1. ArchDaily
  2. Architecture Guide

Architecture Guide: O mais recente de arquitetura e notícia

Guia da arquitetura moderna de Santiago: 20 obras emblemáticas na capital chilena

O movimento moderno foi um ator-chave na construção cultural do Chile no século XX. Embora seus primeiros trabalhos surjam na esfera privada, seus princípios urbanos e paisagísticos foram adotados pelo projeto modernizador do Estado benfeitor que começou a ser construído após os conflitos sociais que explodiram nos anos vinte do século passado.

Em pleno processo de industrialização do país, a produção habitacional do Estado incorporou conceitos como habitabilidade, acesso universal à habitação e higiene, que foram testados precocemente na reconstrução de cidades como Chillán após o terremoto de 1939. Além disso, em um país familiarizado com terremotos, era necessário ajustar os conceitos de movimento moderno às exigências estruturais nacionais, ou seja, redimensionar seções de concreto armado, o que lhes dava uma expressão visual mais pesada do que no Brasil ou na Argentina.

Desde a ousadia de Sergio Larraín García-Moreno e Jorge Arteaga no edifício Oberpaur - o primeiro do movimento moderno - às visões urbanas do BVCH nas Villa Portales ou os primeiros exercícios de altura nos setores da classe média alta, o movimento moderno deixou sua marca em nossa sociedade e nossas cidades. No entanto, apenas um dos trabalhos aqui apresentados é declarado monumento histórico.

Nesta edição de guias de arquitetura, apresentamos vinte trabalhos organizados cronologicamente que refletem a evolução do movimento moderno em Santiago, Chile. Isto é complementado por fotografias exclusivas deste artigo, tiradas por María González e Manuel Albornoz.

Remodelación República / Vicente Bruna + Germán Wijnant + Víctor Calvo + Jaime Perelman + Orlando Sepúlveda. Image Cortesía de María GonzálezVilla Olímpica / Rodolfo Bravo + Jorge Poblete + Ricardo Carvallo + Pablo Hegedus, Julio Mardones + Gonzalo Mardones + Sergio González. Image Cortesía de María GonzálezCEPAL / Emilio Duhart. Image Cortesía de María GonzálezUnidad Vecinal Portales / BVCH. Image Cortesía de María González+ 19

Guia online apresenta as joias da arquitetura moderna da Guatemala

© Andrés Asturias
© Andrés Asturias

Este guia não é um catálogo. É um convite aberto para que todos possam passear pela cidade, compartilhando a história da arquitetura construída durante a segunda metade do século XX.

É assim que o Guia de Arquitetura Moderna da Cidade da Guatemala é apresentado, com textos de Raúl Monterroso, Gemma Gil e fotografias de Andrés Asturias. Um projeto editorial do Centro Cultural da Espanha na Guatemala que apresenta uma análise descritiva de 35 edifícios, estruturados em cinco rotas diferentes, com o objetivo não só de sintetizar uma série de características físicas, mas de provocar uma observação reflexiva, analítica e crítica sobre a ambiente que nos cerca.

Ao passo que o guia compartilha cinco desses lugares que todo arquiteto deve conhecer e visitar, seu objetivo é aproximar as pessoas dos edifícios do movimento moderno na Guatemala, afirma Raúl Monterroso. Um convite a percorrer a cidade e identificar-se com um patrimônio construído diferente, mas que também faz parte do contexto urbano e molda a paisagem. Saiba mais sobre arquitetura moderna da Guatemala e da América Latina, a seguir.

Guia de arquitetura de Madri: 20 lugares que todo arquiteto deveria conhecer

É impossível resumir Madri. Se a cidade em si é imensa, os exemplos de arquitetura de qualidade são arrebatadores. Há mais de meio século Madri tem sido o laboratório de experimentação da arquitetura moderna e contemporânea na Espanha, um lugar em que serviu de palco para a construção de arquiteturas experimentais e inovadoras, muitas das quais fracassadas, mas algumas muito bem sucedidas e reconhecidas. Esta seleção busca mostrar exemplos de obras de qualidade inquestionável, sem, no entanto, se tornar um catálogo exaustivo de projetos. Muitos criticam que faltam grandes edifícios e não poderíamos estar mais de acordo. Essa é, quiçá, a beleza de Madri: há diversidade de opiniões e milhares de locais para conhecer; a cidade surpreende a cada passo.

Poblado Dirigido de Caño RotoHipódromo de la Zarzuela. Imagem © Ana AmadoCiudad BBVA. Imagem © Joel FilipePrimer Puente impreso en 3D del mundo. Image Cortesía de IAAC+ 21

Guia de arquitetura de Santiago: 31 lugares que todo arquiteto deve conhecer

Considerada um dos núcleos urbanos mais povoados da América Latina, a cidade de Santiago, Chile, não só se caracteriza por ser um vale com entorno montanhoso que representa um desafio arquitetônico permanente por conta de seu território sísmico, mas também por abrigar organismos administrativos, comerciais, culturais, financeiros e governamentais, apresentando-se como um bom panorama no momento de encontro social entre seus habitantes e turistas.

Santiago contempla significativos espaços que evidenciam diferentes marcos históricos que, por sua vez, determinam vestígios arquitetônicos modernos, tradicionais e contemporâneos que se destacam por expor sua história e manter de pé a cultura chilena.

A seguir, conheça uma lista de 31 lugares que todo arquiteto deve conhecer e visitar.