Juan Solano Ojasi

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE FOTÓGRAFO

Arquitetura e paisagem: 10 projetos peruanos que dialogam com as encostas rochosas

Com suas falésias e penhascos rochosos, a costa do Peru é uma paisagem peculiar em permanente transformação devido à erosão causada pelas marés e ventos. Nesse território hostil, projetar uma arquitetura integrada à paisagem não é tarefa fácil. De volumes embutidos nas encostas até casas que incorporam formações minerais em seus espaços interiores, os projetos que enfrentam esse desafio nos permitem refletir sobre como é possível estabelecer uma relação com o ambiente natural, diluindo ou acentuando os limites entre arquitetura e paisagem.

10 Residências peruanas contemporâneas que diluem os limites entre interior e exterior

Casa Playa Escondida / SOMA Lima. Image © Renzo RebagliatiCasa Mar de Luz / Oscar Gonzalez Moix. Image © Juan Solano OjasiCasa Lapa / Martin Dulanto. Image © Juan Solano OjasiCasa Unno / DA-LAB Arquitectos. Image © Renzo Rebagliati+ 21

O Peru, com suas diversas condições geográficas e sua grande variedade de recursos naturais, possui uma arquitetura particularmente comprometida com sua paisagem. Nas três principais regiões que compõem o país - a costa, as montanhas e a selva - as diferenças entre as temperaturas médias de inverno e verão não são consideráveis e, com exceção das porções mais altas das montanhas, os climas são definidos como tropical ou subtropical. Essa condição específica faz com que a temperatura oscile entre 15°C e 27°C, com situações extremas de calor ou frio sendo atípicas. Por esse motivo, a relação entre arquitetura e espaços exteriores adquiriu particular relevância.

Casas com pérgolas de madeira no Peru: o espaço entre o interior e a paisagem

Casa em Azpitia / Estudio Rafael Freyre. Imagem © Edi HiroseCasa Seta / Martín Dulanto. Imagem © Marco SímolaCasa de Campo El Ombu / Oscar Gonzalez Moix. Imagem © Juan Solano OjasiCasa Unno / DA-LAB Arquitectos. Imagem © Renzo Rebagliati+ 11

Por estar localizado na parte ocidental e central da América do Sul, o Peru possui uma enorme multiplicidade de condições geográficas que determinam uma variedade de paisagens e recursos em seu território. Em suas três grandes regiões - costa, serra e selva -, as diferenças entre as temperaturas médias de inverno e verão não são consideráveis, e, exceto nas regiões de alta montanha, os climas são definidos como tropicais ou subtropicais. Por não ter extremos de frio ou calor sufocante, as atividades ao ar livre - e os espaços para que se desenvolvam - adquirem uma grande relevância no desenho de residências e edifícios. As pérgolas e semi-cobertos, como limiares de transição entre os espaços interiores e a paisagem, oferecem a possibilidade de aumentar a superfície de sombra dos projetos, possibilitando o aproveitamento dos espaços externos sem perder a proteção que a arquitetura pode oferecer.

Projetando com a natureza: a nova arquitetura residencial peruana

Praticamente oitenta por cento da área total do subcontinente sul-americano encontra-se em zonas tropicais. Isso faz com que a maioria dos países que habitam nosso continente sejam tropicais por excelência, como o Peru, onde quase dois terços de seu território é ocupado pela floresta amazônica, uma porcentagem muito maior que em nosso próprio país, o qual contém cerca de 60% da área total da maior floresta tropical do nosso planeta. Como um país em meio à floresta, a arquitetura no Peru evoluiu - desde os tempos pré-colombianos - construindo um diálogo direto com a paisagem tropical, adaptando-se à ela de forma quase simbiótica. Hoje, a nova arquitetura peruana está redescobrindo as suas raízes, dando voz a uma nova maneira de se pensar o espaço construído, o qual abraça e incorpora a natureza, trazendo-a para o centro do espaço da vida cotidiana.

© Juan Solano Ojasí© Juan Solano OjasíCortesia de Vértice Arquitectos© Juan Solano Ojasí+ 13

Cultura em construção: arquitetura reformulando a tradição no Peru

O Peru conta com um grande número de projetos de espaços culturais. Fortemente vinculados à geografia distinta do país, os novos projetos reinterpretam as técnicas de construção do passado. Inspirando-se nas paisagens vernaculares e variadas, esses edifícios contemporâneos surgem de longas tradições enraizadas em culturas e civilizações antigas.

© Aitor Ortiz© Iwan Baan Cortesia de ETH Zurich + PUCP© Cristobal Palma, Estudio Palma+ 20

Residência Paracas II / Llosa Cortegana Arquitectos

© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi+ 33

Paracas, Peru
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  225
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Artectum S.A.C., Casa Rosselló, UNICON

Casa Topo / Martin Dulanto Arquitecto

© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi+ 24

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  372
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2018
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: BTicino, Aceros Arequipa, Decor Center, Furukawa, Vainsa.

As possibilidades do Concreto Pigmentado: 18 edifícios impregnados de cor

Quando pensamos em concreto, a cor cinza geralmente nos vem à cabeça. O traço tradicional do concreto, que leva cimento, brita, areia e água pode apresentar variações por conta dos seus elementos compositivos, mas sempre varia entre o cinza claro e o escuro. No entanto, um recurso que vem sendo cada vez mais utilizado é o de agregar pigmentos a essa mistura, para se alcançar cores variadas na aparência final da obra, já que tornam todo o concreto, por dentro e por fora, colorido. Essas tonalidades decorrem da adição de óxidos: as cores amarelo, vermelho e suas derivações (marrons) são obtidas com a adição do óxido de ferro, enquanto que o óxido de cromo e de cobalto criam o efeito de cor verde e azul, respectivamente. Para o concreto preto, geralmente inclui-se óxido de ferro preto e óxido de carbono, combinados com cimento pozolânico .

Centro Cultural Comunitário Teotitlán del Valle / PRODUCTORA. Image © Luis Gallardo - LGM StudioMuseu Cais do Sertão / Brasil Arquitetura. Image © Nelson KonResidência Montagnola / Attilio Panzeri & Partners. Image © Giorgio MarafiotiGalería Solar S. Roque / Manuel Maia Gomes. Image © Fernando Guerra | FG+SG+ 19

Estes são os 20 finalistas do Prêmio Oscar Niemeyer 2018 para a arquitetura latino-americana

O júri do Prêmio Oscar Niemeyer apresentou as 20 obras finalistas da segunda edição do prêmio. Os organizadores procuram destacar bienalmente o melhor da produção arquitetônica "em momentos de inegável empoderamento e presença da arquitetura latino-americana no contexto internacional".

Emergindo da Rede Bienal de Arquitetura da América Latina (REDBAAL), a iniciativa premia uma obra construída por "seus valores como proposta arquitetônica e tecnológica, sua relação com o contexto, com aspectos sociais, culturais e ambientais". Na edição inaugural do Prêmio Oscar Niemeyer de 2016, o primeiro lugar foi o O lugar para a memória, projetado por Barclay & Crousse (Peru); seguido pela Biblioteca Brasiliana da USP, projetado por Eduardo de Almeida + Mindlin Loeb + Dotto Arquitetos (Brasil) e o terceiro lugar pela Capela San Bernardo, projetado por Nicolás Campodónico (Argentina).

"Devemos reconhecer o valor do local e enriquecê-lo com o global, apropriando-nos de tudo que nos enriquece como povos e sociedades." A arquitetura protege e comunica, é uma realização pública, do qual não podemos abstrair, a cidade também é composta de realizações arquitetônicas, com os quais a arquitetura deve pensar para e da cidade", explica a organização do prêmio no comunicado oficial.

O júri formado pelos arquitetos Carla Juaçaba, Carlos Jiménez, Fabián Farfán, Jean Pierre Crousse e César Shundi avaliou todos os projetos e determinou os vinte selecionados:

Casa Dominó / Metrópolis Oficina de Arquitectura

© Juan Solano Ojasí© Juan Solano Ojasí© Juan Solano Ojasí© Juan Solano Ojasí+ 22

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  577
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Artectum, Decorcenter, Marx, San Lorenzo, Vainsa.

Residência Perfurada / Cynthia Seinfeld

© Juan Solano Ojasí© Juan Solano Ojasí© Juan Solano Ojasí© Juan Solano Ojasí+ 22

Lima, Peru
  • Arquitetos: Cynthia Seinfeld
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  750
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: D'Amato
, Decor Center, Kholer, Kohler, Termia

Casa ChaPa / Poggione + Biondi Arquitectos

© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi+ 26

Distrito de Chorrillos, Peru
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  440
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Casa Rosselló, Decor Center

Verdea / Poggione + Biondi Arquitectos

© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi+ 22

Miraflores, Peru
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  4162
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2004
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Ambienta Perú, Casa Rosselló, Decorcenter, Maderable, Marx Sanitarios

Residência MW / Riofrio+Rodrigo

© Juan Solano Ojasi © Juan Solano Ojasi © Juan Solano Ojasi © Juan Solano Ojasi + 29

  • Arquitetos: Riofrio+Rodrigo
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  400
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: ARVE, Decorcenter, Hilite, Lima Sound, Piedra Total SAC

Residência Lapa / Martin Dulanto

© Juan Solano Ojasi © Juan Solano Ojasi © Juan Solano Ojasi © Juan Solano Ojasi + 28

Pucusana, Peru
  • Arquitetos: Martin Dulanto
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  315
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Aceros Arequipa, Decorcenter, Furukawa, Hidronamic, Raúl Trujillo, +2

Edifício AVA / Marsino Arquitectura + Marcan Arquitectura

© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh© Nico Saieh+ 25

Miraflores, Peru
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  18310
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2016
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Fagor, Italgrif, TREBOL

Residência Paracas / Llosa Cortegana

© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi+ 18

Pisco, Peru
  • Arquitetos: Llosa Cortegana
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  647
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2015

Casa M / Jaime Ortiz de Zevallos

© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi© Juan Solano Ojasi+ 15

San Isidro, Peru
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  980
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2014
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Hansgrohe, Miyasato