Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Architectural Books

Architectural Books: O mais recente de arquitetura e notícia

"The Landscape Imagination" - Ensaio sobre o High Line, por James Corner

11:00 - 3 Julho, 2014
"The Landscape Imagination" - Ensaio sobre o High Line, por James Corner, © Russel Fernandez/ Princeton Architectural Press
© Russel Fernandez/ Princeton Architectural Press

O texto a seguir é um trecho do livro The Landscape Imagination: The Collected Essays of James Corner 1990–2010 by James Corner. Nesta passagem, Corner discute o trabalho de John Dixon Hunt e as qualidades de seu trabalho que Corner procura incorporar no seu próprio (incluindo o redesenho paisagístico do High Line de Nova Iorque, realizado pelo seu escritório - James Corner Field Operations)

Ao longo das últimas duas décadas, James Corner reinventou a disciplina do paisagismo. Seus escritos bastante influentes da década de 1990, incluídos no best-seller Recovering Landscape, juntamente com uma série de projetos construídos após a virada do milênio, como o célebre High Line de Nova Iorque, provam que a melhor maneira de resolver os problemas que enfrentam nossas cidades é abraçar seu passado industrial. Coletando os escritos de Corner do início da década de 1990 até 2010, The Landscape Imagination aborda questões críticas sobre arquitetura paisagística e reflete sobre como seus escritos influenciaram a obra construída de seu próspero escritório em Nova Iorque, o Field Operations.

© Russel Fernandez/ Princeton Architectural Press © Russel Fernandez/ Princeton Architectural Press © Russel Fernandez/ Princeton Architectural Press © Russel Fernandez/ Princeton Architectural Press + 13

Um manifesto por ícones e arquiteturas inspiradas pela forma

17:00 - 7 Junho, 2014

O texto a seguir é um trecho do livro Pure Hardcore Icons de WAI Architecture Think Tank. Este manifesto explora a recorrente obsessão da arquitetura pela forma geométrica pura. O livro Pure Hardcore Icons tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a dialética entre a forma pura e a arquitetura, esperando que o seu potencial e suas limitações possam ser totalmente compreendidas, seja na prática, na academia, ou como um exercício cultural e intelectual.

Nunca antes a combinação de tecnologia e a comunicação de massa reforçara uma produção e difusão tão prolífica  de monumentos de arquitetura "emblemática". Carteiras de escolas de arquitetura, telas de computador e páginas de revistas ao redor do mundo têm sido inundados com torrentes de edifícios em formas puras. Formas redundantes - como concreto derramado ou como bytes virtuais - surgem com a mesma velocidade levamos para cortar isopor ou dominar um software de modelagem 3D. Paradoxalmente, este aumento abrupto da parafernália de arquitetura iconográfica tem ofuscado o manifesto, uma das ferramentas mais poderosas e simples da arquitetura para declarar as suas intenções.

Cortesia de Cruz Garcia & Nathalie Frankowski / WAI Think Tank Cortesia de Cruz Garcia & Nathalie Frankowski / WAI Think Tank Cortesia de Cruz Garcia & Nathalie Frankowski / WAI Think Tank Cortesia de Cruz Garcia & Nathalie Frankowski / WAI Think Tank + 13

"Ciphers", por Christoph Gielen: Vistas aéreas do espraiamento das cidades americanas

11:00 - 30 Abril, 2014
"Ciphers", por Christoph Gielen: Vistas aéreas do espraiamento das cidades americanas, Cortesia de Jovis Verlag
Cortesia de Jovis Verlag

Do editor. As vistas aéreas de Christoph Gielen oferecem um olhar sobre as formas mais aberrantes e incomuns de espraiamento urbano na América de um modo que normalmente não conseguimos vê-las: de cima - uma vantagem que revela tanto a geometria intrincada como o fascínio idiossincrático destas evoluções. Aqui, deparar-nos com o espraiamento se torna uma experiência estética que ao mesmo tempo nos deixa com uma sensação de agouro, de estarmos vendo a "escrita numa parede". Fascinante e ao mesmo tempo profundamente inquietante, estas fotografias detalham as potenciais ramificações de uma urbanização descontrolada. Quando estes assentamentos foram construídos, nem a distância até o trabalho nem o preço da gasolina interessavam muito na escolha dos locais das novas construções. Estes lugares são relíquas de uma era que foi inteiramente definida pela crença no crescimento ilimitado, no "maior é melhor". A alarmante extensão destas práticas, e seus inerentes desperdícios, são trazidos à luz nas fotografias de Gielen - como se olhássemos para um microcosmo de insustentabilidade através de uma lupa gigante.

Ensaios de Johann Frederik Hartle, Galina Tachieva, Srdjan Jovanic Weiss, Susannah Sayler e Edward Morri ajudam a contextualizar a obra de Gielen, focando em diversos aspectos, como estética, mudança climática e futurologia. Eles também examinam o porquê olhar estas fotografias de perto é particularmente crucial neste momento, quando vivemos uma nova onde de construções em países em desenvolvimento como a China. 

Cino Zucchi / Moleskine

11:51 - 30 Setembro, 2013
Cino Zucchi / Moleskine

Do editor: Este livro - uma coletânea de croquis, maquetes, desenhos de projetos e grandes referências que vão da arquitetura à ciência e música entremeadas em narrativas gráficas - compõe um manifesto altamente autobiográfico, uma sobreposição de diversas camadas. Ideias teóricas e a prática arquitetônica coexistem sistematicamente, delineando o perfil científico e pessoal de Cino Zucchi.

Cino Zucchi é professor titular de Arquitetura e Desenho Urbano na Politecnico di Milano e professor visitante na Universidade de Harvard. Zucchi é bastante conhecido por seus projetos de edifícios residenciais em Veneza e Nuovo Portello em Milão, e também pela extensão do Museu Nacional do Automóvel em Turin. Seus diversos prêmios internacionais incluem uma Menção Especial na 13ª Bienal de Arquitetura (2012), o Prêmio Internacional Arquitetura em Pedra (2009) e o Prêmio Piranesi (2001).

Wiel Arets / Moleskine

21:24 - 18 Setembro, 2013
Wiel Arets / Moleskine

Do Editor. Este livro reúne projetos e reflexões teóricas imortalizados através de grandes perspectivas, sequências fotográficas e ideogramas arquitetônicos em caneta de feltro. Isto é como o arquiteto e teórico Wiel Arets "congela" seus pensamentos, fixando ideias nascentes no papel. O livro se inicia com um ensaio de Kenneth Frampton, enquanto desenhos feitos à mão inéditos e perspectivas a lápis de cor preenchem as páginas.

Wiel Arets, ex-diretor do Instituto Berlage e atualmente reitor do Instituto de Tecnologia da Universidade de Arquitetura de Illinois, é conhecido por sua progressiva pesquisa acadêmica e soluções de design híbrido. Lecionou em várias universidades e projetou inúmeros edifícios importantes, incluindo a Academia de Arte e Arquitetura em Maastricht e a biblioteca da universidade de Utrecht.

Dominique Perrault / Moleskine

20:00 - 16 Setembro, 2013
Dominique Perrault / Moleskine

Do Editor. Uma seleção de materiais produzidos por DPA Studio, para dois concursos internacionais para museus, mostrando como trabalhos inconcluídos também podem se tornar experiências memoráveis. Croquis, maquetes, notas e diagramas narram estes esforços.

Dominique Perrault, autor da Bibliothèque Nationale de France em Paris e da Ewha Womans University em Seul, recebeu muitos prêmios de prestígio, dentre eles: "Grande Médaille d'or d'Architecture" em 2010, "Seoul Metropolitan Architecture Award" pelo projeto do EWHA Womans University na Coréia do Sul, "Mies van der Rohe prize" em 1997, "French National Grand Prize for Architecture" em 1993.

Studio Mumbai / Moleskine

17:00 - 4 Setembro, 2013
Studio Mumbai / Moleskine

Este livro mostra o desenvolvimento do processo pessoal de um dos principais arquitetos da Índia, Bijoy Jain, assim como o diálogo coletivo através do qual cada projeto evolui. Diálogos desdobrados através de croquis feitos pelo arquiteto e os carpinteiros, assim como as fotografias tiradas durante as viagens utilizadas como estudo e inspiração, mostrando uma parte crítica de seu processo de projeto. Estúdio Mumbai consiste em um grupo de arquitetos indianos e artesãos, comandados por Jain.

O Studio Mombai já recebeu importantes prêmios, como: Global Award for Sustainable Architecture do Institute Français d'Architecture (2008), Menção Honrosa na 12th Architecture Biennale (2010) e o BSI Swiss Architectural Award (2012).