O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Bibliotecas
  4. Brasil
  5. Eduardo de Almeida
  6. 2013
  7. Biblioteca Brasiliana / Eduardo de Almeida + Mindlin Loeb + Dotto Arquitetos

Biblioteca Brasiliana / Eduardo de Almeida + Mindlin Loeb + Dotto Arquitetos

  • 08:31 - 9 Abril, 2013
Biblioteca Brasiliana / Eduardo de Almeida + Mindlin Loeb + Dotto Arquitetos
Biblioteca Brasiliana / Eduardo de Almeida + Mindlin Loeb + Dotto Arquitetos, ©  Nelson Kon
© Nelson Kon

©  Nelson Kon ©  Nelson Kon ©  Nelson Kon ©  Nelson Kon + 51

  • Equipe Arquitetura

    Arq. Leonardo Sette, Arq. Roberto Zocchio, Arq. Luana Radesco, Arq. Maira Rios, Arq. Cesar Shundi Iwamizu, Arq. Caio Atílio Dotto, Arq. Juan Gonzalez Calderón, Arq. Nana Blanaru, Arq. Jorge Spangenberg (meio ambiente), Arq. Marina Loeb, Arq. Cecília Heichstul, Arq. Marina Colonelli, Arq. Felipe Noto, Carlos Labriola Sandler
  • Cálculo Estrutural de Concreto e Metálica

    Companhia de Projetos – Eng. Heloísa Maringoni
  • Paisagismo

    CAP Consultoria Ambiental Paisagística – Arquiteto Sidney Linhares
  • Gerenciamento Técnico

    Arq. Rodrigo Mindlin Loeb, Eng Cyro Ruben Alvares Pessoa, Eng Milton Zeni, José Rubens Joazeiro, Mestre Sebastião Bueno da Silva, Arq. Caio Atílio Dotto
  • Supervisão Técnica

    Eduardo de Almeida Arquitetos Associados
  • Construção

    Scopus Construtora e Incorporadora
  • Mais informações Menos informações
©  Nelson Kon
© Nelson Kon

Descrição enviada pela equipe de projeto. Eduardo de Almeida e Rodrigo Mindlin Loeb assinam o projeto da Biblioteca Brasiliana. O edifício, com mais de 20.000 m², abrigará o raro acervo de 17 mil títulos doado pelo bibliófilo à universidade.

No final de 1999, o bibliófilo José Mindlin transmitiu para o neto, Rodrigo Mindlin Loeb, e para o amigo Eduardo de Almeida, uma missão: tocar o projeto da biblioteca que abrigaria a rara coleção de livros – o maior acervo particular do Brasil, com cerca de 17 mil títulos e 40 mil volumes – que doou para a Universidade de São Paulo (USP). Quando Mindlin faleceu, em fevereiro de 2010, aos 95 anos, a obra avançava, vencendo obstáculos, e sua concretização era apenas uma questão de tempo.

©  Nelson Kon
© Nelson Kon

O edifício de 21.950 m2 foi inspirado em conceituadas bibliotecas de outros países, como a Beinecke Rare Book & Manuscript Library (Biblioteca Beinecke de Manuscritos e Livros Raros), da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, e a Biblioteca Saint Geneviève, de Paris, na França. A Library of Congress (Biblioteca do Congresso), de Washington, foi consultada para definir diretrizes de conservação das obras.

©  Nelson Kon
© Nelson Kon
©  Nelson Kon
© Nelson Kon

O complexo, que também abrigará o acervo do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), conta ainda com livraria, cafeteria, sala de exposições e auditório para 300 pessoas.

O projeto levou em conta elementos sustentáveis. Todos os espaços são ligados por uma grande cobertura com lanternim central de vidro laminado, o que permite a entrada de luz natural, promovendo economia de energia, além de filtros UV e um plano de chapa perfurada, que protegem os livros de radiação solar direta. O Instituto de Elétrica e Eletrônica (IEE) da USP desenvolveu um projeto de geração de energia fotovoltaica na cobertura do edifício. Com potência de 150kw, deve suprir a demanda do complexo durante o dia.

©  Nelson Kon
© Nelson Kon
©  Nelson Kon
© Nelson Kon

O paisagismo integrado criará um bosque no entorno da edificação. A implantação da obra teve remanejamento de algumas árvores com replantio bem sucedido. A construção também foi compensada com o plantio de milhares de mudas no bairro do Butantã.

©  Nelson Kon
© Nelson Kon

A Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin consumiu cerca de R$ 130 milhões. Além dos recursos orçamentários da USP, a construção do edifício contou com o apoio do Ministério da Cultura, da Fundação Lampadia e do BNDES, e com o patrocínio (por meio da Lei Rouanet) da Petrobras, CBMM, CSN, Fundação Telefônica, Suzano Papel e Celulose, Votorantim, Grupo Santander, Raízen, Cosan, Natura e CPFL.

©  Nelson Kon
© Nelson Kon

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Biblioteca Brasiliana / Eduardo de Almeida + Mindlin Loeb + Dotto Arquitetos" 09 Abr 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/107652/biblioteca-brasiliana-slash-rodrigo-mindlin-loeb-plus-eduardo-de-almeida> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.