Cozinhas comunitárias: o desafio de criar raízes em comunidades de refugiados

Cozinhas comunitárias: o desafio de criar raízes em comunidades de refugiados

O deslocamento implica incerteza, desenraizamento e instabilidade, além da perda da comunidade, privacidade e orientação física e emocional. Atender a essas necessidades por meio de respostas arquitetônicas adequadas pode ajudar as comunidades de refugiados a recuperar o bem-estar social, econômico e ambiental. Neste contexto, as cozinhas comunitárias são projetadas para ajudar a gerar um sentimento de pertencimento e "normalidade" na vida doméstica de seus usuários.

A necessidade de fornecer acomodação para as comunidades que são forçadas a se mudar de suas casas devido ao impacto dos fatores climáticos, conflitos políticos e culturais é fundamental. Assim, surgem soluções de habitação temporária que podem ser implementadas de forma rápida e eficiente. Porém, devido à sua condição temporária, elas muitas vezes não contemplam a vida doméstica e as necessidades em torno das práticas cotidianas, como o ato de cozinhar ou compartilhar uma refeição. As propostas de cozinhas comunitárias selecionadas abaixo abordam este desafio.

Cozinha Comunitária das Terras da Costa / ateliermob + Colectivo Warehouse

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

"Sem água, saneamento e entre construções precárias. São estas as condições de vida de quase 500 pessoas – aproximadamente 100 crianças – que habitam um bairro de ilegal na Costa da Caparica. Designado Terras da Costa, este bairro é maioritariamente ocupado por duas comunidades: de origem africana e cigana."

"Através de um processo participativo, a população decidiu que a construção de uma cozinha comunitária seria o passo prioritário na melhoria das suas condições de vida, constituindo-se como um espaço que poderia vir a ser partilhado por todos e gerido pelos moradores. Um lugar que poderia oferecer condições básicas para estar e cozinhar coletivamente, com alguns pontos de água e estratégias anti-incêndio."

© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Centro Comunitário Renascer de Chamanga / Actuemos Ecuador

© KliwadenkoNovas
© KliwadenkoNovas

"O projeto se desenvolve no albergue não oficial Nova Jerusalém, localizado em San José de Chamnaga, Esmeralda, uma das áreas afetadas pelo terremoto. A área onde se implementa o projeto corresponde a um terreno comunitário anteriormente doado ao bairro. O espaço abrigava 30 famílias com um total de 170 pessoas."

O projeto consiste em desenvolver um Centro Comunitário para Chamanga, através de processos de desenho e construção participativa. Foram desenvolvidas oficinas comunitárias para entender e priorizar as necessidades das pessoas, essas atividades serviram como base de desenho."

"Para os móveis da cozinha, despensa e depósito são utilizados painéis de madeira e móveis reciclados de outras construções." 

© KliwadenkoNovas
© KliwadenkoNovas
© KliwadenkoNovas
© KliwadenkoNovas

Migrant Living / Nomadic Domesticities

Alunos do Mestrado em Design de Interiores da University of East London (2019-2020), liderados pelos professores do programa, Claudia Palma Romao e Dra. Anastasia Karandinou, criaram projetos de cozinhas comunitárias para o Southwark Day Center for Asylum Seekers (SDCAS). Eles desenvolveram oito projetos de cozinhas comunitárias portáteis / transportáveis ​​que podem ser adaptados a diferentes situações. São espaços multifuncionais que poderão ser utilizados para oficinas, aulas e palestras além da função principal de servir comida. Eles também podem ser transportados para fora da igreja, em uma van, para uso em outro lugar. Eles também poderão ser usados ​​como um programa piloto para outras organizações com necessidades semelhantes.

8-GON / Tatiana Garcia Bacca

“Para ser transportável, o módulo deveria que ser capaz de passar pela porta da frente da igreja, então, as dimensões da cozinha aberta estavam limitadas ao tamanho da porta e uma alocação específica no salão principal da igreja. Minha ideia para o projeto surgiu da arte de dobrar papel, origami, especificamente a forma de estrela. Suas diferentes configurações inspiraram a ideia que me levou a pensar sobre a forma e as diversas transformações para a cozinha original."

Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International

Cellule Kitchen / Aysha Farhana

“Para gerar um sentimento de pertencimento em um novo lugar foi necessário projetar uma cozinha aberta, um espaço para compartilhar, colaborar e interagir. A cozinha aberta funcionará como um espaço social para pessoas multiculturais em trânsito."

Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International

Ciborium Kitchen / Himani Harikrishna Ravuri

“Quer saber o que é uma cozinha? Para mim, uma cozinha é o coração de qualquer casa, é um local de convívio, um local onde as pessoas se sentem nutridas, curadas e confortadas. Muitas tradições tratam a cozinha como um local sagrado. A principal estratégia da Ciborium Kitchen é ser um espaço sagrado por direito próprio que cria ainda mais interação e um espaço multifuncional para os refugiados permitindo a interação social. Esta cozinha independente, inspirada no relançamento da Fashion Space Gallery (março de 2014), foi projetada e definida para ser performativa, móvel e flexível. Esta proposta tem 4 componentes diferentes: a unidade de cozinha, o tandoor (forno) de barro, a unidade de serviço e os assentos."

Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International

Don't Play with Your Food / Beth Hooper

"Esta cozinha tem tudo a ver com brincar e se libertar das regras - um kit de construção para adultos com configurações infinitas para cozinhar, comer e se divertir. Por meio da minha pesquisa sobre as experiências e o processo que passam até alcançar o status de refugiado no Reino Unido, descobri que um grande problema para as pessoas e seu bem-estar mental é a perda de controle sobre as decisões diárias, incluindo as coisas mais simples, como decidir o que cozinhar."

Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International

Eco-Kitchen / Ed Chelsea Rimando

“A proposta da Eco-Kitchen é uma cozinha aberta que permite flexibilidade. A aplicação tanto da sustentabilidade como do compacto é considerada também para resolver não só o problema atual, mas também para apresentar uma abordagem ecológica.”

Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International

Foldable Kitchen / Ayca M Aydin

"Depois de analisar criticamente as necessidades, uma solução dobrável e flexível foi desenvolvida para permitir muitas possibilidades de layout diferentes ajudando a garantir que o projeto atenda às necessidades dos usuários e os incentive a participar."

Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International

Memories Decorator / Yuan Shiqi

"Como estudante internacional, alugar um apartamento é uma tarefa anual. Quando decorei o apartamento com as fotos e recordações que colecionei, comecei a sentir um sentimento de pertencimento. O conceito do meu projeto é proporcionar este sentimento às pessoas que deixam seu país de origem e vêm para o Reino Unido. Por isso, eu queria oferecer a oportunidade para as pessoas pintarem seus pratos ou postarem fotos que se relacionam com as memórias."

Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International

Shift. Halt. Eat / Senuri Peththawadu

“Quatro unidades independentes são criadas para os seguintes propósitos: cozinhar, preparar, servir e comer. Uma vez que os usuários terminem a atividade, ela pode ser dobrada e guardada com a ajuda das rodas giratórias fixadas na parte inferior do equipamento que também pode ser transferido para o exterior, se necessário."

Cortesía de Soup International
Cortesía de Soup International

Galeria de Imagens

Ver tudoMostrar menos
Sobre este autor
Cita: Ott, Clara. "Cozinhas comunitárias: o desafio de criar raízes em comunidades de refugiados" [Cocinas comunitarias: El desafío de generar arraigo en comunidades desplazadas] 30 Ago 2021. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/966291/cozinhas-comunitarias-o-desafio-de-criar-raizes-em-comunidades-de-refugiados> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.