, uma experiência bidimensional. Naturalmente, um modelo físico você pode segurar em sua mão, examinar e compreender espacialmente de uma maneira que um modelo CAD não proporciona. Maquetes de estudos também podem ser usadas como um esboço 3D rápido e intuitivo para gerar algumas idéias. Seja para um cliente ou um professor, as maquetes são quase sempre necessárias, a fim de produzir uma compreensão completa da relação entre os espaços em seu projeto. Para aproveitar ao máximo essa ferramenta, veja algumas dicas a seguir:

© Fruzsi Boutros © Jakob Breidablik, Panuela Aasted, Ane Norderhus, Christian Graugaard © Tim Viktorsson, Aja Borby Ørtenblad, Andreas Zacho, Klaus Wahid Knudsen © Tim Viktorsson + 19